• _

Skavuska! Mortal Kombat da Rússia!

noreset_channel

Dois sujeitos na Rússia, no mínimo humoristas, chamados Fantomas e Kropotov fizeram uma sátira do Mortal Kombat.
Na sátira os dois malucos fazem os golpes de alguns personagens como Scorpion, Sub-Zero, Shang Tsung, Raiden… Enfim, o vídeo ficou engraçado e fica recomendado para você assistir no NoReset Channel.
Veja:

cidocoelho_profileDois sujeitos na Rússia, no mínimo humoristas, chamados Fantomas e Kropotov fizeram uma sátira do Mortal Kombat.

 

Na sátira os dois malucos fazem os golpes de alguns personagens como Scorpion, Sub-Zero, Shang Tsung, Raiden… Enfim, o vídeo ficou engraçado e fica recomendado para você assistir no NoReset Channel, ou aí embaixo mesmo.

Veja:

 

Novo MK pode sair até o fim do ano

noreset_gamenews
edboon
cidocoelho_profileAlguns documentos que foram enviados à corte que cuida da concordata da Midway apontam que o criador do Mortal Kombat, Ed Boon (foto), está trabalha

ndo com um novo jogo da série.

É claro, os documentos não estão tão óbvios, mas, está escrito que tem um designer chave, responsável pela maior série de sucesso da devedora está criando uma nova edição da franquia. Sacaram?

 

Bônus Game (And Dollar também!)

Nos documentos também explica quanto o “pai do MK” pode receber da Midway pela criação: US$ 900 mil pelo Mortal Kombat vs DC Universe, mais US$ 105 mil pelos episódios anteriores e os filmes baseados na série.

Isso está sendo feito para tentar segurar Boon após a venda da franquia, no qual a Midway procura um comprador para ajudar a quitar as dívidas. A Midway deve US$ 240 milhões e segundo especulações, o MK custa cerca de US$ 40 milhões.

rodape_promo

Giro Gamer #05 – 04/03/2009


rapidasgirogamer_noresetplaca1822ey2cidocoelho_profileÉ vender ou morrer

Midway põe a venda a série Mortal Kombat para não falir. A empresa tem uma dívida de US$ 240 milhões e entrou com um pedido de falência, baseado no capítulo 11, da Lei de Falência dos Estados Unidos, para se organizar.

Quanto custa?

US$ 3,755 milhões  – alguém topa bancar a licença intelectual?

Já vendeu…

A licença da série Whellman para a Ubisoft por US$ 6 milhões, de acordo com o Kotaku, uma parte pequena, ficou no bolso da Midway: 500 mil dólares. .

Que feio!

A Midway deu cano nos seus empregados e aos ex-empregados. A empresa prometeu pagar os direitos e até agora… Só quando for possível…

PSP2 está a caminho

psp2
O site Eurogamer informou que existe uma fonte dentro da comunidade de desenvolvimento de jogos da Sony, que afirmou a existência de um modelo da segunda geração do PSP. A tela será no formato slide, como nos celulares e o Unity Memory Disc – UMD – será abolido.

Boca aberta e suja

O fundador da Shiny já tinha adiantado a “novidade” do fim do UMD no PSP2. Perry comemorou  o fim da mídia escrevendo em seu Twitter: “é um estúpido sugador de bateria”.

Silêncio “sonista”
silencio

A Sony não comenta as especulações.

 

Apoio: “PSP e todos os consoles sem mídias!”

O executivo-chefe da Ready at Dawn, Didier Malenfant, que produziu os jogos Dexter e God of War: Chains of Olympus para PSP, defendeu que todas as plataformas devem abandonar as mídias e que todo conteúdo funcionasse por distribuição digital.

“Meu desejo pessoal é que adoraria ver qualquer coisa que ajudasse a mover o modelo de distribuição para algo 100% online”, afirmou. “Não é a pirataria, mas os jogos usados que estão nos matando”, comentou Malenfant.

 

Alguém esqueceu de avisá-lo…

zeebo_1
O Zeebo, que é brasileiro e está para ser lançado pela Tectoy este ano, é o primeiro console da nova geração que vai distribuir os jogos via rede e sem mídias.

 

Serviço de conserto do primeiro Xbox foi encerrado

xbox-consoleDesde o dia 02 de março a Microsoft não faz mais serviço de reparos do Xbox original. Lançado em 2001, o Xbox foi a aposta da Microsoft no mercado de videogames. O primeiro console teve sua arquitetura baseada em PC, foram lançados mais de 825 games e vendeu 24 milhões de jogos.

Pô! Ainda tenho garantia e… Calma!

A Microsoft avisou que quem tiver o primeiro o aparelho, vai ter o suporte técnico, como documentação e conteúdos. Além disso, a empresa oferece uma espécie de bônus para o Xbox 360, por meio de um formuário online.

INFORMAÇÕES COM UOL GAMES, JOYSTIQ E KOTAKU

CLIQUE  AQUI PARA MAIS INFORMAÇÕES DO GIRO GAMER

rodape_noresetnet3

Crossovers em jogos

noreset_analisewesleyOlá gamers e afins. Sou eu novamente. Sentiram saudades?!

Vocês sabem o que é crossover? De acordo com a Wikipédia, é um evento fictício em que dois ou mais personagens, cenários ou acontecimentos são compartilhados por séries diferentes. Ou seja, personagens de diferentes séries podem se encontrar em um único episódio ou jogo. Exemplo clássico são os crossovers feitos entre personagens da DC Comics com o pessoal da Marvel Comics nas histórias em quadrinhos. E claro que nos games sempre há a junção de dois universos distintos, criando um jogo excelente, ou um lixo. E agora irei citar os crossovers mais conhecidos entre os fâs. Peço desculpas caso eu não mencione alguma série, pois são muitos crossovers, e é complicado lembrar-se de todos.
+

Battletoads and Double Dragon

btdd

Os sapos Zitz, Pimple e Rash voltaram, juntamente com os irmãos Billy e Jimmy. Depois de ser derrotada pelos Battletoads, a Dark Queen foge, porem retorna com uma nave espacial chamada Colossus, afim de dominar a galáxia. É este o pretexto para você chutar mais traseiros, dar chifradas e murros nos inimigos. Jogo bastante difícil para muitos, poucos conseguiram zerar este jogo no console (no emulador, com o recurso quick-save não conta), e mais uma vez, David Wise dá o seu toque ao compor a trilha sonora deste game. É um dos primeiros crossovers em vídeo-game e com certeza um dos mais famosos também.

+

+

Soul Calibur

soul-calibur

Siiim, a franquia do falecido Dreamcast é cheio de participações especiais. O Soul Calibur II contava com Link, de Legend of Zelda (GameCube), Heihashi, de Tekken (Playstation 2) e Spawn, das HQs (Xbox). Já no Soul Calibur IV, tem participações de peso. São eles: Darth Vader, Yoda e Starkiller (o aprendiz, em The Force Unleashed), os três de Star Wars. Quer mais?! Tem mais sim, senhor. O personagem Yoshimitsu, da série Tekken é um dos personagens de outra franquia que aparece em todos os jogos da franquia Soul Calibur. Isso é que eu chamo de ter moral.

+

Capcom Vs. …

mvsc

Que tal mesclar a galerinha da Capcom, como Ryu, Ken, Megaman e outros, com alguma outra franquia super famosa? Pois é, foi isso o que fizeram. Grupos famosos já se uniram a Capcom em jogos de luta 2D, como a SNK, Marvel e, mais recentemente, Tatsunoko no novissimo Tatsunoko Vs Capcom. Nos jogos de luta da Capcom há crossovers internos, com franquias da própria Capcom se unindo, como DarkStalkers, Street Fighter e Red Earth, no excelente Super Gem Fighter. Como se não bastasse a união das séries, há inúmeras menções a jogos famosos, como Resident Evil, Megaman, Final Fight e outros.

+

Super Smash Bros

super-smash-bros-brawlthumbnail

Esta série dispensa comentários. Ela botou suas franquias para brigar, literalmente. Uniu personagens famosos da Nintendo, como Mario, Kirby, Samus Aran e Link em um jogo de luta bem despretensioso, mas que acabou caindo na graça dos gamers. Como se não bastasse unir o pessoal da Nintendo, eles foram alem, e em Super Smash Bros: Brawl, não só reuniu mais personagens da Nintendo, como King Dedede e o Pokemon Trainer, juntou personagens de outras séries, como Solid Snake, da serie Metal Gear, e Sonic, parceria até então já feita em Mario & Sonic at the Olympic Games. Inclusive, senhor Uehara fez uma matéria fodástica sobre Super Smash Bros: Brawl, só clicar aqui para maiores detalhes sobre esse excelente jogo.

+

Mortal Kombat VS DC Universe

mortal-kombat-vs-dc-universe

Um dos mais recentes crossovers, MK vs DC é um jogo feito pela quase falida Midway, unindo o staff de Mortal Kombat com o heróis e vilões do universo DC, incluindo um modo History, mesclando os dois universos em uma história coesa. Muitos fanboys de Mortal Kombat reclamaram, pois faltou brutalidade nos fatalities, em virtude do jogo ser classificado para jovens, e pela própria DC, que vetou algumas coisas por causa de seus personagens. Não foi bem avaliado pelas criticas, resta saber o que 2009 aguarda para o jogo.

+

Kingdom Hearts

kingdom_hearts2

Com certeza o crossover mais bem sucedido na história dos videogames. O jogo fez uma união até então impensável, entre os universos Disney e Final Fantasy, criando uma história muito bem elaborada, onde elementos das duas franquias interagem com total perfeição. O jogo está centrado em Sora, garoto que mora em Destiny Islands, junto com seus amigos Riku e Kairi. Mas tudo muda quando Sora descobre ser o portador da Keyblade, e seus amigos desaparecem. Ai começa a jornada de Sora em busca de seus amigos através de diversos mundos. No caminho, cruzamos com diversos personagens Disney e Final Fantasy, como Donald e Pateta (Goofy), Squall Leonheart (Leon), Yuffie, Cid, Aerith (ou Aeris), Hades, Cloud, Hercules, entre diversos outros. E este ano, teremos novidades, como o Birth By Sleep para PSP. Esperem coisas boas a respeito dessa série.
+

Final Fantasy: Dissidia

ffdissidia

O ultimo jogo lançado pela Square-Enix da série Final Fantasy. Desta vez, fizeram um crossover interno, juntando os protagonistas e antagonistas do Final Fantasy I ao X (Com personagens secretos, do XI e do XII) em um jogo de luta. Sim, fanboys, um jogo de luta. A história gira em torno do confronto entre duas entidades, Cosmos e Chaos. Cosmos convoca os heróis, enquanto Chaos, os vilões. É uma ótima iniciativa, pois para quem não viu os personagens de outros Final Fantasy, poderá conhecer mais sobre eles a partir desse jogo. E quem já conhecia, poderá ver eles com nova roupagem. É uma ótima aquisição para aqueles que possuem um PSP.

+

É isso! Tem outros diversos jogos, que fazem crossovers, internos ou externos, mas citei os mais falados ou os mais lembrados. Caso tenham algum que eu não citei, comentem ai embaixo. Não custa nada.

Ou não.

rodape_noresetnet3

A casa tá caindo: Midway tem 50 dias para pagar dívida

noreset_gamenews1midway_chaves_061208Cido CoelhoA coisa complicou para a Midway. Na última sexta-feira, a produtora assumiu publicamente que não poderá pagar as dívidas que já somam  US$ 240 milhões. Praticamente no incio da semana, o principal acionista da produtora Sumner Redstone, vendeu 87% das ações para um investidor privado chamado Mark Thomas por US$ 100 mil e mais US$ 70 milhões em dívidas.

O jornal Chicago Tribune publicou uma informação que a mudança de dono ativa as cláusulas em duas séries de notas promissórias, que permite aos donos dos títulos pedir o reembolso total dos papeis.

Porém, o principal rival da Midway é a falta de dinheiro, pois ela terá que pagar US$ 150 milhões em dividas.

Quando a empresa pertencia ao Redstone, a Midway tinha direito a uma linha de crédito de US$ 90 milhões até o começo de 2008.

O processo de cobrança pode demorar 50 dias, a empresa quase falida tem 20 dias para informar os credores e eles tem mais 30 dias para dar um retorno.

O site Variety informou que a Midway tem em caixa apenas US$10,3 milhões. A ultima torneira que pode abastecer o caixa da produtora está no “sucesso” Mortal Kombat vs. DC Universe. O jogo está vendendo bem, porém, não vai salvar a empresa de uma possível falência.

O porta-voz da Midway, Geoffrey Mogilner, declarou que os planos da companhia ainda continuam, porque estão com dinheiro suficiente para manter o cronograma de lançamento de jogos.

“Nesse ponto, nossos planos se estendem bem no próximo ano e além”, declarou Mogilner.
EXPULSÃO DA BOLSA DE NOVA YORK
A New York Stock Exchange (NYSE), principal bolsa dos Estados Unidos, informou a Midway que ela pode ter as suas ações retiradas do mercado de papéis caso o preço delas não subissem.

Para agravar essa situação, após a venda do controle acionário para Mark Thomas, o preço das ações da produtora de games desabou 40 %.

rodape_noresetnet2

Controle da Midway é vendido por uma pechincha!

noreset_caray

Midway deu prejuizo de US$ 500 milhões (quase R$ 2 bilhões) para Redstone

Midway deu prejuízo de US$ 500 milhões (quase R$ 2 bilhões) para Redstone

Cido CoelhoÉ isso mesmo que você viu! A notícia que virou de segunda para terça no início de dezembro

Compre a Midway e ganhe um suco... Tang ou Ki-suco?

Compre a Midway e ganhe um suco... Tang ou Ki-suco?

balançou em todos os sites, blogs e portais de technologia e games!  A edição online do jornal de economia norte-americano Wall Street Journal publicou que o presidente da National Amusements, Sumner Redstone, vendeu a sua parte na Midway Games por 100 mil dólares (cerca de 240 mil reais ou cerca de 80 mil euros). Cada ação foi vendida por US$ 0,0012, ou seja, o preço de uma bala sabor hortelã de troco em alguma padaria lusitanta.

Na última sexta-feira (29), a Midway se vangloriava dizendo que todas as ações da produtora de Mortal Kombat custava 30 milhões de dólares. Porém, no primeiro dia de dezembro, Redstone, que é o maior acionista da empresa vendeu a sua parte – 87% do total – para o investidor privado Mark Thomas.

Aí você pensa: “Que beleza hein, qualquer um pode comprar a Midway e viver de Mortal Kombat! Parabéns Mark!

O famoso Mark Thomas (foto) decidira o futuro da Midway

O famoso Mark Thomas (foto) decidira o futuro da Midway

Não é bem assim. É como você comprar um Atari por R$ 30, sendo que você tem que pagar para assistência técnica uma dívida de 3 mil reais.

Por que? Bom, o Mark Thomas aparentemente comprou a empresa por um bom preço – US$ 100 mil – mas junto à Midway, vem de “brinde” uma dívida de US$ 70 milhões.

Sumner Redstone acabou fazendo um bom negócio aliviando o caixa da National Amusements, que já deve US$ 1,6 bilhão por aí. E segundo informações financeiras cerca de um terço da divida contraída foi por causa da Midway – que consumiu 500 milhões de dólares nos últimos 5 anos!

Tá aí um dos grandes motivos do encolhimento da empresa que consagrou o eterno concorrente de Street Fighter. Em 2008, a empresa já demitiu gente e cancelou vários projetos.

Para se ter uma idéia do tamanho do estrago que a Midway estava causando ao bolso de Redstone, nos meses de agosto, setembro e outubro, a empresa jogou pela janela 76 milhões de dólares. Fora as notas de especulação que você já leu por aqui que a Midway queria comprar a SCI Eidos que seria comprada pela Warner Bros e por aí vai…

A última esperança do último dono da Midway era o novo game Mortal Kombat vs DC Universe que ainda não decolou como a empresa apostava.

O futuro da Midway? Não sei! E do Mortal Kombat… Menos ainda!

Até agora a Midway tomou um fatality da crise financeira!

mk_fatality_midway

INFORMAÇÕES COM THE WALL STREET JOURNAL

rodape_noresetnet2

A saga dos “Filmes de Videogame”

É só sair a notícia de mais um filme baseado em um game para a comunidade gamer torcer o nariz desconfiada e sair catando informações na internet – qual estúdio vai produzir, qual será o diretor, quais atores foram escalados, etc.

Isso porque, como todos sabemos, o histórico dos games transformados em filmes não é dos mais animadores.

Seja por roteiros mal construídos, atuações fracas, cenários e figurinos pobres ou vários outros fatores, a verdade é que na maioria das vezes os game movies deixam a desejar.

Felizmente, de uns tempos pra cá, parece que os estúdios estão prestando mais atenção no segmento e sacando que pode ser bem lucrativo. Com maiores investimentos, as produções estão ficando melhores. Mas até hoje não saiu um filme que deixasse os gamers boquiabertos.

Dois dos futuros game movies que estão me deixando esperançosa são Onimusha e Prince of Persia. Quanto ao primeiro, um dos motivos da empolgação é o próprio Takeshi Kaneshiro interpretar o protagonista Samanosuke.

Além de já ter emprestado a voz e a atuação ao personagem no jogo, o cara é bom ator mesmo (e lindo!). O diretor será Christophe Gans, o francês que dirigiu “Terror em Silent Hill” (foto), considerado uma boa adaptação.

Ele é gamer declarado e fã da série de samurais, portanto o filme deve atingir o mesmo nível de Silent Hill, no mínimo.

Em relação a PoP, as imagens liberadas mostram que pelo menos os cenários e figurinos estão sendo cuidados com carinho.

Na lista dos game movies já lançados há: clássicos toscos como Street Fighter com o Van Damme e Double Dragon; clássicos menos toscos como Mortal Kombat; alguns desastres como Alone In The Dark e BloodRayne; e filmes melhor produzidos como os dois filmes de Tomb Raider, os três de Resident Evil e Silent Hill. Isto apenas citando os mais conhecidos, deixando as animações de lado.

Na lista dos que ainda serão lançados há nomes de peso como Metal Gear Solid, Castlevania, God Of War, Halo, Tekken, Metroid, Soul Calibur, Sonic e Devil May Cry.

A listagem completa pode ser checada na Wikipedia.

PS: A franquia Mortal Kombat foi convertida, também, para a tela pequena. Alguém aí, além de mim, assistiu a série de tv Mortal Kombat Conquest? O foco é a vida de Kung Lao após vencer o torneio, o que impediu Shao Kahn de dominar a Terra. Frustrado, o imperador de Outworld passa a enviar seus guerreiros para matar o monge, que se defende dos ataques junto de seus amigos Siro e Taja. Era um seriado simples, de baixo orçamento. Mas eu achava muito legal e, dentro das possibilidades, bem feito.

Pra quem não conhece, veja abaixo o trailer: