• _

Games podem ser proibidos no Afeganistão

Um comitê legislativo do Afeganistão, propôs uma nota que visa aderir à sociedade afegã o “código de moralidade do estilo de vida Taliban”. Estranho né?
Eu explico: Segundo esse código de conduta, as mulheres não poderiam usar maquiagens em público e os garotos não poderiam usar roupas femininas. (?) Talvez eles estejam dizendo que não pode ter EMO por lá.

Outras coisa que pode ser proibida: danças femininas em shows e apresentações, bem como nos programas de TV. Segundo o comitê legislativo, “A mídia em massa precisa evitar transmitir conteúdos que vão contra as morais islâmicas”. É lógico que a emenda também proíbe os games.

E você acha que é só isso? Não! Podem ser proibidas também, as rinhas de galo, as rinhas de cães (Luíza Mel agradece…), jogos de bilhar e música alta em festas de casamento, nesse caso, deve haver um salão separado para os homens e outro para as mulheres e o encontro entre ambos está proibido.

Resumindo: Podem acabar com a diversão da população, já que os games, as rinhas e o bilhar são os principais passatempos do povo afegão.
Quem não cumprir as leis, poderá pagar uma multa de 10 a 100 dólares, dependendo da infração.

Mas nem tudo está perdido: O projeto não foi aprovado ainda. Para que se torne uma lei, a nota precisa ser aprovada pelas duas câmaras do parlamento islâmico e pelo atual presidente, Hamid Karzai (foto).

Hamza Aziz, um dos redatores do Destructoid, escreveu em seu post, que é descente de afegãos. Escreveu coisas belíssimas a favor dos videogames, dizendo que isso é um retrocesso e que as crianças do país já presenciaram muita merda. Concordo plenamente. Mas Hamza disse que o país já estava entrando nos eixos graças à ajuda dos E.U.A. Nessa aula de geopolítica, sinceramente, devo ter faltado, porque essa parte dos fatos realmente desconheço.

Informações com Destructoid