• _

Warner Bros vai distribuir jogos no Brasil

noreset_plantaowarner_destaque

leitor_noreset

Leonardo Lopes, de Brasília/DF

Na última quinta-feira (23), foi revelada a primeira leva de games que a Warner Bros trará ao Brasil.

Para os que não estavam por dentro da notícia, a Warner Bros Inc. anunciou no mês passado por meio de seu gerente de vendas para a América Latina, Cleyton Silva, que passrá a distribuir jogos para consoles, portáteis e PCs.

De acordo com o executivo, algumas produtoras famosas em terras tupiniquins, como a Codemasters e Interactive
Continue lendo

EDGE em verde e amarelo!

noreset_gamenews

Esta é a capa provisória divulgada pela Editora Europa

Esta é a capa provisória divulgada pela Editora Europa

cidocoelho_profileAcabei de ver aqui, aqui e confirmei aqui  a grande novidade para o jornalismo de games que vai deixar muito gamer feliz e contente.  A  respeitada e famosa revista de games da terra da rainha dá as caras no Brasil – a EDGE.

A EDGE aterrisa – sem gripe suína – e será mais uma game magazine que fará parte do portifólio da Editora Europa, que já tem as revistas GameMaster (que morrerá na edição 50 por conta da EDGE), Dicas&Truques, NGamer Brasil, PlayStation e Xbox 360.

A EDGE verde e amarelo vai chegar no Brasil no próximo mês, em 27 de maio, com uma promoção de assinatura por R$ 14,90 no site da feliz editora que trouxe a publicação.

E falando mais da publicação, o destaque de capa é o game Final Fantasy XIII, em que foi feita uma reportagem nos estúdios da “Squenix” no Japão. Além disso, a edição traz uma matéria sobre a produção de jogos de DS no Brasil e mais sobre os jogos 3D que literalmente salta aos olhos.

Ah, sim! Você pode ler a entrevista que o senhor Pablo Miyazawa, do GamerBr, fez com o futuro editor da EDGE (ex-GameMaster), Gustavo Petró.

O NoReset não poderia deixar essa em branco e deseja sorte para que a publicação vingue com muita saúde, alegria e fuleiragens de montão!

Releituras de musicas de jogos com 8 Bit Instrumental

noreset_musica8bit1

avatar3Você que joga videogame ouvindo a trilha sonora do seu jogo favorito, com certeza pensou:  como essas musicas não ganharam uma releitura?

Pois é, já que as produtoras raramente fazem isso, fica a cargo dos fâs usarem a criatividade. E se tratando de musica de games, lembre-se desse nome: 8 Bit Instrumental.

A banda é mineira, composta por Moisés de Oliveira Marques Filho (bateria), Rodrigo Nepomuceno, o “Cheba” (guitarra), Luciano de Oliveira Marques (baixo) e André Luiz Oliveira (guitarra e teclado), que fizeram releitura de musicas de games.

A banda tocou na edição brasileira do Video Games Live 2007, convidados pelo maior produtor de game music do mundo,  Tommy Tallarico.

E esta semana saiu o mais novo CD da banda, intitulado “The Number of the Bit”, com versões de musicas de Super Metroid, Bomberman, Zelda, entre outros.

Eu recomendo que ouçam as musicas Atari Age, Berinstar e Metroid Boss, que ficaram excelentes. Para quem gosta de boa musica, feita com dedicação e cuidado vale a pena dar uma olhada.

rodape_noresetnet2

Governo brasileiro investe R$ 1 milhão na indústria de games

noreset_plantaolula_positivo_gamesCido CoelhoOs políticos estão olhando com mais carinho a industria de games e o potencial que o Brasil tem no mercado.

O Ministério da Cultura publicou na última sexta-feira (5), no Diário Oficial da União a autorização que cria o programa BR Games, para fomentar e incentivar a produção de games no Brasil.

Em 2009, o programa de incentivo vai escolher 10 projetos para a produção de demos jogáveis. Com as melhores demos, o governo brasileiro e o Ministério da Cultura vão levar as demos para as gigantes da indústria de games no mundo.

Sete projetos vão receber R$ 70 mil para criar as demos, e mais três empresas do mercado brasileiro de games vão receber R$112 mil. Porém talvez essa quantidade salte de 112 para 140 mil reais, porque o governo vai pagar 80% dos custos de produção e vai cirar outros incentivos para que o game sobreviva no mercado.

A Secretaria do Audiovisual do MinC, junto com a Associação Brasileira de Desenvolvedoras de Jogos Eletronicos (Abragames), mais a Sociedade Brasileira para Promoção da Exportação de Software (Softex) vão organizar o comitê que vai selecionar os jogos que terão direito ao benefício.

Assim que forem selecionados, os beneficiados deve ser obrigados a tentar uma carreira internacional para fazer com que os jogos alavanquem no mundo dos games. E para isso, os desenvolvedores deverão participar de feiras no exterior para poder expor o trabalho.

Por que o governo acordou agora para os gamers brasileiros?

O BR Games é um resultado de uma coisa que já era obvia. Pois o Brasil está ficando para trás no mercado de games, o brasileiro só consome produtos importados e o país tem um grande potencial para consumir e produzir jogos.

Segundo o Cetic.br – Centro de Estudos sobre as Tecnologias da Informação e da Comunicação – indicou que 17% dos brasileiros tem um console e os assinantes de TV a cabo são 7%.

Isso porque o potêncial dos jogadores no Brasil é muito grande: 24% dos brasileiros tem computador, 1 % tem laptops e 74% tem celulares.

Somente o Brasil gasta cerca de US$ 350 milhões por ano com games. No restante do mundo a cifra alcança 50 bilhões de dólares.

Segundo o site do Ministério da Cultura, as inscrições do BR Games começam a partir de 16 de janeiro de 2009 e vão até o final do mês de fevereiro. A seleção terá duas etapas e o resultado final sai no dia 15 de maio.

rodape_noresetnet2

PlayStation 2: Sony decreta guerra contra Tectoy no Brasil

noreset_gamenewszeebovsps2Cido Coelho

O vice-presidente de vendas da Sony Computer Entertainment America (SCEA), Ian Jackson, palestrou sobre o sucesso do PlayStation 2. Durante a palestra o executivo confirmou novamente o interesse da Sony em investir pesado com o console na América Latina. Claro o Brasil está nos planos.

A Sony pretende lançar o console por aqui no segundo trimestre de 2009. Em setembro a Superintendência da Zona Franca de Manaus Suframa – aprovou a fabricação do PlayStation 2 pela Sony na fabrica brasileira que fica na capital amazonense.

Para o Jackson, é um bom momento de investir no Brasil e nos países latinos com o PlayStation 2.

“Obviamente, baseando-se na extensão da América Latina, no número de países, e no tamanho da população, a longo prazo, existe a oportunidade de um mercado muito maior para a SCEA do que o mercado canadense foi”, afirmou o executivo da Sony.

A Sony pretende distribuir o PS2 em três fases: primeiro o console vai para Argentina, Chile, Colômbia e Peru, depois Costa Rica, Equador, El Salvador, Guatemala, Honduras, Nicarágua, Panamá e Venezuela e por último Brasil, Uruguai e Paraguai.

O executivo justificou que o mercado brasileiro merece uma atenção especial pois é daqui que será a maior oportunidade de crescimento do console sonista.

Outro motivo que leva a Sony investir no PS2 é que com a entrada do console, a Tectoy deixará de concentrar esforços no Master System e Mega Drive – que são vendidos por aqui há muito tempo – e  porque o PS2 chegará com o preço equivalente a esses consoles: de R$ 400 a R$ 600.

Zeebo X PlayStation 2

Será o primeiro teste de fogo do novo console que é brasileiro. A Tectoy anunciou essa semana o console que é 100% nacional e promete revolucionar o mercado com a falta de mídia. Pois os games do Zeebo serão comprados por downloads por meio de uma rede de celular.

Quando o Ian, da Sony, anunciou novamente a presença do PS2 do Brasil, eu entendi como uma mensagem velada à Tectoy: tomem cuidado com o seu Zeebo, pois o PlayStation vem com tudo e vamos medir força para quem será o melhor.

Teremos uma briga boa por aqui até o PS3 descer por aqui. Só espero que em 2009 o grande beneficiado seja os gamers.

rodape_noresetnet

Zeebo: brasileira Tectoy lança o quarto videogame da nova geração

noreset_caray
zeebo_1
Cido CoelhoCaros, será que podemos dizer “temos orgulho de sermos brasileiros”? A Tectoy diz sim, nós temos orgulho.
O mercado global de games se surpreende com o anuncio daquela que foi representante brasileiro do console da Sega na “Guerra dos 8 e 16 bits”, com o Master System e o Mega Drive, e agora anuncia um novo console para peitar a família PlayStation, Xbox 360 e Nintendo Wii.

Zeebo, é o nome do console desenvolvido pela Tectoy e a americana Qualcomm. É o primeiro console do mundo que dispensa mídia (e a pirataria), pois o sistema será baseado na internet. E claro é o primeiro console do Brasil a altura dos japoneses (Sony e Nintendo) e yankees (Microsoft)

Vou usar um exemplo que eu li no texto da Clarice no Girls of War: é um videogame com PlayStation Store e Xbox Live embutido sem a possibilidade de usar DVD, BD (Blueray Disc) ou algum tipo de mídia.

A empresa brasileira demorou dois anos e gastou US$ 17 milhões para desenvolver o projeto.  Mudou o nome da empresa nos Estados Unidos de Tectoy of America para Zeebo Inc e junto com técnicos na California, com técnicos especialistas de Israel, China, França, Argentina, Japão, Estados Unidos, liderados pelo Brasil chegaram neste conceito de console.

EA vai produzir Need for Speed para o console brasileiro

EA vai produzir Need for Speed para o console brasileiro

Com isso, o foco da Tectoy serão os 4 maiores países em desenvolvimento – conhecido como Bric – Brasil, Russia, Índia e China, e vencer a luta contra a pirataria,

Para comprar os jogos, você tem que comprar créditos, como um celular pré-pago, e na rede ZeeboNet 3G, que no Brasil a rede será mantida pela Claro, você seleciona os jogos e compra. O cartão de créditos se chamará Z-Creditos (Credits) e tem valores de 20 Z-Credits a 100 Z-Credits. A promessa é de que os jogos custarão a partir de 10 a 30 reais.

A rede ZeeboNet 3G não funcionará pela internet convencional, com cabos e bandas largas. Mas sim por meio de Wireless (conexão sem fio). Você conecta o Zeebo no televisor e o proprio console acha o sinal da rede para acessar a central Zeebo.

Para a Tectoy é será uma revolução na forma de comercialização de games.

“Nosso modelo de comercialização de jogos é revolucionário e corajoso, não abre espaço para a pirataria e oferece uma experiência inovadora para os consumidores”, ressalta o presidente da Tectoy, Fernando Fischer.

especificacoes_zeebo

Quake estará presente no Zeebo do Brasil

Quake estará presente no Zeebo do Brasil

A Capcom, Electronic Arts, Sega, Namco, id Software e Activision prometeram embarcar no Zeebo. A Tectoy afirma que em 2009 a fabricante brasileira (quem diria) de games terá 50 jogos em 2009 no novo console.

Além disso a empresa brasileira está trabalhando num novo controle, o “acelerômetro” terá funções semelhante as do Wii Remote.

A Tectoy prometeu um preço acessível ao console, que deve chegar primeiro no Brasil, custando R$ 600 reais. E a princípio o Zeebo vai ter como rival o PlayStation 2 da Sony, que fabricará o console no Brasil, mas a brasileira quer alçar vôos mais altos.

Em dezembro a empresa espalhara por aí vários Zeebos para os brasileiros conhecerem a peça de perto e assim para ser lançado em março para todo o Brasil.

Parece até intuição. Um dia desses eu e o senhor Gustavo estávamos passeando pela avenida Paulista e disse justamente isso: jogo de video game no Brasil não pode custar acima de 30 reais e no máximo, estourando 50 reais. Pois jogo acima de 100 mangos com certeza, vai alimentar a pirataria porque ninguém, com um poder aquisitivo médio vai torrar 250 reais em um jogo sendo que cada um tem suas prioridades e compromissos.
A proposta do Zeebo é sensacional, ao mesmo tempo que mostra o poder tecnológico do Brasil, ao mesmo tempo demonstra que podemos fazer o nosso próprio console. O projeto tem tudo para dar certo é inovador e ele é equivalente ao PlayStation One e PlayStation 2. Além disso, as grandes produtoras estão de olho no console brasileiro porque com isso pode abrir uma baita oportunidade para a expansão do mercado de games no Brasil.
A Sony chega tarde com a fabricação do PlayStation no Brasil, mas está chegando e aos poucos eu vejo que a industria de games mundial olha para o Brasil com mais respeito e atenção maior.

Estou torcendo para que o Zeebo decole. Vamos dar um crédito para a Tectoy? Pensem nisso…

Confira a galeria do Zeebo

Veja também o vídeo da coletiva da Tectoy sobre o lançamento do Zeebo

rodape_noresetnet

“Brasileiro fica na internet por causa do MSN”, diz Steve Ballmer


O presidente da Microsoft, Steve Ballmer, fez uma visita ao Brasil para motivar os empregados da Microsoft e o executivo concedeu entrevista ao Jornal da Globo, da TV Globo, falou um pouco sobre as perspectivas do mercado global da tecnologia e principalmente por aqui.

Ballmer é muito conhecido pelo seu jeito fanfarrão de ser destacou que sobre a concorrência contra a Google, que domina no mercado de buscas, o executivo comparou a Microsoft como o Davi e a empresa do buscador como o Golias.
“Somos gigantes em alguns mercados e a Google em outros”, afirmou modestamente.

O executivo da Microsoft assumiu o lugar de Bill Gates desde que deixou a companhia para atividades filantrópicas com a sua esposa Melinda Gates. Ele destacou alguns concorrentes como a Apple, que acredita que a companhia da maça psicodélica vai morder 15% do mercado de smartphones com o iPhone. “O mercado de celulares e smartphones é gigante”, explicou.

Sobre o fato do brasileiro ser o internauta que fica mais tempo no computador, o executivo da Microsoft afirmou que isso se dá pelos brasileiros usarem muito o mensageiro eletronico da empresa: o MSN Messenger. Além disso, Ballmer crê que o Brasil passará a ser um dos quatro principais mercados de tecnologia da Microsoft e o mundo estará de olho aqui.

No final da entrevista quando Steve Ballmer foi questionado sobre aposentadoria ele deixou bem claro: “Saio da Microsoft quando o meu último filho se formar na faculdade ou quando nós superarmos o Google no mercado”.

Se lembra do jeito fanfarrão que citei no texto? Pois bem, assista abaixo como que é este executivo:

Esse cara aí que você viu, comanda uma empresa com valor de US$ 60 bilhões. Mas modéstia parte, a alta cúpula do NoReset não fica devendo em nada a esse gringo!

NoReset no WCG Brasil

O NoReset está presente no World Cyber Games Brasil. O maior campeonato de e-sports do mundo. O time NoReset vai participar do torneiro PES 2009, do Xbox 360, mesmo ganhando ou perdendo, você vai conferir aqui todas as informações deste evento que ao mesmo tempo está organizando o primeiro torneio WCG entre blogueiros de games. O grande vencedor ganha uma vaga e viagem para Alemanha com tudo pago.

O WGC aconteceu no último sábado (13) e domingo (14) na Unicsul  Anália Franco, que fica na avenida Regente Feijó, 1295.

NoReset dá WO no WCG

Pois é quando eu e o Gustavo soubemos que fomos chamados para participoar do primeiro torneio de blogueiros dentro da WCG, ficamos satisfeitos e contentes pois graças a vocês que “nos aguentam” o NoReset é bem recebido no mundo online. E a nós agradecemos a Milena Wiek, do Menina que Joga, e muito legal, que foi uma das pessoas que reconheceram a nossa capacidade de ser um blog bacana de games e é claro a organização da One DIgital, liderada pela Tayra Vasconcelos, que é super gente fina, por nos ter convidado para este desafio e por ter compreendido a nossa ausência.

Bom o principal motivo do WO foi falta de logística do próprio blog. Eu e o Gustavo estavamos com os horários enrolados e infelizmente não conseguimos mandar nenhum representante.

Veja abaixo os participantes do 1º campeonato de blogueiros do WCG:

1 –      Sound Test – Maurício Mosquito
2 –      Meio Bit Games – Dori Medeiros
3 –      Jovem Nerd – Bruno Yudi
4 –      Gamer.br – Pablo Miyazawa
5 –     Benzaiten – Bruno Brambilla
6 –      Freeko – Renato Bueno
7 –      Game Girl – Renata Honorato
8 –      Game Reporter – David Lemes
9 –      Hadouken – Cláudio Prandoni
10 –   Judão –  Kim Paiva
11 –   Melhores do Mundo – Júlio César Soares
12 –   Go Luck – Lucas Patrício
13 –   Menina que Joga – Milena Wiek
14 –   Save Game – Carlos Merigo
15 –   Tupinihon – André Kishimoto
16 –   Continue – Fábio Bratch
17 –   Não tão Gamer – Thiago “Borbs” Borbolla
18 –   Puro Pop – Fernando Froio
19 –   Banana Games – Wanderley Scarpignato
20 –   Eu Podo – Octávio Maron
21 –   Game Blog – Fernando Sálvio
22 –  NoReset – Cido Coelho >>> WO
23 –   Bloda – Edoardo “Doda” Vilela
24 –   Gurave Haato desu kA? – Paulo Alkmin
25 –   Oito Bits – Vinícius de Figueiredo
26 –   Hardgamer – André Forte
27 –   Thements – Thiago “Bigods” Vilella
28 –   MMO – Daniel Berton
29 –   Cegos Surdos e Loucos – Eric Franco
30 –   Blog do Morróida – Fábio Rodrigues
31 –   Enloucrescendo – Ian Black
32 –   Anonymous – Lucas de Camillo

Esperamos que em 2009 o NoReset participe de fato da World Cyber Games e continue com a gente, logo vamos trazer mais novidades sobre o primeiro campeonato de blogueiros da WCG no Brasil

GC: Brasil marca presença com game de DS


A produtora brasileira Overplay, de Campinas (SP), marcou presença na Games Convention, que acontece na cidade de Leipzig, na Alemanha, com um game para o portátil Nintendo DS I Wanna Be a Popstar.

O game, que tem a parceria da distribuidora alemã Tivoli, é focado para meninas entre 8 e 14 anos. O objetivo, como o próprio título apresenta, é ser uma popstar.

Nele há minigames de dança, guitarra, teclado e bateria. Os instrumentos podem ser tocados com a tela de toque do portátil. Como uma espécie de Guitar Hero teen, há músicas licencidadas de artistas como Avril Lavigne e Britney Spears.

O lançamento rola na própria Games Convention, porém, o jogo chegará nas lojas a partir de novembro, por meio da Tivoli, na Alemanha, Atari, na Europa, Anuman, na França e na Dreamcatcher, nos Estados Unidos. Por aqui, o I Wanna Be a Popstar será vendido pela JoWood.

Por meio de um contrato com a Tivoli, a brasileira Overplay não podia falar sobre o jogo até o lançamento oficial. Agora com a apresentação na feira européia, os executivos alemães e tupis comemoram.

O game será vendido no preço na tabela de jogos de primeira linha (padrão triple A), custando 40 euros.

Sobre a Overplay – A produtora está em franco crescimento, com capital 100% nacional, a empresa busca profissionais especializados como artistas e designers para aumentar a equipe. Atualmente o quadro da Overplay conta com 28 profissionais, porém, poderá aumentar para 60 pessoas.

INFORMAÇÕES COM UOL

Video Games Live in Brasília


A orgarnização Video Games Live, que foi criado por Tommy Tallarico e Jack Wall, anunciou que a Brasília vai receber um evento no dia 28 de setembro. O show vai acontecer no Centro de Convenções Ulisses Guimarães.

Criado em 2002 por Tallarico e Wall, os compositores realizarão o evento com a Symphonia Vila Lobos.

O Video Games Live é um concerto musical com uma orquestra que toca trilhas sonoras de clássicos dos games como Super Mario Bros, Metal Gear Solid, Final Fantasy VII e entre outros De acordo com a organização do show, cerca de 50% do conteúdo será inedito, incluindo a trilha de Metroid, da Nintendo.

A novidade fica para as novas formas de participação do público. Haverá um desafio de Guitar Hero:Aerosmith, no qual o vencedor da etapa vai jogar o game com o “BGM” tocado pela orquestra. Se o participante conseguir um determinado número de pontos vai ganhar um prêmio.

A venda dos ingressos está previso para acontecer a partir de 18 de agosto.

INFORMAÇÕES COM UOL