• _

O NoReset resetou para melhor!

Agora estamos no

www.noreset.net e no

www.noreset.com.br

Assine o nosso novo RSS:

http://feeds.feedburner.com/noreset/rss

 

novonoreset

bannernor_1

bannernor_1

bannernor_1

bannernor_1

bannernor_1

bannernor_1

bannernor_1

bannernor_1

_

bannernorbannernorbannernorbannernor bannernor bannernor bannernor

bannernorbannernorbannernorbannernor bannernor bannernor bannernor

7T

6E

5S

4E

3R

2O

1N

1

2

3

4

5

6

7

8

MSN do Seu Madruga!

noreset_caray
madruga

9

10

11

Tirinhas NoReset – Level 18

noreset_anime

wesleypires_profileE quase que esta seção não sai. O que as ocupações do mundo real não fazem não é?!

Em primeiro lugar, esta semana iria sair a matéria do “Inicio da Fantasia” na geração 16 bits, não deu. Tambem iria sair o avatar do Jorge, que finalmente estou finalizando, não rolou. Menos mal que a tirinha saiu, e o tema volta a ser os Clichês dos Games, e novamente eu pergunto: Quem nunca fez isso?

tiras-cliche-15

Bom, com tanto atraso, sabe o que eu mereço:

jumps_onto_balls

Só para constar, me sigam e me xinguem pelos atrasos no Twitter.

12

13

Capcom assume: “Trabalhar com Bungie ia ser bem louco!”

noreset_gamenews

megamanvsmasterchief

gustavooliveira_profileÉ engraçado como as empresas estão fazendo parcerias ultimamente. Aquelas que não estão juntando os panos, estão reconhecendo publicamente que gostariam de trabalhar umas com as outras. É o amor manifestando suas mais diferentes formas.

Dessa vez quem se manifestou foi a Capcom e quem fez tal declaração de amor foi Kenji Inafune, criador de Mega Man, que fez uma visita recente aos estúdios da Bungie, mãe de Master Chief e da franquia Halo. O intuito de tal visita foi verificar como o estúdio trabalha para assim, fazer uma análise de colaboração entre as duas empresas.
O japa não poupou esforços e rasgou elogios a empresa a qual visitava:

” A Bungie fez jogos excelentes, eu vim até aqui verificar qual a sua filosofia de criação e verificar o que podemos utilizar em jogos da Capcom. Se houver algum tipo de afinidade, seria legal colaborarmos juntos em algum game em um futuro próximo”

Por mais que esteja falando de duas empresas “Campeãs” eu não consigo imaginar o que poderia sair de uma junção como essa.

Alguém aí pode?

Ferrari no controle, literalmente!

noreset_fuleiragens

gamepadferrari

Ferrari Wireless Gamepad 430 Scuderia Limited Edition

Ferrari Wireless Gamepad 430 Scuderia Limited Edition

Esse controle pode ser um achado para os gamers ferraristas que adoram jogar o game de Formula 1 sempre com a Ferrari.

Por isso, a Ferrari licenciou a empresa Thrustmaster que vai lançar os controles inspirados nos design dos carros italianos que deixam qualquer mortal deste planeta hipnotizado.

Serão lançados quatro contoles na série especial Ferrari, são eles: Ferrari Wireless Gamepad 430 Scuderia Limited Edition, F1 Wireless Gamepad Ferrari F60 Limited Edition, Ferrari Motors Gamepad F430 Challenge Limited Edition e F1 Dual Analog Ferrari F60 Exclusive. Ufa, quanto nome para um joystick…

F1 Wireless Gamepad Ferrari F60 Limited Edition

F1 Wireless Gamepad Ferrari F60 Limited Edition

Como você percebeu, os três primeiros controles da Ferrari funcionam por tecnologia Wireless, com potência 2.4 GHz.

O Ferrari Wireless Gamepad 430 Scuderia e o F1 Wireless Gamepad Ferrari F60 devem chegar ao mercado em outubro por um preço, que, não é tão assustador que eu imaginava… Ele vai custar US$ 49,99.

Já o Ferrari Motors Gamepad e o F430 Challenge vão custar menos: US$ 39,99. Onde peguei a informação não foi informado para quais consoles e se vai para o PC. É claro que vai para algum lugar, mas para onde… É uma resposta que a Thrustmaster deve dar logo!

INFORMAÇÕES COM CHIP CHICK

14

Modo “HIPER EASY HARDCORE MODE AUTO PLUS Extra mole, mole esse é pra ganhar” de dificuldade

cabeça_colunistasrafaelarbulu_tarjaLendo a coluna de N’Gai Kroal (escritor, jornalista e muitas outras coisas) na EDGE desse mês (Edição #4 – Capa: PS3 Slim), fui contemplado com uma questão que venho me fazendo há anos, mas ainda não tive a memória para escrever sobre o assunto. Pergunto, leitor: em que dificuldade você joga?

Digo isso porque a coluna do Sr. Kroal elucida a questão da pré-seleção dos modos de dificuldade que, digamos, 95 em cada 100 jogos possuem. Não poderia deixar de concordar mais com o assunto, uma vez que, sendo você um gamer que acompanha as revoluções desse mercado, já deve saber que as coisas estão um pouco diferentes do que rodar o direcional para trás/frente e escolher entre o Easy, passar pelo Normal ou ir direto para o modo Hard.

Conforme explicado pelo negão colunista, os jogos das plataformas atuais contam com uma série de recursos que dão ares de maior interatividade com o usuário, quando o assunto é modo de dificuldade: existem aqueles que se valem do aumento gradativo das pedreiras – ou seja, adapta-se ao seu progresso, complicando um pouquinho mais a sua vida a cada seção do jogo (ex.: Final Fantasy); e existem aqueles que oferecem a seleção à moda antiga, mas com possibilidade de alteração in-game: se um pedaço do jogo estiver causando dores de cabeça, vá na tela de opções e reduza a dificuldade um pouquinho para não sofrer tanto.

Mas algo que N’Gai Kroal esqueceu-se de citar é o chamado Easy-auto Mode. Se você acompanhou as notícias de algumas semanas atrás (leia quando eu ainda era editor-chefe do MSN Jogos), acompanhou um pouco deste recurso e sua ação no jogo Bayonetta: aparentemente, será possível jogar o título da mais nova gostosa do pedaço com apenas um botão, mediante alteração para tal modo simplista de gameplay. Imediatamente, aos mais experientes, deve vir à mente a óbvia inspiração de Bayonetta, o também criado por Hideki Kamiya, Devil May Cry. Quem não jogou, acompanhe: nas três primeiras fases do jogo, caso você venha a morrer três vezes, você terá a opção de mudar a dificuldade para Easy-auto, onde os combos não exigem combinação prévia e você se torna um autêntico button-masher, desferindo golpes descoordenados enquanto o jogo se preocupa em fazê-los encaixar em seus alvos.

Não sei quanto a você, mas eu, particularmente, não gosto nem um pouco dessa modalidade de gameplay: não por simplificar demais o jogo, tornando-o enfadonho. Na real, o que me incomoda é o fato do Easy-auto permanecer Easy demais até o último chefe e mais além. A minha pedreira era em um determinado pedaço do título, lá atrás, mas graças ao Easy-auto, eu não sei se essa seria a minha única complicação. Nunca se sabe: às vezes, era descoordenação nos dedos, um golpe errado; coisas desse tipo tendem a atrapalhar você – e é justamente aí que reside a graça: É PARA ATRAPALHAR MESMO!

Jogos de estratégia ou RPG (novamente, Final Fantasy), oferecem uma dificuldade gradativa, que aumenta e/ou diminui de acordo com suas ações e avanços dentro do seu estilo de jogo. Traduzindo: conforme seu progresso, inimigos mais fortes ou ataques onde você estará em alguma desvantagem de larga escala aparecerão. Cabe a você usar a cabeça ao invés dos músculos (ou dedos) e esquematizar uma forma de superar esse desafio. Se ainda estiver difícil, volte uns passos, reagrupe e melhore suas capacidades. Viver para lutar num outro dia, por assim dizer.

Acho que isso é uma questão de saber mediar dois extremos: ninguém quer um jogo fácil demais pois isso deixa tudo muito chato, perde o gosto. Por outro lado, um desafio simplesmente insuperável já te deixa sem vontade de começar, como se fosse uma comida com tempero demais. Ainda acho que isso vai demorar até ficar perfeitamente refinado, isso se de fato o ficar. Até lá, vou selecionando os jogos que receberão meu parco dinheirinho – é nessas horas que eu dou graças a Deus pelas demos.

E você, o que acha?

Rafael Arbulu é jornalista. Foi editor-chefe do MSN Jogos e agora desenvolve projetos próprios. Sua coluna pode ser lida todas as terças-feiras, aqui no NoReset.

Disney e Marvel: combinação mais zuada da web!

noreset_cachacissesmarveldisneycidocoelho_profileÉ caro leitor do NoReset! Você estranhou o título, mas é verdade! Após a compra que abalou os alicerces do entretenimento mundial, a Disney e a Marvel tornaram-se objetos de zoeira constante dos internautas na web.

Por isso, perdi algumas horas na internet para escolher as imagens que foram criadas para contar como que ficaria o encontro mágico e fofo entre os personagens da Disneylândia e os membros do universo Marvel.

É um pior que o outro… Clica aí e veja as atrocidades que rolam por aí…
Continuar lendo

15

É feio, mas é um conceito! Conheça o Xbox 1080

noreset_carayxboxportable1
cidocoelho_profileUm cara recém-formado em Artes e Desgn no Milwaukee Institut of Art (Instituto de Arte de Milwaukee), chamado Carl Archambeault, comeu alguma coisa ou bebeu algo que não era para ser consumido.

Pois ele desenvolveu um console-conceito e ainda teve a ousadia de batizá-lo de Xbox 1080.

xboxportable2

Bom o Xbox 1080 seria portátil e ele é inspirado no controle do 360. Além de ser jogável, ele também teria o poder o iPod da Microsoft, ou seja, ele também teria as mesmas potencialidades do Zune.

A ideia pode ser boa, todos temos boas intenções, mas sinceramente, ô trem feio do caray!

Acho que ele deveria processar a facultade no qual ele se formou…

INFORMAÇÕES COM TECHNABOB

16

Tunagem: PlayStation 3 Slim coloridos! Escolha a sua cor favorita!

noreset_gamenews
ps3_slim_colorware_colors

cidocoelho_profileO PS3 Slim mau chegou ao mundo e ele já ganhou cores alternativas. Como você pode ver nas imagens, o Slim foi colorido pela empresa ColorWare. Que faz a pintura do console, na cor que o gamer quer e pinta também o controle.

O gamer entra em contato com essa empresa e ele pode escolher cores primárias, tons pastéis e metálicos com um tratamento de pula camada com uma pintura super resistente e deixa o console com uma aparência muito bacana!

A empresa trabalha da pintura da camada que protege o hardware até a repuntura das logomarcas e dos botões. Um serviço caro, mas bem trabalhado.

ps3_slim_colorware_colors2ps3_slim_colorware_orange
Mas também, fique atento! O preço incial da tunagem começa com US$ 149 e pode custar até US$ 449. É uma bela facadinha…

A pintura dos controles Dual Shock custam US$ 30 cada.

E eles também pintam celulares… Mas isso fica para o próximo post!

INFORMAÇÕES COM CHIP CHICK

Rap do Pac-Man

noreset_channel

Pastor “Street” Fighter Zero!

noreset_channelnoreset_cachacisses

cidocoelho_profileEssa foi uma coisa muito supimpa! Mas,  estava fuçando na internet e quando encontrei dois vídeos bacanas no blog Kibe Loco.  São dois vídeos de cultos religiosos por alguns insanos internéticos, no qual os pastores ganham poderes dos Street Fighters.

Gravaram um culto de uma denominação religiosa não-identificada e  editaram com os temas musicais  do Street Fighter.

Até então, tudo bem. Mas, aí fui investigando mais (afinal, sou jornalista, preciso investigar) e a coisa foi ficando mais séria e achei mais versões no qual homenageiam o integrante “divino” e secreto da série Street Fighter. E não estou falando do Dalshin (Macumba, para os mais insanos!).

Faz o seguinte. Assite aí embaixo e você vai me entender. =D

Continuar lendo

Press Start #4 com cobertura exclusiva Gamescom ’09

Quarta edição da Press Start!

Para ler a revista online basta apenas clicar na imagem!

Atenção galera! Já está disponível mais uma edição da revista digital Press Start!

Essa edição tem como seu destaque uma cobertura completa da Gamescom (evento que ocorreu na alemanha e já é considerado a maior feira de games da europa) onde o redator Marcos Ruehle esteve presente e conferiu todas as novidades apresentadas por todas as empresas.

E muito mais!
-Spam!
-Drops!
-Select!
-Play! – Sinta toda a magia da melodias de Kingdom Hearts
Utada Hikaru – Conheça um pouco mais sobre a Diva dos Games
Daily Quest! – Nova sessão na área! MMORPGS levados ao max level
10+ Jogos sem o botão de pulo – Em alguna games vales tudo, menos dar pulinhos
Tectoy, Do Zillion ao Zeebo – Os altos e baixos da empresa do surgimento aos dias atuais
Entrevista: Gisele Henriques – Autora do livro Gamemanida troca uma idéia com a redação
Exposição Gameplay – Itaú Cultural apoia evento sobre games em São Paulo
W-indie – Toda liberdade e criatividade que só os indies oferecem
Retroviews:
-Killer Instinct
-Final Fight 2
-Power Athlete
-Megaman X
Reviews:
-Crisis Core: Final Fantasy VII
-Fuel
-Patapon
-Persona IV
-Indigo Prophecy (Fahrenheit)
Preview:
-Assassin’s Creed 2
Breeding Games – Temos que Pegá-los!
VS Mode – Qual o melhor? PS3, Xbox360 ou Wii?

Faça o download gratuito em qualquer um desses meios:
Easyshare:
http://www.easy-share.com/1908111740/PressStart!#4.pdf

Megashare:
http://www.MegaShare.com/1529495

4shared:
http://www.4shared.com/file/140517079/81331470/Press_Start_4.html

Megaupload:
http://issuu.com/ezfproject/docs/press_start___4_-_issuu

Zshare:
http://www.zshare.net/download/668949219d63f163/