• _

Tectoy desenvolve jogo para DS e Ubisoft publica

noreset_gamenews

image002cidocoelho_profileA Tectoy Digital apresenta um jogo de futebol para o Nintendo DS, Tim Power Soccer é o primeiro título criado pela empresa brasileira para o portátil da Big N. O game será publicado pela francesa Ubisoft.

O jogo é voltado para meninos de 5 a 9 anos e nasceu de uma idéia da Tectoy Digital, que e combinou a ginga brasileira para o futebol com alta tecnologia.

“Queríamos testar o potencial da funcionalidade ‘touch’ num game de futebol, mistura ainda inédita em Nintendo DS. O resultado foi excelente: a stylus, caneta semelhante às usadas por celulares e palm top, faz as vezes do pé do jogador e toca na tela do console como se chuta uma bola de verdade”, explicou André Nogueira, produtor da Tectoy Digital.

A Ubisoft, por meio de suas equipes em vários países, acompanhou todo o desenvolvimento para assegurar a qualidade de sua marca. “Até novos personagens pudemos criar, como é o caso do técnico Raymond”, contou o produtor.

No desenvolvimento, o game foi testado por crianças no Brasil e em outros países . Suas opiniões foram fundamentais para o balanceamento do jogo.

A estrutura internacional da Ubisoft também foi determinante no processo de localização (adaptação para cada cultura). O game está disponível em Inglês, Francês, Italiano, Alemão, Espanhol, Holandês, Dinamarquês, Norueguês e Sueco. Em alguns países no qual o jogo está sendo publicado, Tim ganha o nome de Sam Power ou ainda Jake Power.

A Ubisoft achou interessante trabalhar com a Tectoy . “Desenvolver um jogo de futebol em um estúdio de jogos brasileiro faz todo o sentido, mas não podemos limitar o talento da equipe somente à popularidade do futebol no Brasil. A equipe da Tectoy Digital possui ótimas idéias para game design e traz ótimas soluções para o (Nintendo) DS”, afirmou Joan da Silva, produtor da Ubisoft Entertainment.

Tim Power Soccer Star – Sinopse e um pouco do game

image004Tim Power sonha em ser um craque de futebol. Para ajudá-lo a realizar seu sonho, o usuário pode jogar no modo história, treino ou no multiplayer. No modo história, o personagem deve passar por uma série de mini-games baseados em treinos semelhantes aos realizados nas escolinhas de futebol.

São ao todo oito mini-games que também podem ser praticados em modo treino. Apesar de destinado aos grandes mercados internacionais, o game apresenta brincadeiras bem tradicionais da cultura brasileira, como o ‘jogo do bobinho’, no qual um jogador fica no centro de uma roda de passes e tenta ‘roubar’ a bola de seus colegas. Outra “especialidade” do brasileiro presente no jogo é a embaixadinha, bônus-game destravado ao fim do modo história.

No modo multiplayer é possível que dois jogadores que possuam o cartucho troquem entre si itens especiais liberados ao longo do jogo, como a conhecida troca de figurinhas na hora do recreio.  Alguns itens são muito curiosos, como o que transforma os adversários em miniaturas, facilitando a marcação de gols. Há também a chuteira magnética, que atrai a bola para os pés, o sonho de qualquer zagueiro.

Simples e, ao mesmo tempo, com recursos inéditos entre os games hardcore de futebol, Tim Power Soccer Star atende tanto ao seu público-alvo como jogadores mais experientes.

O mini-game de cobrança de falta, por exemplo, apresenta visão em primeira pessoa e a trajetória da bola responde diretamente à maneira como o jogador chuta. Só os boleiros mais habilidosos conseguirão colocar um ‘efeito’ no chute, fazendo a bola se deslocar em curva.

O Tim Power Soccer Star também está à venda na Europa e Oceania.

Envie uma frase para noresetpromo@gmail.com e participe. ULTIMOS DIAS!
Envie uma frase para noresetpromo@gmail.com e participe. ULTIMOS DIAS!

Giro Gamer #01 – 23/01/2009

rapidasgirogamer_noreset

Direto da Campus Party Brasil

Direto da Campus Party Brasil

Eu estou aqui na Campus Party, mas o mundo lá fora gira. Como o mundo gira, está na hora de colocar o que aconteceu nesta semana no mundo dos games.

Por isso, confira o que aconteceu de melhor ou de pior até esta sexta-feira, aqui no NoReset, que publica o Giro Gamer direto do maior evento de tecnologia e internet do mundo.

Eidos demite e fecha estúdio

A Eidos fechou o estúdio na cidade inglesa de Manchester, com isso restaram 14 desempregados.

De acordo com a empresa de Tomb Raider, em entrevista ao site GameIndustry, a empresa precisa concentrar em títulos de grande qualidade que tenham valor no mercado, inclusive nestes tempos de desafios, com muita competitividade.

A Eidos lamentou as demissões, que ela causou, e desejou boa sorte.

“Esta foi uma decisão difícil de fazer, gostaríamos de agradecer os trabalhadores pelo seu empenho aqui na Eidos e desejamos o melhor em suas carreiras no futuro”.

Sega Europa não fará cortes

Na contra mão a divisão européia da Sega disse que não tem cortes de empregos planejados no continente. E quem disse isso foi o presidente da Sega Europa, Myke Hayes.Ele destacou que a empresa está em grande forma, principalmente, que a Sega foi considerada o quarto maior publicador de jogos da Europa – sinalizando que a empresa vai bem, obrigado…”Não, estamos em grande forma, na verdade, estamos recrutando”

Sega America fará cortes

Já a divisão norte-americana da Sega não está tão bem. Com a desculpa da recessão, a produtora nos Estados Unidos poderá cortar 30 postos de trabalho.

 

Ubisoft compra uma produtora de games gaúcha

Na última terça-feira (20), a Ubisoft anunciou a compra da empresa brasileira Southlogic, que fica no Rio Grande do Sul. O objetivo da softhouse é aumentar os negócios no Brasil. Em 2007, a empresa abriu um escritório na região da avenida Paulista, em São Paulo.
Após a compra, a Southlogic, que é sediada em Porto Alegre, passa a funcionar como um satélite da unidade de São Paulo. Os dados financeiros da transação não foram divulgados.

Ubisoft divulga seus resultados em 2008-09

A produtora francesa apresentou os seus resultados fiscais. De acordo com a Ubisoft, as receitas da empresa cresceram 13% no trimestre, com vendas de  € 508 milhões para o terceiro trimestre de 2008-09. Para os primeiros nove meses do ano fiscal 2008-09, as vendas totalizaram € 852 milhões, contra € 711 milhões no período 2007-08 – um aumento de 19,8 por cento, ou 24,8 %.nas taxas de câmbio constantes.

O desempenho foi atribuído principalmente a uma franquia sólida de títulos lançados durante o trimestre, principalmente Far Cry 2 e Rayman Raving Rabbids TV Party, que gerou vendas de 2,9 milhões e 1,5 milhões de unidades, respectivamente, e compensar o impacto de Prince of Persia, que vendeu 2,2 milhões de unidades.

  rodape_noresetnet3

Ubisoft já está trabalhando em Assassins Creed 2

noreset_plantao

ac2

Gustavo OliveiraO NoReset é um puta blog farofento: Posta notícia de 2 dias atrás e ainda tem a cara larga de postar na categoria “PLANTÃO”. Mas como todo mundo aqui é gente fina, a gente finge que tá beleza, vocês fingem que não sabem e tá tudo em cima.

Alguns diriam que isso é enganar o leitor, eu diria que é… “estreitar laços”.

Mas essa notícia que estou postando agora é saída do forno. Aliás, é quentíssima! Ninguém postou ainda!

PRIMEIRO BLOG DO BRASIL A POSTAR ISSO!

(Toca hino nacional: Pã rã rã rã pã, Pã rã rã rã pã, Pã rã rã rã pã pããã…)

Desde o lançamento de Assassins Creed que um montão de gente já queria saber quando ia sair a seqüência. Obviamente, a Ubisoft não tinha resposta. A gatinha Jade Raymond ( A deliciosa criadora do game, que está com absurdos 33 anos!) nem teve tempo de saborear seu jogo nota 7,5 e os fanboys já queriam a segunda parte de sua alma. Ô raça ruim é fanboy, viu?

Mas fontes internacionais do NoReset apuraram: Assassins Creed 2 já está no pente, rapaziada! E vai sair antes da data prometida pela empresa, que era no início do ano fiscal de 2010 (seja lá o que queira dizer essa porra…). Logo, suponho eu que até junho ou julho do ano que vem Altair estará metendo a faca na galera de Jerusalém novamente (o game se passa em Jerusalém, pra você que não entendeu…).

rodape_noresetnet

Mandem seus currículos para Ubisoft!

A Ubisoft Brasil começou a receber currículos de todo o País para preencher as 11 vagas que a produtora francesa abriu aqui em São Paulo, exatamente, no símbolo da cidade, na Avenida  Paulista.

Até agora chegaram à produtora mais de 3000 currículos no e-mail jobs.brazil@ubisoft.com e segundo o portal Universo Online, o “candidato” mais jovem tem oito anos.

Pelo “sucesso”, a Ubisoft abriu um espaço no site Vagas.com.br para fazer a seleção dos candidatos.

O diretor da Ubisoft brasileira, Bertrand Chaverot, se impressionou com a quantidade de currículos e o interesse do brasileiro para trabalhar com games. Além disso, o diretor da o aviso. Quer um terço do estúdio brasileiro preenchido por mulheres, já que os primeiros jogos desenvolvidos será voltados para as garotas.

“Deixo uma mensagem a todas as mulheres criativas nas áreas de ilustração, arte 2D, arte 3D, animação, gerenciamento de projetos, programação e game design : tente sua chance no setor de videogame”, declarou Chaverot.

Por isso veja abaixo as primeiras vagas que serão abertas e boa sorte!

>>Artistas 2D e 3D
>>Animadores
>>Data Manager
>>Game designers
>>Marketing
>>Produtores/Associate Producers
>>Programadores
>>Sound designer
>>Technical Writer

Tem gente que não quer a Ubisoft

Como você ficou sabendo aqui e em toda a internet, a Ubisoft abrirá um estúdio em São Paulo.

Visitei fóruns pela internet inteira, além de conversar com muitas pessoas, e quase metade delas reclamou de alguma coisa.
Alguns reclamaram dos games da Ubisoft (muito provavelmente essas pessoas não jogaram Assassin´s Creed), outros reclamaram do fato de não ser outra empresa no lugar da gigante francesa e alguns disseram que games em português são uma porcaria, que preferem games em inglês e que nunca a empresa vai lançar games em português.

Eu iria discorrer sobre o assunto, mas lembrei que postei um texto muito parecido ao que iria escrever, poucos dias após o NoReset nascer.

Esse texto se chama Halo em português? Não Obrigado! e fala de um assunto mais ou menos igual a esse embora numa temática diferente, porém, consegue se encaixar facilmente na discussão. É interessante notar como um texto de quase 9 meses atrás, com um contexto em que eu vivia numa época diferente, ainda continua sendo “atual” por assim dizer.

Convido você a ler esse texto, comentar aqui, e dar um chega pra lá nesse povo “espírito de porco”… 🙂

Ubisoft no Brasil é um grande avanço, mas eu não vou falar sobre isso porque é chover no molhado (além disso, todo mundo já deu a sua opinião…

Sony perde direitos da F1 para Codemasters

Plantão NoReset

A Sony Computar Entertaiment não conseguiu se entender com a organização Formula One Administration e não chegaram a um acordo para ficar com a licença da produção de games da Formula 1 por mais 5 anos.

Segundo fontes não oficiais, a Sony pagou US$ 200 milhões nas temporadas entre 2003 e 2007. O acordo não saiu porque o valor pedido pela F1 Administration foi muito maior que o das últimas temporadas.

A beneficiada foi a produtora Codemasters que não revelou o valor do contrato e com isso os grandes benefíciados serão os gamers de todas as plataformas, pois de exclusivo para PlayStation, com isso, o game será lançado para todas as plataformas.

A produtora venceu a concorrência contra a Eletronic Arts e Ubisoft. O contrato de licenciamento foi assinado para as temporadas entre 2008 e 2012, com exclusividade.

O último jogo lançado pela Sony foi Formula One Championship Edition, para PlayStation 3, que saiu em fevereiro de 2007.

Haze que era, já não é mais, ou pelo menos, é mais ou menos (eita…)

Cachacisses

neblina.jpg

[nota do editor: Você consegue ver alguma coisa na foto acima? Claro que não, é haze… hahahaha… putz, que piada horrível.]

 Sabe Haze? Aquele shooter que era para várias plataformas e que essa semana foi confirmado apenas para PS3? Pois bem, esqueça. A Ubisoft falou em entrevista ao site Computer & Video Games, que o game é exclusivo “por enquanto” mas que ainda há a possibilidade do game ser lançado para Xbox360 e PC.

Que coisa de doido…

Eu acredito que a Ubisoft não perderá a chance de ganhar mais dinheiro, ou seja, o game será (quase com certeza) multiplataforma.

[via UOL jogos]