• _

Zeebo: brasileira Tectoy lança o quarto videogame da nova geração

noreset_caray
zeebo_1
Cido CoelhoCaros, será que podemos dizer “temos orgulho de sermos brasileiros”? A Tectoy diz sim, nós temos orgulho.
O mercado global de games se surpreende com o anuncio daquela que foi representante brasileiro do console da Sega na “Guerra dos 8 e 16 bits”, com o Master System e o Mega Drive, e agora anuncia um novo console para peitar a família PlayStation, Xbox 360 e Nintendo Wii.

Zeebo, é o nome do console desenvolvido pela Tectoy e a americana Qualcomm. É o primeiro console do mundo que dispensa mídia (e a pirataria), pois o sistema será baseado na internet. E claro é o primeiro console do Brasil a altura dos japoneses (Sony e Nintendo) e yankees (Microsoft)

Vou usar um exemplo que eu li no texto da Clarice no Girls of War: é um videogame com PlayStation Store e Xbox Live embutido sem a possibilidade de usar DVD, BD (Blueray Disc) ou algum tipo de mídia.

A empresa brasileira demorou dois anos e gastou US$ 17 milhões para desenvolver o projeto.  Mudou o nome da empresa nos Estados Unidos de Tectoy of America para Zeebo Inc e junto com técnicos na California, com técnicos especialistas de Israel, China, França, Argentina, Japão, Estados Unidos, liderados pelo Brasil chegaram neste conceito de console.

EA vai produzir Need for Speed para o console brasileiro

EA vai produzir Need for Speed para o console brasileiro

Com isso, o foco da Tectoy serão os 4 maiores países em desenvolvimento – conhecido como Bric – Brasil, Russia, Índia e China, e vencer a luta contra a pirataria,

Para comprar os jogos, você tem que comprar créditos, como um celular pré-pago, e na rede ZeeboNet 3G, que no Brasil a rede será mantida pela Claro, você seleciona os jogos e compra. O cartão de créditos se chamará Z-Creditos (Credits) e tem valores de 20 Z-Credits a 100 Z-Credits. A promessa é de que os jogos custarão a partir de 10 a 30 reais.

A rede ZeeboNet 3G não funcionará pela internet convencional, com cabos e bandas largas. Mas sim por meio de Wireless (conexão sem fio). Você conecta o Zeebo no televisor e o proprio console acha o sinal da rede para acessar a central Zeebo.

Para a Tectoy é será uma revolução na forma de comercialização de games.

“Nosso modelo de comercialização de jogos é revolucionário e corajoso, não abre espaço para a pirataria e oferece uma experiência inovadora para os consumidores”, ressalta o presidente da Tectoy, Fernando Fischer.

especificacoes_zeebo

Quake estará presente no Zeebo do Brasil

Quake estará presente no Zeebo do Brasil

A Capcom, Electronic Arts, Sega, Namco, id Software e Activision prometeram embarcar no Zeebo. A Tectoy afirma que em 2009 a fabricante brasileira (quem diria) de games terá 50 jogos em 2009 no novo console.

Além disso a empresa brasileira está trabalhando num novo controle, o “acelerômetro” terá funções semelhante as do Wii Remote.

A Tectoy prometeu um preço acessível ao console, que deve chegar primeiro no Brasil, custando R$ 600 reais. E a princípio o Zeebo vai ter como rival o PlayStation 2 da Sony, que fabricará o console no Brasil, mas a brasileira quer alçar vôos mais altos.

Em dezembro a empresa espalhara por aí vários Zeebos para os brasileiros conhecerem a peça de perto e assim para ser lançado em março para todo o Brasil.

Parece até intuição. Um dia desses eu e o senhor Gustavo estávamos passeando pela avenida Paulista e disse justamente isso: jogo de video game no Brasil não pode custar acima de 30 reais e no máximo, estourando 50 reais. Pois jogo acima de 100 mangos com certeza, vai alimentar a pirataria porque ninguém, com um poder aquisitivo médio vai torrar 250 reais em um jogo sendo que cada um tem suas prioridades e compromissos.
A proposta do Zeebo é sensacional, ao mesmo tempo que mostra o poder tecnológico do Brasil, ao mesmo tempo demonstra que podemos fazer o nosso próprio console. O projeto tem tudo para dar certo é inovador e ele é equivalente ao PlayStation One e PlayStation 2. Além disso, as grandes produtoras estão de olho no console brasileiro porque com isso pode abrir uma baita oportunidade para a expansão do mercado de games no Brasil.
A Sony chega tarde com a fabricação do PlayStation no Brasil, mas está chegando e aos poucos eu vejo que a industria de games mundial olha para o Brasil com mais respeito e atenção maior.

Estou torcendo para que o Zeebo decole. Vamos dar um crédito para a Tectoy? Pensem nisso…

Confira a galeria do Zeebo

Veja também o vídeo da coletiva da Tectoy sobre o lançamento do Zeebo

rodape_noresetnet

Dreamcast no Brasil: mais informações

Plantão NoReset

Aparentemente, o sonho de ver o Dreamcast de volta à vida não é mais um sonho distante.  Uma  enquete do site da Tectoy, representante oficial da Sega na década de 90, perguntou aos gamers qual console eles gostariam que fosse relançado.

As opções eram o Game Gear (portátil da Sega do começo da década de 90), o Pense Bem (Computador da Tectoy, também da década de 90, usado para tarefas didáticas como matemática e perguntas simples de conhecimentos gerais) e o Dreamcast (Último console da Sega), que liderava a enquete.

Muitos jogadores, (inclusive eu!) ficaram curiosos, afinal, porquê a empresa faria uma enquete tão estranha?

Mas aparentemente, o caso não terminou aí.

Segundo o site Gamestart, uma empresa taiwanesa chamada Foxconn foi sondada por uma compania Nipo-brasileira, que estaria buscando produtores para placas de Dreamcast. A empresa possui também, dois escritórios na zona franca de Manaus, e possui contato direto com a Intel, a Nokia e a divisão de câmeras da Sony.  

A Foxconn tem várias filiais ao redor do mundo e já produz alguns componentes para todos os consoles de nova geração, ou seja, Playstation 2, Playstation 3, PSP, Wii e Xbox360 (ou seja: Não é fraco não!).

A Tectoy não se pronunciou à respeito.

Quem sabe, poderei tapar esse buraco no meu curriculum gamer e conhecer tantos games de Dreamcast que deixei de jogar já que meu contato com esse console foi pouco.

Fique ligado no NoReset, afinal, poderemos aparecer com mais informações a qualquer momento.

Informações com Gametotal

Tectoy quer saber qual console a galera quer ver novamente

Plantão NoReset

Notícia bombástica.

A Tectoy, empresa de eletrônicos que foi a principal representante e distribuidora da SEGA na década de 90, está promovendo uma enquete em seu site para saber qual console já distribuido pela empresa, a galera quer ver novamente.

Entre as opções estão:

> Game Gear

> Pense Bem

> Dreamcast (\o/)

Lembrando apenas que Master System e Mega Drive já possuem seus respectivos relançamentos, incluindo um tal de Mega Drive portátil, que é impossível de se achar por aí. 😦
Até o momento em que votei, o Dreamcast ganha disparado, com 90,9% dos votos totais. Seguem depois o Game Gear com 5,3% dos votos e o Pense bem fica na lanterna com somente 3,8% dos votos.

Levando em consideração que esta pesquisa não deve ser apenas “por curiosidade” da Tectoy e pela vitória esmagadora do Dreamcast na enquete, é provável que o console seja lançado novamente.
Mas aí fica a pergunta: E os jogos, serão relançados também? Porque tanto o MS quanto o MD relançados não possuem entrada pra cartuchos, o que com certeza, foi uma mancada fortíssima. Se os jogos do DC não forem relançados junto com ele, não vai valer a pena ter um desses.

Em todo caso, vai lá e vota. Dê uma forcinha e ajude a trazer o Dreamcast de volta a vida (ou outro se você assim preferir, mas acho o DC muito melhor).