• _

Emprego: Google e Microsoft também passam o facão

noreset_technews
microsoft-google

Cido CoelhoFaz tempo que o facão não trabalha assim hein? Agora ele está nas mãos das poderosas Google e Microsoft que também vão demitir funcionários para cortar gastos. O Google anunciou que vai demitir 100 recrutadores de pessoal e fechará três escritórios de engenharia, já a Microsoft considera a possibilidade de cortar vários postos de trabalho em várias divisões da companhia.

De acordo com o Wall Street Journal, a Microsoft  poderá demitir durante a divulgação dos resultados trimestrais. A empresa de tecnologia tem cerca de 91 mil empregados no mundo.

Porém antes de cortar a Microsoft vai estudar outros meios para tentar salvar a cabeça dos seus colaboradores.

Do lado do Google, a empresa divulgou que vai precisar de uma quantidade menor de pessoas dedicadas à contratação de funcionários. Isso porque a empresa cortou trabalhadores terceirizados e reduziu alguns benefícios dos funcionários. Esse pode ser o primeiro corte de empregados “full-time” da história da empresa, que foi fundada em 1998, começando como um simples buscador na internet.

Veja os dados das duas gigantes de tecnologia:

Os dados foram tirados do site Top Rated

microsoft-vs-google-the-battle

Idade:
Google: 10 anos;
Microsoft: 33 anos.

Rendimento nos últimos 4 trimestres:
Google: US$19.6 bilhões;
Microsoft: US$60.4 bilhões.
Rendimentos da Microsoft quando completou 10 anos: US$140 milhões (US$279 milhões em dólares de hoje)

Rendimento por hora nos últimos 4 trimestres:
Google: US$2.2 milhões
Microsoft: US$6.9 milhões

Lucro nos últimos 4 trimestres:
Google: US$4.85 bilhões
Microsoft: US$17.6 bilhões

Número de empregados
Google [dados de 30 de junho]: 19,604
Microsoft [dados de 31 de maio]: 89,809

Rendimento por empregado:
Google: US$1 milhão
Microsoft: US$672,000

Valor de mercado:
Google: US$142 bilhões
Microsoft: US$241 bilhões
Número de empresas com valor de mercado maior que o do Google: 3 (Microsoft, IBM. e Apple, nessa ordem)

Buscas em todo o mundo (julho):
Google: 48.7 bilhões
Microsoft: 2.3 bilhões

Buscas por hora em todo o mundo (julho):
Google: 65 milhões
Microsoft: 3.1 milhões

rodape_noresetnet3

EA vai demitir 1000 empregados!

noreset_plantao
A coisa tá ficando muito feia...

A coisa tá ficando muito feia...

Cido CoelhoA coisa está piorando. É o que mostra a Electronic Arts. Ela anunciou na última sexta-feira (19) que cortará 10% de sua força de trabalho. Isso porque ela tinha anunciado que cortaria 6%.

Junto com essa “novidade” ela anunciou que não vai chegar na meta de lucros pretendida para o ano fiscal de 2009, o que fez a produtora tomar essa atitude drástica.

É isso. Tá “osso”, para não dizer outra coisa que, com certeza, as pessoas que leram isso sabe qual é a palavrinha!
rodape_noresetnet2

EA adia criação de um novo estúdio

noreset_plantaoea_logotricnando
Cido CoelhoA crise econômica afetou muito a Electronic Arts. Além de ter anunciado que o número de lançamento de jogos foi reduzido, redução de postos de trabalho, agora a produtora anuncia o adiamento da criação de um novo estúdio na EA Canada.

Além da justificativa mais “pop” do mundo corporativo, as receitas da produtora ficaram muito abaixo do previsto.

Mesmo com a popularidade dos seus jogos em alta, as vendas não tem acompanhado o mesmo nível. Por isso, “no money, no funny” ou “middle funny”.

“São tempos difíceis, tempos de incerteza na nossa industria e fora dela. Continuamos de pedra e cal em Vancouver”, declarou o porta voz da Electronic Arts Colin Macrae.

E a crise vai comendo… Saí de mim crise! O NoReset vai dominar o mundo com você ou sem você!

rodape_noresetnet2

A crise “começa a comer” a Sony

noreset_technewssony20logo20blk

Cido Coelho

A Sony vai cortar 8 mil cabeças. É o que a matriz informou no Japão. Ela cortará empregos em todas as suas subsidiárias inclusive, no Brasil, na sua fábrica em Manaus. Com os cortes, a Sony pretende economizar um bilhão de dólares, ou cerca de 2,5 bilhões de reais.

rodape_noresetnet2

Facão pega 600 na Electronic Arts

noreset_plantao

O facão tá bem afiado! A EA foi a primeira a experimentar hein... Quem será a próxima vitima?

O facão tá bem afiado! A EA foi a primeira a experimentar hein... Quem será a próxima vítima?

Cido CoelhoPor causa do mal desempenho financeiro e a crise financeira interminável que ronda por aí, a EA vai demitir 600 empregados. Isso é o equivalente a 6% da força de trabalho da empresa.

De acordo com a Electronic Arts, a produtora acumulou prejuízo de US$ 310 milhões (R$ 669,6 milhões) em 2008. No mesmo período do ano passado as perdas foram de US$ 195 milhões(cerca de R$ 422 milhões).

Com o “facão” a “EA economizará US$ 50 milhões (cerca de R$ 108 milhões)”, diz comunicado publicado no site Gamesindustry.

As vendas dos jogos da produtora estão mais lentas e com o agravamento da crise economia a EA decidiu pelas demissões.

Por isso, as novas contratações foram paradas e alguns postos de trabalho foram extintos.

rodape_noresetnet

Crise faz Google cortar rango na “faixa”

noreset_technews

bxk16463_gominha16800É, a vida mansa está acabando na empresa dos sonhos de qualquer cidadão!

É, a vida mansa está acabando na empresa dos sonhos de qualquer cidadão!

Cido CoelhoO reflexo da crise econômica começa a afetar a área de tecnologia. A Google também tomou uma decisão drástica: resolveu mudar sua política de fornecer comida e está cortando os alimentos que eram fornecidos de graça.

Para quem conhece um pouco da Google, que também tem escritórios no Brasil – em Belo Horizonte e em São Paulo -, a empresa é muito liberal. Tem horários flexíveis aos empregados e eles tem muita comida farta com direito a convidar quem quiser, fora os milhões de benefícios e o salário que são uma beleza!

Imagina você chegar na recepção do seu trabalho ou no seu ambiente de trabalho e lidar com uma geladeira cheia de iorgute, refrigerante, sorvete e tudo que imaginar de graça…

Isso era possível antes da crise financeira devastar o mundo. Agora a Google está cortando gastos e limitando o número de visitantes e familiares do empregado que tinha o benefício de comer de graça. Porque foi feito isso? A resposta é: para cortar gastos.

A crise econômica já pegou a EA, agora é a Google e quem será amanhã?  O mundo da tecnologia e dos games estão suando frio neste instante.

rodape_noresetnet

Cai o presidente da Tecmo

Itagaki começou a crise por calote da Tecmo

Itagaki começou a crise por calote da Tecmo

O presidente da Tecmo, Yoshimi Yasuda, anunciou sua demissão da produtora por motivos pessoais. Porém, o motivo de sua saída está ligado a uma série de processos trabalhistas, que começou pela saída do então líder da equipe interna Team Ninja, Tomonobu Itagaki. O ex-líder foi responsável pelo desenvolvimento das franquias Ninja Gaiden e Dead or Alive.

LINKS RELACIONADOS
Tecmo diz que não há briga entre funcionários

Itagaki processou a produtora após a empresa ter dano “cano” no pagamento do percentual extras de vendas dos lucros do game Dead or Alive 4. O designer alegou que teria direito a 6,66% dos lucros. Mas, o então presidente da Tecmo disse que nunca foi feito tal acordo porque os diretores da empresa não haviam aprovado.

A situação piorou quando um outro produtor, Yoshifuru Okamoto, que desenvolveu Ninja Gaiden II, encontrou uma gravação em que o Yasuda admite ter uma divida com o ex-integrande do Team Ninja.

E para deixar a situação do ex-presidente mais complicada, pesam sobre ele acusações de falsificação de documentos, em que colocou os empregados da Tecmo em regime de horário flexivel de trabalho, sem direito ao pagamento de horas extras.

Yasuharu Kakihara, atual presidente do conselho da produtora, assumirá a liderança da empresa no dia 1 de setembro.