• _

Glória a Zeus! Até que enfim o kit nacional do 360 diminui o valor!

Mais ou menos a cara que fiz ao ler a notícia!

Mais ou menos a cara que fiz ao ler a notícia!

E lá vamos nós para mais uma boa notícia! (por falar nisso, acho que estou virando o porta-voz das boas novas aqui, no NoReset hehe)

Realmente parece que os tempos estão mudando no Brasil. Após o anúncio da produção de jogos de PS3 aqui em nosso país – O que diminuiu os preços a valores um pouco melhores -. Não é que a Microsoft acaba de cortar o preço do kit nacional do XBOX360?!

Logo após a baixa de preço nos EUA a Microsoft Brasil anúnciou que o pacote nacional também terá uma redução de preços até considerável. O Kit que vem acompanhado de Too Human e Project Gothan Racing 4, HD de 60gb, além de cabo HDMI passa a custar apartir de sexta-feira (28/08) R$1799,00. “Apenas” R$600,00 mais barato que o valor anterior  de R$2399,00.

Os jogos já estão um tanto quanto ultrapassados... Mas ainda assim o corte foi bom.

Os jogos já estão um tanto, ultrapassados... Mas ainda assim o corte foi bom.

As notícias andam de vento em polpa para o mercado internacional e nacional, principalmente se tratando de preços. Para ficar melhor ainda, só faltava algum anúncio das redes online tanto do PS3 quanto do xbox360 terem data de lançamento no Brasil. Mas quem sabe logo não teremos alguma novidade?!

Rumor: Konami estaria desenvolvendo título exclusivo para Xbox 360

noreset_gamenews

gustavooliveira_profileEssa veio quentinha direto da terra do Yakissoba.

Aparentemente, a Konami, mãe de títulos famosos como Metal Gear Solid e Silent Hill estaria desenvolvendo agora mesmo um título exclusivo para Xbox 360,  enquanto você senta essa sua 32_786467bunda flácida (ignore o “flácida” se você for mulher) na sua cadeira velha comendo miojo velho.

O interessante é que o rumor tem um certo fundamento.
Tudo começou no site de Norihiko Hibino (foto), o responsável pela trilha e efeitos sonoros de vários sites da Konami como a saga de Metal Gear, Monster Hunter, Yakuza 2, entre outros.

Na página do japa, chamada GEM Impact, consta uma pequena lista de músicas para games que ele está desenvolvendo, como por exemplo, o game Bayonetta de PS3.

O mote é que, ali como quem não quer nada, meio que “de migué” (como diria um amigo meu) consta um misterioso Konami – “New Title” na imagem que eu mesmo fiz questão de pegar e zuar com o paint. Veja:

 gem-imapct

Embora o jogo seja aparentemente exclusivo só para o Japão, o game pode facilmente ser localizado para o ocidente.

Alguém suspeita de alguma coisa?

INFORMAÇÔES COM GAME TOTAL

Capas de Atari nos dias de hoje

noreset_caray

Cido Coelho

Eu acho que o topo da editoria deveria ser curiosidades, mas ao mesmo tempo pode ser caray, porque eu me impressionei com a criatividade. O site Minus World divulgou há algum tempo imagens de como seriam os jogos hi-tech de hoje no mundo Atari.

Vou fazer como o tio  Sílvio Santos: se você não viu vai ver e se viu vai ver de novo! Ma oeeeeee!

ssbb

halo3
gta4
gow3
cod4
bioshock

INFORMAÇÕES COM MINUS WORLD

rodape_noresetnet2

Você sabia que o Xbox 360 ficou mais caro?

noreset_caray

xbox360 Gustavo Oliveira sub_xbox360É como meu comparsa Coelho disse: “A crise tá comendo todo mundo”.

Embora essa história de imaginar que eu esteja incluso nesse “todo mundo” e por teoria também estou … er… “sendo comido” não me agrade muito, em partes concordo com meu camarada roedor que nunca me deu chocolate na páscoa e mudo com toda a licença poética que me é conferida, a sua célebre frase, de modo que possa ser usada sem cunho fuleirístico e/ou sexual:

” A crise está fazendo todo mundo se dar mal…”

Embora seja uma frase deveras sem graça, a piada nossa de cada dia já foi feita. E a crise atingiu até o Xbox 360 nacional, que subiu de preço desde domigo, dia 09/11 e ninguém postou absolutamente nada.

Seguinte: O preço do “écsbócstrezentuzisessenta” subiu alguns “merréis”…
O console da nossa querida Microsoft, que já vinha fazendo um trabalho “excelente” aqui na terra de Vera Cruz, aumentou de salgados R$1.899,99 para “mais salgados que as feijoadas da minha mãe” R$2.399,99. Algo em torno de R$500, ou seja, nada que você não gaste de cerveja ou pacotes de salgadinhos durante a semana, não é mesmo?

E não é só isso: As formas de pagamento em algumas das principais lojas do país também mudaram. Comprar um console na Fnac por exemplo, agora só rola em apenas 3 vezes parceladas no cartão. Eita caray…

O console havia baixado os preços e agora já era comercializado com a nova placa Falcon e sapidas HDMI. Ia bem. Agora, ficou mais caro do que na data do seu próprio lançamento.

Eu… é… hummm… aaa…

Sei lá. Estou tão P da vida que não sei nem o que falar sobre isso. E você, vai falar o que?

rodape_noresetnet

Meme: 5 games que gostaria de ver na E3

O Maiquinho, lá do Blogeek, meio que sem querer, criou uma corrente (ou um meme, se preferir): 5 games que eu gostaria de ver na E3. A lista do cara realmente foi muito boa, e como ele disse que quem quisesse, poderia postar no seu blog uma lista, resolvi criar a minha.

A lista basicamente baseia-se em 5 games fictícios que gostaríamos de ver anunciados em uma E3.
Segue a minha lista:

5º lugar: Mortal Kombat 5
Se hoje jogo videogame e se hoje você lê o NoReset dê graças a Mortal Kombat. Eu, quando era apenas um garotinho de 6 anos, pirava jogando MKII, “ownando’ quantos eu podia usando ninguém mais ninguém menos que a… Milena. Meu pai achava tudo aquilo horrível e arrepiava até os cabelos do sovaco por causa da violência do game.
O problema é que infelizmente, estou assitindo de camarote uma das minhas séries de luta favoritas irem pela privada abaixo. Não sei o que Ed Boon andou tomando no café da manhã nos últimos tempos, mas ele fez tantas burradas quanto pode fazer: criou personagens estranhos pros últimos games, acabou com os fatalities individuais, matou Liu Kang, transformando-o  num zumbi (!?) e agora, botou os personagens para brigar com os heróis da DC Universe tornando a franquia MK em games de gosto duvidoso.
Gostaria de ver um MK como realmente conhecíamos até o episódio 3, no máximo. O jogo seria em movimentação 2D com gráficos 3D (o chamado 2D e meio), os fatalities individuais voltariam como animações, personagens toscos como Bo Rai Cho caíriam fora. Além disso, cenários clássicos como The Pit, The Acid Pool, The Subway e Goro´s Lair teriam presença confimada, assim como os Brutalities.
Babalities, Friendships e Animalities não fariam parte desse game, pois não são lá tão interessantes assim…
Os personagens  apareceriam em número reduzido, com seus fatalities clássicos e seu visual até poderia ser o mesmo de MK Armaggedon (Mas Liu Kang teria que estar vivo) . As armas, que foram inseridas em MK IV também poderiam continuar no game, mas possivelmente quebrariam no meio da luta.
Como podem ver, sou a favor da franquia Old School, com alguns toques de MKIV (que eu também não sou muito fã).
Com certeza, fãs da série agradeceriam.


4º Lugar: Parasite Eve 3
O PS3 realmente merecia um possível Parasite Eve 3. A Squenix elaborou realmente muito bem uma mistura de RPG com Survivor Horror, resultando na aventura da deliciosa policial Aya Brea. Além de possuir um enredo muito bem elaborado, o confronto contra a lider da corporação de manipulação de mitocôndrias, Eve, realmente é um dos momentos mais memoráveis do PSOne. Mereciamos mais.

3º Lugar: Donkey Kong Wii
Desde os tempos do GameCube, Donkey Kong anda meio renegado pela própria Nintendo, ficando de fora de baladas como Mario Party, reduzido à vilão novamente em Mario Vs. DK e até hoje, não recebeu um game de aventura no Wii. Puta injustiça.
Mais uma vez voltando às raízes, DK Wii basicamente seria um game de aventura e plataforma com APENAS Diddy Kong e Donkey Kong no elenco. O esquema de voltar em fases para abrir novos caminhos poderia existir, já que apenas os dois macacos seriam os protagonistas, fugindo da enfadonha tarefa de ir à uma fase cinco vezes com cinco macacos diferentes, como aconteceu em DK 64, que, se não me falha a memória, foi a última aventura dos primatas em um console de mesa da Nintendo. O Wiimote, em comunhão com o nunchuck poderia ser usado para balançar-se entre as cordas (ou cipós) além da movimentação e golpes dos personagens. O esquema de armas também permaneceria, já que nos acostumamos com as pistolas de amendoim de Diddy em Super Smash Bros. Brawl.

2º Lugar – Rock´n´Roll Racing – The Ultimate Racing
Sim, esse vem até com nome. Fala a verdade: Você morre de vontade que esse game volte, né não? Corridas intergalácticas, com ETs headbangers dentro de carros tunados, sonzeira rolando e itens para atrapalhar o adversário. Animal!
Imagine só, se naquela época você já pirava com Paranoid do Black Sabbath sendo tocada como se fosse música de celular velho no seu Super NES, imagine como seria correr nos consoles atuais?
Carros, músicas e personagens destraváveis ao longo do game, além de conteúdos extras para Download toda semana. Além do mais, personagens e pistas criados pelos próprios usuários poderiam ser disponibilizados via rede, para que outros usuários pudessem usufruir também.
Além do mais, as versões portáteis (PSP e DS) contariam com pilotos esclusivos, que poderiam ser trocados ou tranferidos para o console, mais ou menos no naipe de Pokémon Stadium.
Já pensou? Iria elevar o fator replay do jogo ao infinito!

And the Winner is…

1º Lugar: Jet force Gemini 2
O joystick do Xbox360 é perfeito para uma aventura do naipe de Jet Force Gemini. Além da boa jogabilidade do game já na época do N64, que se encaixa como uma luva no Xbox360, o game terminou de modo muito simples e uma continuação não seria nem um pouco estranho. Infelizmente, não pensei como seria essa aventura, apenas que Juno, Vela e Lupus seriam personagens controláveis normalmente. Imagine só: Se no N64 os gráficos já eram belíssimos, JFG no Xbox360 seria um primor. Além do mais, a Rare não foi muito feliz do lado da Microsoft até agora. Além do mais, um game com uma pegada mais simples, menos pretenciosa e menos… hum… hardcore, por assim dizer, também viria bem a calhar na caixa X.

Bom, como o Maiquinho (do Blogeek) não oficializou a corrente, eu oficializo (e espero que o cara não se emputeça por isso).
Logo, convido os seguintes blogs à responderem ao meme e depois disso, também passarem a bola a frente. Portanto:

Goluck eu escolho vocês!
Flausino, responde aí também.

Agora, para terminar, vamos ver se estamos “bonitos”…
Fabão, você também pode responder?

E você leitor, não deixe de comentar abaixo

Call of Duty 4 vende 10 milhões de cópias

NoReset Games

A Activision e a Infinity Ward mandaram avisar: Call of Duty 4: Modern Warfare vendeu 10 milhões de cópias, somando as versões do Xbox 360, PC e Playstation 3. As empresas não divulgaram os números de vendas de cada versão, embora admitiram que a versão de Xbox 360 foi a mais vendida.

Menos de 10 games conseguiram o feito desde 2000, dentre eles, alguns bem conhecidos da galera, como Nintendogs (14,8 Milhões), Pokémon Ruby & Saphire (13 Milhões) e dois games da série Grand Theft Auto (GTA San Andreas e GTA Vice City, com 12 e 13 milhões de cópias respectivamente).

Quem jogou CoD4 sabe que o game realmente é muito bom e merece o número de vendas, né não?

Microsoft traz boas notícias

Hoje foi um dia legal para Microsoft e conseqüentemente para nós também. Duas boas notícias foram divulgadas pela empresa sobre o Xbox 360 e você confere logo abaixo:

Microsoft Brasil reduz o preço do console nacional

A Microsoft Brasil anunciou hoje, a queda de preços do Xbox 360 nacional. O console, que custava R$2.499,00, passa a custar R$ 2.229,00 em todos os revendedores oficiais. Essa foi uma redução de R$ 270,00, algo em torno de 10,8%.

Ok, R$ 270,00 já é uma boa grana e renderia 2 jogos razoáveis ou GTA IV, mais o troco para o cinema e para o ônibus. Porém, R$2.230,00 continua caro.

Talvez a Microsoft Brasil deveria experimentar retirar os três jogos que vem dentro da caixa do console para reduzir o custo do aparalho, já que esses games não nos interessam nem um pouco.

Microsoft EUA expande capacidade de games da Live Arcade

O senhor David Edery, chefe de planejamento da Live Arcade, confirmou que os games para o sistema de download poderão ter um tamanho máximo de 350MB.

Isso já é uma ótima sacada, já que todos os produtores estavam reclamando da capacidade dos games. Se a capacidade foi expandida para que a Capcom fizesse Super Street Fighter II Turbo HD remix, tinha que liberar pra todo mundo.

Edery ainda afirmou que o limite não será expandido infinitamente, para que os “produtores possam trabalhar em games menores e mais casuais, que não custem 20 milhões de dólares”.