• _

GTA foi banido na Tailândia

A New Interactive Media, uma distribuidora de games da Tailândia, informou a agência de comunicação Reuters que suspenderá a venda de qualquer versão do game Grand Theft Auto em território tailandês.

Segundo Sakchai Chotikachinda, diretor de marketing da empresa, “a empresa está enviando uma solicitação à todos os locais de vendas que removam esses games de seus catálogos”.

“Sendo assim, substituiremos GTA por outros títulos. Também estamos pedidno as casas de videogames que retirem esse jogo de seus serviços oferecidos”, completou.

Você aí, leitor, imagina o por que de todo esse burburinho?

É que um Zé mané, um nerd sem noção fã da série GTA resolveu roubar um taxista  “para ver se era Fácil como no game”.
O taxista de 54 anos, foi esfaqueado e morreu no local.

(1 minuto de silêncio)

O estudante de 18 anos, aparentemente não apresenta sinais de deficiência mental e, segundo o investigador Veeravit Pipattanasak , o rapaz afirmou que não tinha pretensão de esfaquear o taxista mas resolveu esfaqueá-lo quando ele reagiu (Ah, claro…). O jovem aguarda julgamento e pode ser preso por assalto e homicídio doloso.

Se isso acontecer aqui no Brasil, podem se preparar: Nem Mario Kart a gente joga mais. Se um mané fizer uma cagada dessa por aqui, juro que eu mesmo vou atrás dele e tiro seus “bagos” fora com uma faca de cortar pão Para que ele aprenda a não estragar a diversão dos outros.

E tenho dito.

Games podem ser proibidos no Afeganistão

Um comitê legislativo do Afeganistão, propôs uma nota que visa aderir à sociedade afegã o “código de moralidade do estilo de vida Taliban”. Estranho né?
Eu explico: Segundo esse código de conduta, as mulheres não poderiam usar maquiagens em público e os garotos não poderiam usar roupas femininas. (?) Talvez eles estejam dizendo que não pode ter EMO por lá.

Outras coisa que pode ser proibida: danças femininas em shows e apresentações, bem como nos programas de TV. Segundo o comitê legislativo, “A mídia em massa precisa evitar transmitir conteúdos que vão contra as morais islâmicas”. É lógico que a emenda também proíbe os games.

E você acha que é só isso? Não! Podem ser proibidas também, as rinhas de galo, as rinhas de cães (Luíza Mel agradece…), jogos de bilhar e música alta em festas de casamento, nesse caso, deve haver um salão separado para os homens e outro para as mulheres e o encontro entre ambos está proibido.

Resumindo: Podem acabar com a diversão da população, já que os games, as rinhas e o bilhar são os principais passatempos do povo afegão.
Quem não cumprir as leis, poderá pagar uma multa de 10 a 100 dólares, dependendo da infração.

Mas nem tudo está perdido: O projeto não foi aprovado ainda. Para que se torne uma lei, a nota precisa ser aprovada pelas duas câmaras do parlamento islâmico e pelo atual presidente, Hamid Karzai (foto).

Hamza Aziz, um dos redatores do Destructoid, escreveu em seu post, que é descente de afegãos. Escreveu coisas belíssimas a favor dos videogames, dizendo que isso é um retrocesso e que as crianças do país já presenciaram muita merda. Concordo plenamente. Mas Hamza disse que o país já estava entrando nos eixos graças à ajuda dos E.U.A. Nessa aula de geopolítica, sinceramente, devo ter faltado, porque essa parte dos fatos realmente desconheço.

Informações com Destructoid