• _

O NoReset resetou para melhor!

Agora estamos no

www.noreset.net e no

www.noreset.com.br

Assine o nosso novo RSS:

http://feeds.feedburner.com/noreset/rss

 

novonoreset

Anúncios

Start your engines: Need for Speed Shift chega no Brasil

noreset_lancamentosSHIFT-Title
3950643651_216037fba0

cidocoelho_profileÉ caros leitores do NoReset! Vocês devem ter estranhado o porquê de não ter publicado as novidades do Need for Speed Shift, conforme havia anunciado no Twitter, no sábado, dia 19!

Tive alguns problemas e estava (ainda estou enrolado!) com alguns compromissos, mas segue a matéria do NoReset, que tarda mas não falha. Por isso, leia abaixo e veja as imagens.

A Electronic Arts (EA) reuniu blogueiros especializados, em uma lan house, em São Paulo, para o lançamento brasileiro do jogo Need for Speed Shift, que vai chegar às lojas no dia 25 de setembro. O jogo é o primeiro dos três produtos (os próximos são as versões Nitro e World Online) da série Need for Speed que a produtora pretende lançar até 2010.

Desenvolvido pela Slighty Mad Studios, em colaboração com a Black Box e pela equipe da EA, a versão Shift, apresenta belos gráficos, cenários e carros bem feitos e tem como diferencial em relação aos outros jogos de corrida, o modelo de pilotagem – mais realista e baseado na física.

O jogador é colocado na perspectiva do piloto, percebendo as forças da gravidade (a famosa força G), o realismo do cockpit e o impacto das batidas, que de certa forma o deixa desnorteado, pois a tela treme de forma violenta e fica cinza, passando a sensação de um acidente. Algo inédito em um jogo de corrida.

Além disso, o jogador tem a sensação de sentir as alterações na superfície da pista e os limites da aderência dos pneus.

“O principal diferencial do Need for Speed, que é conhecido por ser um jogo mais de rua, tradicional na série, agora é mais profissional e isso é a grande mudança. Ele sai da rua, do clandestino, e vai para uma coisa mais profissional mais simulador, mais para as corridas reais” diz o gerente geral da EA Brasil, Jonatan Harris.

O jogo tem os modos Carreira, em que o piloto faz a reputação em várias corridas; o modo Jornada, em que o jogador começa de um local desconhecido, enfrentando vários desafios e construindo sua carreira de piloto; e é claro, como não pode deixar de ser, o Need for Speed Shift tem o modo Online, onde o jogador pode enfrentar os desafios na internet contra outros jogadores espalhados no mundo.

E o jogo não fica só nisso, o Need for Speed Shift traz uma boa playlist que tem as músicas de artistas como The Prodigy, The King Blues, Jamal, Twisted Wheel e mais 20 artistas. Veja a lista:

Artista Música
Buraka Som Sistema feat. Pongolove Kalemba (Wegue-Wegue)
Chase And Status feat. Plan B Pieces
Deadmau5 Ghosts N Stuff
Eagles Of Death Metal Anything ‘Cept the Truth
Fort Knox 5 feat. Asheru Insight (The Nextmen Remix)
Gallows I Dread The Night
In Case Of Fire This Time We Stand
Jamal Pull Up
Kanye West Paranoid (Part 2)
Kasabian Underdog
The King Blues The Streets Are Ours
Mala Rodriguez Te Convierto
Mando Diao Mean Street
MSTRKRFT feat. E-40 Click Click
N.A.S.A. Whachadoin? Feat. Spank Rock, MIA, Santigold and Nick Zinner
The Prodigy Run With The Wolves
The Qemists feat Mike Patton Lost Weekend
Regular John Transmitter
Rootbeer Under Control
Shinichi Osawa Electro 411 (Lies In Disguise Mix)
Spoon Harris & Obernik Baditude
TOKIO Dogonim
Twisted Wheel Oh What Have You Done
Two Fingers feat. Sway High Life

No final do evento, onde os blogueiros (e jogadores) puderam experimentar como é ser piloto no Need for Speed, todos foram convidados para ir até um kartódromo, localizado em Barueri, onde todos puderam correr de kart para poder comparar o jogo com a pilotagem real.

Veja a lista dos blogs participantes:

– Judão;
– Puro Pop;
– Continue;
– Pensamento Gamer;
– Menina que joga;
– Game Girl;
– Jogorama;
– In Game ad.Diction;
– NoReset;
– Nerd somos nozes;
– Hadouken;
– Eita Preula;
– News inside;
– GoLuck;
– Haznos;
– Velocidade;
– Infomaniaco;

Confesso que saí com os braços doendo após pilotar um kart. E de certa forma, eles me convenceram que o jogo se aproximou com a sensação de um piloto real.

O jogo Need for Speed Shift estará disponível nas prateleiras brasileiras a partir do dia 25 de setembro para os consoles Xbox 360, Playstation 3 e PC.

Assista os vídeo oficial onde os blogueiros (eu incluso) comentam sobre o jogo e veja também como foi a corrida.

ENTREVISTA
“O Gran Turismo 5 não é nosso concorrente”

O gerente da Electronic Arts Brasil, Jonatan Harris,  foi entrevistado pelo NoReset e conta que o Need for Speed Shift “legalizou a série”  e que o jogo não concorre com o Gran Turismo, da Sony

Jonatan Harris, gerente geral da EA Brasil

Jonatan Harris, gerente geral da EA Brasil

podcast_logoClique aqui e ouça a entrevista que o gerente geral da Electronic Arts Brasil, Jonatan Harris, cedeu ao editor do NoReset. Cido Coelho.

Ele fala sobre o lançamento nacional do game Need for Speed Shift, o que há de destaque nesse novo lançamento e sobre a concorrência com Gran Turismo 5, da Sony.


*Para saber mais e conhecer o jogo acesse o site oficial do jogo no Brasil e o canal de vídeos:

http://www.youtube.com/user/NeedForSpeed

http://www.brasil.ea.com/games/17185,pcdvd/gameinfo/

Galeria de fotos do evento e da corrida:

Quero aproveitar este espaço para mandar um abraço para todo mundo! Foi legal pra caramba o evento e espero revê-los na próxima vez…

Ferrari no controle, literalmente!

noreset_fuleiragens

gamepadferrari

Ferrari Wireless Gamepad 430 Scuderia Limited Edition

Ferrari Wireless Gamepad 430 Scuderia Limited Edition

Esse controle pode ser um achado para os gamers ferraristas que adoram jogar o game de Formula 1 sempre com a Ferrari.

Por isso, a Ferrari licenciou a empresa Thrustmaster que vai lançar os controles inspirados nos design dos carros italianos que deixam qualquer mortal deste planeta hipnotizado.

Serão lançados quatro contoles na série especial Ferrari, são eles: Ferrari Wireless Gamepad 430 Scuderia Limited Edition, F1 Wireless Gamepad Ferrari F60 Limited Edition, Ferrari Motors Gamepad F430 Challenge Limited Edition e F1 Dual Analog Ferrari F60 Exclusive. Ufa, quanto nome para um joystick…

F1 Wireless Gamepad Ferrari F60 Limited Edition

F1 Wireless Gamepad Ferrari F60 Limited Edition

Como você percebeu, os três primeiros controles da Ferrari funcionam por tecnologia Wireless, com potência 2.4 GHz.

O Ferrari Wireless Gamepad 430 Scuderia e o F1 Wireless Gamepad Ferrari F60 devem chegar ao mercado em outubro por um preço, que, não é tão assustador que eu imaginava… Ele vai custar US$ 49,99.

Já o Ferrari Motors Gamepad e o F430 Challenge vão custar menos: US$ 39,99. Onde peguei a informação não foi informado para quais consoles e se vai para o PC. É claro que vai para algum lugar, mas para onde… É uma resposta que a Thrustmaster deve dar logo!

INFORMAÇÕES COM CHIP CHICK

Pré-venda de Dante’s Inferno, a originalidade da EA

noreset_gamenews

foto03

gustavooliveira_profile

O setor de marketing da Electronic Arts está se superando. A campanha de pré-lançamento do game Dante’s inferno realmente se mostrou muito original. O game, baseado no livro “A Divina Comédia” do escritor italiano Dante Alighieri, se passa inteirinho na casa do capeta (ou cabrunco, tinhoso, chifrudo, coisa ruim, belzebu, seja lá como você o chama) e causou uma grande especulação devido ao tema polêmico, violência gratuita, gráficos bonitos e aquelas coisas que estão do jeito que o diabo gosta.

A campanha de divulgação começou mesmo na própria E3, quando um falso protesto foi armado em frente ao Los Angeles Convention Center, protestando contra o conteúdo do game, obviamente atraindo mais atenção para ele.

No dia 10 de setembro a empresa concedeu um descont0 de US$ 6,66 para qualquer gamer que fizesse a pré-compra do game na data de  na rede americana de games GameStop. Para aumentar mais o clima de inferno na Terra, a EA enviou para alguns jornalistas um cheque de US$ 200 juntamente com um bilhete, lembrando aos felizardos que descontar o cheque em questão se caracterizava como o pecado da avareza, já que se trata de um dinheiro fácil.

Puta campanha de marketing legal, né?  Pena que esqueceram de mandar o bendito cheque para a minha casa, eu não me importaria de pecar um pouquinho em troca de 400 paus. Um pecado a mais ou a menos não vai fazer diferença mesmo…

Dante’s inferno será lançado em fevereiro de 2010.

(Nota do editor: Ao procurar uma imagem para ilustrar esse post, descobri que nosso querido amigo “Toninho do Diabo” possui Twitter, acredita? Ó só.)

INFORMAÇÕES COM UOL JOGOS

“Respeitem o Kurt, po**a!” Ou a melhor forma de arrumar a encrenca à toa

cabeça_colunistasrafaelarbulu_tarja

Não é de hoje que ouço questionamentos sobre a minha opinião em relação aos assuntos A ou B, e sempre que posso, faço questão de responder. Coisa de leitor que virou jornalista, sabe? Gosto de manter a interatividade com todo mundo que eu posso. A mais recente pergunta que recebi, vinda de um leitor via Messenger, fala sobre Kurt Cobain em Guitar Hero 5, e a suposta fúria dos fãs mais incautos do grunge rock – originada pela presença de ilustre cadáver no famigerado jogo.

Direto ao ponto: Guitar Hero, segundo o que me disseram, não prende um determinado artista ao seu acervo, salvo, claro, exceções como os títulos direcionados à bandas, como Aerosmith, Metallica e o futuro Van Halen. Assim sendo, é possível que o jogador, na pele de um Kurt Cobain inteiramente feito de polígonos, cante músicas que jamais seriam entoadas por tal artista quando em vida. Desnecessário dizer, ver o ex da sempre amalucada Courtney Love tocando músicas de Blink 182 e similares não agradou muita gente.

Honestamente, não joguei GH 5. Vou mais longe: NÃO JOGUEI GUITAR HERO! É isso aí: nunca na minha vida sequer toquei na guitarra de plástico que serve de instrumento ao simulador musical mais poderoso dos games. Digamos que até há um interesse, mas o poder de atração do jogo sobre o público de massa simplesmente inexiste em mim quanto ao seu efeito. Ainda assim, não falho em reconhecer – e respeitar – a magnitude atingida pela franquia criada pela Actvision. O quinto título (cronologicamente falando) chegou às prateleiras na semana passada, se não me engano, contando com diversos ícones da música roqueira, como Johnny Cash, além do falecido vocalista da falecida banda Nirvana.

Mesmo para alguns jornalistas renomados, ver Kurt Cobain fugir de sua especialidade foi uma autêntica ofensa, alguns até chamando o caso de “vergonha”, o que considero balela pura. Já pararam para pensar como seria se ele estivesse vivo? Será que ele não teria cedido à pressões do mercado fonográfico e feito uma parceria com qualquer pop rock performer da atualidade?

Há quem argumente que o cantor, quando vivo, não aprovava a exploração de sua imagem, mas sabe qual é a grande verdade nisso? Ele não teria como controlar esse assunto. Tornou-se um ícone cultural, pela minha opinião, apenas por morrer antes que tivessem a chance de efetivamente usá-lo como um intrumento comercial de alta capacidade. Ele não queria aparecer em comerciais? Não queria que seu rosto, nome e cabelo seboso fizesse parte de qualquer tipo de entretenimento? Dane-se! É o preço que se paga quando se vira uma pessoa pública.

O problema aqui é que quem reclama está se esquecendo da tratativa que a Activision sempre deu a Guitar Hero: esse não é, nem nunca foi ou será um “jogo de música”. O objetivo da produtora com tão consagrada franquia é reunir em um mesmo ambiente um grupo consistente de pessoas para jogar um simulador, pagando rios de dinheiro à empresa. Não objetiva-se “homenagear grandes artistas” ou “levar boa música às gerações contemporâneas”. Se a Activision quisesse, poderia fazer com que Kurt cantasse Backstreet Boys em jam session com High School Musical + Hannah Montana – e você não faria nada a respeito a não ser reclamar, reclamar e reclamar.

Amo Nirvana, sei todas as músicas de cor e salteado, assim como muitas outras bandas que me cativam, me irritam e me emocionam. É o que acontece quando você é um verdadeiro amante da música – seja ela boa ou ruim. Reclamei de muita coisa que disseram sobre a(s) banda(s) que aprendi a admirar, mas não tenho como me mostrar complacente com uma insatisfação mal justificada como essa. Mesmo para falar mal, é necessário falar direito.

Por isso que o título dessa coluna pede respeito ao homem: não porque Guitar Hero o ofendeu, mas porque fãs desajustados estão reclamando do que não devem – e Kurt Cobain deve estar se retorcendo na cova por isso.

Rafael Arbulu foi  editor-chefe do MSN Jogos, e desce o braço em Deus e o mundo às terças-feiras, aqui no NoReset.

Kingdom Hearts Birth By Sleep tem filme secreto para novo game

noreset_gamenewskingdom-hearts-birth-by-sleep-logocidocoelho_profileDe acordo com a revista nipônica Famitsu, que publicou uma reportagem sobre Kingdom Hears: Birth By Sleep, para PSP, em que o criador, produtor e designer do game, Tetsuya Nomura, diz que KH ainda tem muitos mistérios.

Ele conta que a versão Birth By Sleep vai instigar os gamers a jogarem o próximo título. Nomura diz que esta versão para PSP tem um filme secreto no final. Depois ele desconversou, quando questionado se poderia ser um teaser (propaganda, chamada) para o Kingdom Hearts III. “O próximo título é o próximo título”, diz o fanfarrão, talvez inspirado num estilo Kojima e seus mistérios.

Já falando de Kingdom Hearts: Birth By Sleep, ele vai ter três sagas, isto é, uma para cada personagem: Aqua, Ventus e Terra. Cada personagem tem uma aventura, com alguns encontros para procurar e achar o Mestre Xehanort. Além disso, a Disney vai colocar novos mundos: a cidade de Nova Iorque, do Homem Aranha e a mansão do X-Men, que é o Castelo dos Sonhos, da Cinderela e Deep Space da animação Lilo e Stitch.

O game feito pela Square Enix e Disney sairá apenas para o portátil da Sony, ou seja, exclusivo, entre o fim de 2009 e inicio de 2010 no Japão.
E o Ocidente? Ah, sim, os japas falam assim ó: “Chupa! Não tem data pra vocês do outro lado, se quiser vem pro Japão e compra!”

INFORMAÇÕES COM FINALBOSS

Metroid Metal com disco novo

noreset_musica

juunin_profileA banda americana Metroid Metal abriu ontem a pre-order de seu primeiro álbum oficial intitulado Varia Suite. Quem gosta de Metroid e Metal vai encontrar o paraíso no site da banda, que disponibiliza dezenas de faixas para download.

As músicas estão muito bem arranjadas e dão a impressão de que Hirokazu Tanaka estava criando as músicas do jogo já com a categoria “metal” em mente. Isso, aliado à qualidade profissional das gravações, torna Metroid Metal uma das minhas bandas favoritas de game music.

O álbum Varia Suite conta com 14 faixas (algumas disponíveis de graça para download no site) e estará disponível dia 8 de setembro pela bagatela de 8 doletas. Se você realmente gostar da banda (e tiver grana) pode ir assistir a performance ao vivo deles na Penny Arcade Expo 2009 e comprar o CD da mão dos caras.

Por enquanto, curta uma prévia do álbum disponibilizada no youtube!

Saiba mais no My Space ou no site oficial da banda.