• _

RPGCon vai até domingo em SP

noreset_plantao
rpgcon
cidocoelho_profileVocê internauta paulistano, que está com a sua agênda livre neste domingo, pegue uns trocados e vá até o RPGCon, que acontece no Colégio Notre Dame, Zona Oeste de São Paulo, próximo a estação Sumaré do Metrô (Linha Verde).

Além concurso de cosplay, debates sobre o mundo dos games e sobre RPG, vão rolar os campeonatos de Soul Calibur 4, Smash Bros com prêmios especiais. O endereço é rua Alegrete, 168. E o site oficial é http://www.rpgcon.com.br.

Confira a programação para este domingo e boa diversão.

PROGRAMAÇÃO DIA 05/07/2009

09-10h      Retirada da identificação e material didático.

image005

AUDITÓRIO

10h00 – 12h30     Debate Aberto ao Público sobre o Futuro dos Games no Brasil
Com Roger Tavares do website Game Cultura e do Senac, Fábio Tola da Luderia, Roberto Bianchinni da Universidade Anhembi Morumbi e Convidados Especiais.

SALA I

13h30-16h00      Playteste e Prototipagem
Com Antônio Marcelo, Game Designer da Riachuelo Games e do Castelo das Peças.

SALA II

13h30-16h00      Jogos e Humanidade – Dos Ritos ao Digital
Com Kao Cyber, do blog Retro Games Brasil e produtor cultural do SESC Itaquera

Square Enix entra na onda de sites misteriosos

noreset_gamenewscidocoelho_profileApós o fanfarrão do Hideo Kojima, da Konami,  fazer um site com uma contagem regressiva, para lançar o Metal Gear Rising,  a Capcom Japão, que faz mistério com o número 1560,  temos mais uma adepta aos sites misteriosos com contagem regressiva e imagens abstratas: é a Square Enix.

Como você pode ver, tem um relógio com contagem regressiva, alguns desenhos e um baita número 4. Se você aumentar o som da sua caixinha, vai notar que tem uma música meio no estilo Final Fantasy.

sitesquenix_countdown

Porém, o site não aponta para nenhum lado que seja um game de RPG ou de Ação ou de sei lá o que. Agora, vamos esperar e acreditar que a música aumente e que mais pistas apareçam para aguçar a curiosidade de todo mundo… Clique aqui e confira confira os seus próprios olhos.

“Squenix” desenvolve novo jogo online

noreset_gamenewscidocoelho_profileO site Eurogamer infomou que durante uma reunião com os acionistas da Square Enix, o presidente da companhia, Yoichi Wada, afirmou que apesar de Final Fantasy XI ter sido muito rentável para a empresa, o RPG online (Entenda como lucro!) não vai durar para sempre.

O executivo explicou que a “Squenix” está trabalhando em um novo MMO e espear que o jogo se torne ainda mais emblemático que Final Fantasy XI.

Sobre o novo jogo, o presidente não deu mais detalhes, mas os famosos rumores apontam para a possibilidade de um Final Fantasy XIV ou uma nova licença.

Aos gamers, só resta esperar.
 rodape_promo

O Reino dos Corações (Kingdom Hearts) – PARTE 1

noreset_analisekingdom1poster

wesleypires_profileSim fanboys!

É isso que estão pensando! Vou comentar  sobre  uma das minhas séries favoritas, Kingdom Hearts.

E neste artigo, vou começar com o primeiro titulo que saiu para o PlayStation 2 com o mesmo nome. Fanboys, alegrem-se.

celebrationao9

Fanboy feliz com o post

 Como já dito em minha matéria sobre crossovers, a série é um dos crossovers mais bem sucedidos na história dos videogames. Kingdom Hearts surgiu da colaboração entre a Square Enix e a Disney, a fim de unir os universos de Final Fantasy e Disney, projeto encabeçado por Tetsuya Nomura.

De inicio, muitos torceram o nariz e tiveram duvidas se a união daria certo, pois a saga de Final Fantasy detém uma temática adulta e os personagens Disney tem apelo mais infantil, visando o seu publico, que é  mais jovem. Apesar de tudo, o jogo foi lançado e teve boas avaliações, tendo em vista a jogabilidade simples e história sem furos.

A história gira em torno de Sora, garoto que mora em Destiny Islands ao lado de seus amigos Riku e Kairi. Os três planejavam conhecer os outros mundos, e para isso construíram uma jangada (uma jangada que atravessa mundos?! Whatever!). Porem, na noite precedente ao dia de partida, a ilha é atacada por seres similares a sombras, conhecidos como Heartless, que resultou no desaparecimento de Riku e Kairi.

Heartless

Heartless

Quando Sora se depara sozinho para enfrentar os monstros, ele adquire a arma  Keyblade, que é uma mistura de espada e chave. Após ser sugado por um buraco negro, Sora acorda em Traverse Town, cidade onde ele encontra personagens conhecidos do “panteão finalfantasiano”, que são Cid, Yuffie e Aeris, de FFVII, e Leon (codenome de Squall) de FFVIII.

Lá é esclarecido mais coisas sobre os Heartless, bem como é o primeiro encontro com Donald e Goofy (Pateta), que são cavaleiros do Rei Mickey, que desapareceu e incumbiu os dois de procurarem o “portador da chave”.

Daí para frente começa a aventura deles pelos mundos, para selar os Keyholes e lacrá-los para evitar os ataques dos Heartless, e ao mesmo tempo, procurar Riku e Kairi.

Veja abaixo algumas cenas do jogo:

kingdom_hearts_1thumbnail

kingdom-hearts724370

011

kingdom_hearts_3

Não há duvidas de que Kingdom Hearts foi um sucesso de publico. Mesmo fugindo do esquema padrão de RPG, e indo para o esquema de lutas em tempo real, o jogo manteve elementos da série, principalmente com nomes de magias, itens, elementos como HP, MP, AP, entre outros.

Outro ponto extremamente positivo foi terem escalado atores de ponta para dublarem os personagens, como Haley Joel Osment (Sora), David Gallagher (Riku), Hayden Panettiere (Kairi) e Billy Zane (Ansem).

Porem alem de atores de primeira grandeza (ou não!) chamaram os dubladores originais dos personagens clássicos da Disney e Final Fantasy, como Waine Allwine (Mickey), Tony Anselmo (Donald), Billy Farmer (Goofy), Steve Burton (Cloud Strife) e Mena Suvari (Aerith. Sim, a garota do filme Beleza Americana).

Houveram reações negativas quanto ao dublador de Sephiroth, que era o ex-NSYNC Lance Bass, e para não haver problemas, na continuação foi substituído por George Newburn.

 

Acreditem, o robô do filme A.I é o Sora

Haley Joel Osment = Sora

As musicas continuam sendo o destaque, como em outros jogos da Square. A trilha sonora foi composta por Yoko Shomomura e as musicas de abertura e encerramento foram feitas pela cantora Hikaru Utada.

Muitos mundos da Disney tive a trilha sonora original, sendo adicionadas algumas mudanças. Os fâs reclamaram que não há tantas mudanças nas musicas de batalha e de chefes. Recomendo que termine o jogo e veja a incrível musica de encerramento. É de fazer marmanjo chorar, eu garanto.

Enfim, eu recomendo este titulo. Há tudo o que um gamer quer: bons gráficos, história concreta, personagens cativantes e para os hardcore, diversas sidequests a serem feitas.  Para aqueles que já zeraram o jogo, recomendo o Kingdom Hearts: Final Mix, que é o mesmo jogo, mas com várias adições, como novas cut scenes, novos inimigos, novas Keyblades, entre outras coisas.

Já deixo aqui o recado: a próxima será sobre Kingdom Hearts: Chain of Memories. Aguarde.

 

Ele está esperando

Ele está aguardando

rodape_noresetnet3

Inimigos clássicos de Final Fantasy

noreset_analise
wesleypires

Olá gamers, fanboys e whatever.

Inspirado pela minha amiga Clarice, do Girls of War, que fez uma excelente matéria sobre os inimigos de Castlevania, resolvi fazer a minha lista de inimigos, mas desta vez, de Final Fantasy. Vale lembrar que estou citando os nomes mais conhecidos, pois de um Final Fantasy para outro, os nomes costumam sofrer mudanças, e que são vários monstros a serem citados. Aqui vão os escolhidos:

Goblin

goblin4-b

É o monstro primário da maioria dos Final Fantasy. Nos primeiros Final Fantasy de Nintendinho, eram os monstros que serviam para juntar um dinheirinho para comprar uma arminha mais decente, ou subir dois ou mais leveis. Depois de um tempo, aparecem só para constar, pois um ataque comum dá conta do recado.

Basilisk

lizard1psx-b

Baseado nas lendas, o Basilisco é um inimigo com poder de petrificar seu inimigo. E ele está presente em quase todos os jogos, as vezes com nomes diferentes, porem causando o mesmo status Petrify, chato pra caramba.

Bomb

bomb10

Nome sugestivo hein?! Mais um inimigo clássico que a gente via em quase toda a parte. Normalmente, ele é atribuído ao elemento fogo, em virtude de seu formato, usando ataques como Fire, Fira, Firaga e Flare. Mas ele tem outra peculiaridade. Experimente dar 3 golpes e não matá-lo. BOOOOOMMM!!! Ele usa a sua habilidade Self-Destruction, que causa dano massivo ao jogador, quando não causa morte instantânea.

Adamantoise

adamant5-b

Uma tartaruga?! Como assim?! É, não se engane, fanboy raivoso. Esse inimigo é mais letal do que se imagina. Esse tipo leva bem ao pé da letra a frase “A melhor defesa é o ataque”, pois normalmente a defesa contra ataques normais é muito alta. Prova disso é o inimigo Gilgame, do Final Fantasy V. Existe uma caverna submersa no segundo mundo, aonde você anda e conforme vai andando, vai acumulando dinheiro (a unidade monetária no universo Final Fantasy, o Gil), porem você encontra esse inimigo pelo trajeto, mais de uma vez, é bom lembrar. E como toda a tartaruga, ele é fraco contra trovão, então, Thundaga nele!

Flan

flan12

Que nojo!

 

Eita, meleca! Foi a frase que eu falei quando vi o Flan do FFXII. Se a intenção do Staff da Square era de fazer um bicho repugnante, eles acertaram. Normalmente, estes inimigos tem resistência a ataques físicos, mas são vulneráveis a mágica. O tipo de mágica varia, pois eles podem ser de elementos diferentes, como Flan de fogo, gelo, trovão, entre outros. Inclusive esse tipo e inimigo não está restrito apenas a Final Fantasy, podendo ser encontrando em outros títulos, como Chrono Trigger e Breath of Fire.

Marlboro

marlboro10

Eu comentei com colegas meus que uma das coisas que eu não gosto em Final Fantasy são os status negativos. E meu mundo caiu quando descobri esse nojento, que causa TODOS os status negativos numa rodada só, com seu ataque “Bad Breath”. Ele não te mata, mas tu fica tão inútil, que seria melhor ele ter matado alguém do seu grupo. Alem do fato ele não ser uma coisa muito bonita de se ver.

 

Tonberry

9-tonberry-a

Outro bicho que dá ódio de encontrar. Primeiro ele não te ataca, vem se aproximando. Quando ele chega perto, ele ataca todos com seu ataque “Chief’s Knife”, causando dano massivo, e retornando ao ponto de onde estava.

Porem, no FFX ele é mais apelão ainda. Toda vez que é atacado, ele usa “Karma”, um ataque no qual o dano é medido de acordo com o numero de monstros que tenha matado.Exemplo: se você matou 9000 monstros, seu dano será de 9000. Sacou?!

 

 

Cactuar

cactuar8-b

Não poderia fazer uma lista de inimigos sem citar este aqui. Como o nome sugere, é um cacto, com formato humanóide, e que se característica pela sua peculiar pose.

Outra característica dele é seu ataque, 1.000 needles, indefensável. Apesar de não ter muito HP, é bem difícil acertar ele, por causa de sua evasão, tornando-se um inimigo extremamente chato.

Mas até que acho legal ver ele. Melhor que ver o Marlboro.

 

 

Chefes-apelões-com-milhões-de-HP

 

Emerald Weapon - Final Fantasy VII

Emerald Weapon - Final Fantasy VII

Essa eu tive que fazer uma categoria a parte. A partir do FFVII, começaram a aparecer os chefes com milhões de HP. Começando por Emerald Weapon, de FFVII, com 1 Milhão de HP (má oooooii!), indo até Yazmat, do FFXII, com humildes 50 milhões de HP. Normalmente estes chefes “Huge Motherfucker” não fazem parte da história em si, é mais um desafio para os jogadores hardcore mesmo. E o pior é que o monstro ás vezes solta um item super raro, mas que na situação e, que você se encontra (provavelmente no level máximo), acaba não sendo de valia nenhuma. Realmente, é para quem gosta de provar que é bom no jogo.

Mais informações sobre o gigantesco bestiário do universo Final Fantasy podem ser encontradas nesse site aqui.

rodape_noresetnet3

Nintendo vai lançar Super Mario RPG para Virtual Console


O site Computer & Videogames informou que a Nintendo vai lançar este mês o Super Mario RPG, um clássico do Super Nintendo para o Virtual Console do Wii.

Para este feito, a Big N conseguiu fechar o preço para venda com a co-produtora do game na época Squaresoft, atual Square Enix.

Porém, o game vai custar uma facada para os padrões de vendas do Virtual Console, 900 Wii Points ou 9 dólares.

Super Mario RPG: Legens of the Seven Stars é uma mistura da saga do mascote da Nintendo, em busca das sete estrelas, com elementos de clássicos da Square, como Chrono Trigger e a série Final Fantasy.

INFORMAÇÕES COM UOL GAMES

Square Enix confirma Sigma Harmonix para DS

Nintendo

                   sigmaharmonics-logo1.jpg

  A revista Famitsu já confirmou que a Sqaure Enix está desenvolvendo Sigma Harmonix, um RPG mesclado com aventura, que, em cada fase teremos que resolver um crime (Phoenix Right?) ou um mistério para avançar. A parte legal é que você pode segurar o DS como se fosse um livro, bem no estilo Hotel Dusk: Room 215 (esse eu joguei!).

 A revista confirmou que 60% do game já está pronto e que boa parte da equipe que desenvolveu Dirge of Cerberus: Final Fantasy VII está presente também no elenco de desenvolvimento desse jogo.

 O game tem previsão de lançamento para o verão japonês.

 Aparentemente, será um bom game. Afinal, é da Squenix, não é mesmo?

 Segue uma imagem do game (clique para ampliar):

                           sigmaharmonics.jpg