• _

Terror! Silent Hill no Wii!

noreset_gamenewssilenthillcover-noscalefernandiouehara_profileO título ficou estranho, eu admito. Parece sarcasmo ou notícia sensacionalista, mas deixa, fiquei com preguiça de mudar. O que importa aqui é dizer que um remake um novo Silent Hill será lançado com exclusividade pro Wii. O episódio será uma reinvenção do primeiro episódio da série, ou seja, você irá controlar Harry Mason em busca de sua filha perdida por Silent Hill.

Detalhes dão conta de que não haverá combate, nem tempo de loading, e a lanterna será controlada pelo Wiimote.

Pra mim, pode ser uma boa. Há quem reclame que Resident Evil perdeu seu status de “survivor horror” desde o 4, já que o foco é a ação. Esse novo Silent Hill pode ser exatamente o oposto disso, já que uma pessoa em sã consciência não partiria pra cima do Pyramid Head com um machadinho furreca…

GDC 09: Nintendo, Nintendo e… Nintendo

banerquadrado_norgdc09

cidocoelho_profileA Nintendo (Chega de falar Nintendo!) foi a notícia do dia.

O presidente da empresa, Satoru Iwata, foi fazer sua palestra na Gamer Developers Conference com uma porrada de novidades para o Wii.

Por isso, improvisei um resumo de tudo que ele anunciou ou deixou de anunciar sobre a Nintendo.

Tem de tudo sobre a Big N, novos jogos, recorde de Wii e de chips AMD. Veja!

Virtual Console ganha jogos de Classic Arcade

gdcvcarcade2

Durante sua palestra, o presidente da Nintendo, Satoru Iwata, anunciou que o Wii Virtual Console ganhou mais uma expansão. É o Virtual Console Arcade. Nele terá títulos clássicos que foram lançados apenas nos fliperamas, na época que Street Fighter e Mega Man não faziam parte do folclore gamer.

Os jogos que estão disponíveis na rede Arcade do Wii são:

* Gaplus (Namco Bandai): 600 Wii Points
* Mappy (Namco Bandai): 500 Wii Points
* The Tower Of Druaga (Namco Bandai): 500 Wii Points
* Starforce (Tecmo): 500 Wii Points
* Space Harrier (Sega) – em breve
* Solvalou (Namco Bandai)  – em breve

Final Fantasy para WiiWare e Virtual Console, mas não se empolgue

wiiwareffdarklord

Na sua lista de anúncios, o presidente da Big N disse que sairá dois jogos para o para WiiWare. O primeiro é o Final Fantasy: My Life as Darklord, que é uma sequência de My Life as a King. E o outro jogo é o Final Fantasy IV: After Years, que anteriormente foi anunciado para apenas os celulares.

Seis versões dos primeiros FF no Virtual Console, agora se empolgue

As seis versões de Final Fantasy que sairam para NES e SNES vão sair para o Virtual Console.

Rock and Roll Climber, only Wii

gdcrockrollclimb

Que tal escalar ao som de um rock and roll? A Nintendo resolveu mixar rock com corrida de escalada e criou o Rock and Roll Climber. No jogo, você vai usar o Nunchuck e o Wiimote para simular os movimentos do braço na escalada e com o Balance Board você vai simular os movimentos dos pés. E quando chega no topo, o que rola? Ah, você pega a guitarra e toca um riff…

Nintendo Wii: 50 milhões pelo mundo

nintendowiiconsolewhbg_580

Novamente, o presidente da Big N comemorou na GDC que o Wii foi o console que vendeu rapidamente mais de 50 milhões na história. Isso não seria novidade, mas você acompanha aqui no NoReset que sempre que divulgamos a nota sobre as vendas da Nintendo, o Wii bate mais de 400 mil consoles por mês, em média. Como o próprio Joystiq disse, o próximo passo da Nintendo será comprar o Japão e renomear para Kirbyland.

amdnintendo

AMD: “Que coisa! Eu também vendi 50 milhões de processadores Hollywood, do Wii”

Uma semana antes da Nintendo fazer tal anúncio, a produtora de chips e processadores AMD anunciou que fabricou 50 milhões de processadores Hollywood, que faz o processamento de gráficos do Wii.

Que coincidência!

The Legend of Zelda: Spirit Tracks

gdczeldaspirit

O Link está de volta em essa nova aventura de Zelda para o Nintendo DS. Segundo o que foi divulgado, o personagem do game está andando de trem e segundo mais rumores, você gamer, poderá criar os chefes e as fases onde Link passará… Vamos esperar o que vai sair disso.

INFORMAÇÕES COM JOYSTIQ
Envie uma frase para noresetpromo@gmail.com e participe. Corra, são os ultimos dias!

Envie uma frase para noresetpromo@gmail.com e participe. Corra, são os ultimos dias!

Activision põe no ar o site de DJ Hero

noreset_plantao
djherosite

Finalmente a Activision mostra a primeira imagem do DJ Hero. O site entrou no ar e lá consta a confirmação de que o jogo sairá para a “Família PlayStation” (Pois só tem a logomarca PlayStation), Wii e Xbox 360.

No site aparece uma pick-up e uma multidão ao fundo – típico daquelas baladas londrinas que enchem a casa – e ao fundo você ouve a galera vibrando. Isso se você tiver uma caixinha de som ligada por aí…

O DJ Hero foi anunciado no final de janeiro pelo executivo-chefe da Activision, Bobby Kotick, que já tinha confirmado durante o Forum Economico Mundial que o controle do jogo será uma pick-up.

O jogo deve seguir a mesma linha do seu irmão mais velho, o Guitar Hero. Onde quem fizer um bom mix, tocando bem a música, ganha.

De acordo com o site Finalboss, o site de músicas The Daily Swarm informou que Z-Trip aparecerá como um avatar. Além disso, pode ser que o DJ Shadow, Mixmaster Mike e Daft Punk estarão no “casting” do game. A Activision e a FreeStyleGames não confirmam nada.

Envie uma frase para noresetpromo@gmail.com e participe. Corra, são os ultimos dias!

Envie uma frase para noresetpromo@gmail.com e participe. Corra, são os ultimos dias!

GDC 09 começa com discussão para novas alternativas

banerquadrado_norgdc09cidocoelho_profileNa última segunda-feira (23), produtores e representantes das grandes e pequenas empresas de games do mundo todo se reunem na Game Developers Conference, até o dia 27 de março, em San Francisco, Estados Unidos, para discutir o que fazer no meio desse cataclisma financeiro.

De 2007 para 2008 o mercado de games teve um salto nas vendas. Segundo o NPD Group, foram 17 bilhões de dólares e US$ 21 bilhões respectivamente.

Para este ano será uma dúvida. Por isso, a GDC, que acontece em San Francisco, é uma forma para discutir saídas para a crise.

Como sempre faz a organização da GDC, os dois primeiros dias são reservados para o as plataformas móveis. Entretanto, os jogos independentes, em forma de webgames e novas alternativas, entenda como Zeebo, ou o Wii e os seus jogadores casuais, darão as caras durante toda a GDC.

Além disso, o GDC terá foco para novas formas de jogar vídeogame, como os iPods e iPhones e é claro, como citei, o brasileiro Zeebo.

A GDC pode ser considerado um evento democrático, pois nele acontecerão palestras e todos que desejam uma oportunidade terão o foco da impresa gamística internacional. Os gigantes hi-tech terão que se comportar com respeito entre todos os produtores presentes.

Envie uma frase para noresetpromo@gmail.com e participe. Corra, ultimos dias!

Envie uma frase para noresetpromo@gmail.com e participe. Corra, ultimos dias!

Mais membros decepados em Londres na campanha de Madworld

noreset_fuleiragensmadworldlondresfernandiouehara_profileA campanha da Capcom de espalhar membros decepados pela cidade deve ter dado certo em Londres, já que a Sega resolveu imitar e espalhar braços monocromáticos para divulgar Madworld.

Dessa vez, a campanha chamou atenção do respeitadíssimo jornal The Sun, famoso por sua credibilidade. Tá, vai, sarcasmo pela internet fica meio esquisito. O The Sun é um tablóide que só fala besteira, caso você já não saiba. Enfim, o jornal tablóide inglês achou a campanha um absurdo, e reclamou de todas as maneiras.

É claro que isso é uma notícia extremamente relevante pro povo inglês e pra você, estimado leitor do NoReset. O que será do mundo com essa atrocidade chamada videogame? Tenho certeza que Jack o Estripador jogava Madworld e ficou tão perturbado com os anúncios que ele teve que matar todas aquelas pessoas.

Sim, porque todo mundo que joga videogame violento vira psicopata, certo? CERTO?!

Envie uma frase para noresetpromo@gmail.com e participe. Corra, ultimos dias!

Envie uma frase para noresetpromo@gmail.com e participe. Corra, ultimos dias!

Media Create: Sony permance na frente!

noreset_gamenews
mediacreate_logcidocoelho_profileÉ possível isso? A Sony continua na frente nas vendas!

A famosa instituição que capta dados no Japão – Media Create – apurou que a Sony está vivendo tempos de bons frutos. Na semana entre 9 e 15 de março, o pequeno da “Família PlayStation” ficou na lideranças nas vendas na terra do sol nascente.

Segundo o relatório da Media Create, os PSPs coloridos – que foi lançado no começo de março – foram os “culpados” de levar a Sony ao topo das vendas. E não é só isso, a Sony comemora o bom desempenho das vendas do seu PlayStation número três – que continou no segundo lugar.

Isso se deve aos lançamentos de Yakuza 3 e Resident Evil 5. Assim a Sony ficou com cerca de 54% do mercado e a Nintendo com 40 por cento. Os outros 6% ficaram com a Microsoft.Será que acabou o período de vacas magras na Sony?

Confira no gráfico:

grafico_vendasmar09pspps3lider2

rodape_promo2

Need for Speed Shift e as primeiras imagens

noreset_gamenewsneedorspeedlogonfss6

cidocoelho_profile

O primeiro Need for Speed prometido pela EA Games já tem as primeiras imagens disponíveis para o público. O Need for Speed Shift será voltado para jogadores hardcore e está prometido para PC, Xbox 360, Nintendo Wii, PlayStation Portable e PlayStation 3.

O jogo promete ser muito bonito. Agora se a diversão é garantida? Aí vai ser outra história…

Veja na galeria abaixo os fotos do NFS Shit Shift:
 

INFORMAÇÕES COM KOTAKU E UOL GAMES

rodape_noresetnet3rodape_promo


Novo Punch-Out! Waggle só se você quiser!

noreset_gamenewspunchoutfernandiouehara_profileVou ser sincero aqui: nunca joguei nenhum Punch-Out!, então quando anunciaram o jogo pro Wii, nem liguei muito. Além disso, quem jogou boxe no Wii Sports já sabe, boxe no Wii é sinônimo de chacoalhar o controle quem nem bobo, o famoso waggle, no original em inglês.

Acontece que Punch-Out! é uma franquia famosa da Nintendo, e muitos fãs saudosistas pularam da cadeira quando souberam que o jogo seria lançado ainda esse ano. Dia 19 de maio, pra ser mais exato.

Agora, a notícia que me animou a fazer esse post e esperar pelo jogo: o controle de movimentos é totalmente opcional. Pra quem não quiser ficar chacoalhando os braços loucamente e jogar que nem gente decente, basta virar o Wiimote de lado e jogar como se faria no NES!

Boa jogada da Nintendo. É assim que todos os jogos de Wii deveriam ser. Agora, sim, com um Punch-Out decente e Sin & Punishment 2 chegando, não tem como reclamar que a Big N abandonou os “hardcores”.

Mesmo que eu odeie essa palavra…

rodape_noresetnet3 

Madworld poderá ter sequência se vender bem

noreset_plantao

Tá vendo alguma coisa nítida na foto? Nem eu...
Tá vendo alguma coisa nítida na foto? Nem eu…

gustavooliveira_profileMadworld é o jogo da salvação. Na verdade é um jogo da dupla salvação:  da Sega e da Nintendo.
Não que eu não goste do Wii (Acredite, eu gosto bastante), mas está faltando um jogo pauleira para o console.

Se o jogo tricolor da Sega emplacar, uma legião de nintendistas sedentos por sangue (Existe isso?) farão a festa e a mãe de Sonic saíra linda e poderosa por seu novo jogo. O esquema de matar inimigos com serra elétrica assim como Gears of War, o jeitão gibi e os mares de sangue parecem ser bem inovadores.inaba

Queiram vocês ou não, muita gente está de olho nesse jogo e está torcendo por ele. E a Platinum Games está acompanhando de perto essa especulação toda.

Veja só o que Atsushi Inaba (foto), um dos cérebros da produtora, disse em uma entrevista:  

 

“A Platinum Games tem vários direitos autorais e por esse motivo desenvolveremos algo novo depois MadWorld. Porém, ainda assim, faremos outro jogo dependendo do grau de sucesso do game”.

Ok. Tudo muito legal, tudo muito lindo. Mas espere um pouco! Não é um problema duas empresas grandes como a Nintendo e a Sega ficarem dependendo de UM ÚNICO jogo para ter que sair da lona?

rodape_noresetnet3

No More Heroes e sua louca genialidade

noreset_fuleiragensno-more-heroesFernando UeharaHá uma linha tênue que separa a loucura da genialidade, e Suda51 se equilibra nela de ponta-cabeça segurando um guarda-chuva. Ou uma beam katana. Nesse primeiro mês de 2009, comemora-se os 41 anos de vida de Goichi Suda, e o primeiro ano da chegada de sua obra máxima ao ocidente. No More Heroes é uma obra-prima que reúne doses certas de ação e doideiras cômicas, com muito estilo, carisma e criatividade. Por tudo isso, é o meu jogo preferido e eu vou dizer o porquê nesse post, então me acompanhe em um tour por Santa Destroy e seu divertido mundo de bizarrices.

It’s killing time!

Travis Touchdown é o personagem principal, e resume bem o espírito do jogo. Gamer, otaku, estiloso e desbocado, Travis é a encarnação da atitude punk/indie de Suda51 e sua produtora Grasshopper. Uma das grandes atrações de No More Heroes é justamente poder controlar Travis e observar suas reações durante as cutscenes.

nmh2

Tudo no jogo esbanja personalidade e atitude, a começar pelos gráficos. Indo na contramão de tudo que representa o mercado de games atual, No More Heroes apareceu como jogo exclusivo do console menos potente dessa geração, apresentando gráficos estilizados que mais parecem vindos de um jogo de Dreamcast. Há quem diga que o visual é feio, mas a impressão que passa é de se estar jogando uma HQ em movimento.

If challenge had a taste, you’d be quite delicious!

A jogabilidade é outro ponto forte. As lutas são rápidas, intensas e, sobretudo, extremamente violentas, sem deixar o bom humor de lado. A grande sacada não foi o que o time de produção resolveu fazer com o Wiimote, mas sim o que eles decidiram NÃO fazer. Golpes com a beam katana não são realizados sacudindo o controle, o sensor de movimentos é guardado somente para movimentos finalizadores com a arma ou em golpes de luta livre. Desferir o golpe final através de um movimento do braço e ver uma fonte de sangue e moedas jorrar dos inimigos derrotados é extremamente divertido e não cansa nunca.

nmh1

Mas o melhor ainda está por vir. No More Heroes tem o melhor uso do Wiimote até hoje, e a mecânica não tem nada a ver com sensores de movimento. O controle é o único dessa geração que possui caixas de som, e Suda51 não deixou nem mesmo esse pequeno detalhe passar em branco. Antes de cada luta contra os chefes, você recebe uma ligação em seu celular, e a voz sai pelo controle. Genial! A primeira vez que isso acontece, é inevitável levar o Wiimote até a orelha como se fosse um celular, e sorrir pelo momento genial proporcionado por Travis e por Suda51.

He only looks tough because his mother was an ugly bitch!

Falando nisso, quem faz essa ligação é Sylvia Christel, agente que organiza as lutas rankeadas. A química entre ela e Travis é perfeita, e a dupla é responsável pelos diálogos mais engraçados dos últimos tempos.

nmh3

Os personagens secundários mantém o nível de carisma lá no alto, principalmente os assassinos rankeados. É um tipo mais esquisito que o outro, cada um com seu estilo, sua personalidade e seu método de combate. As cutscenes antes e depois das lutas são curtas, mas inspiradas e na dose certa pra você conhecer e se importar por quem vai lutar/acabou de matar. A dublagem contribui bastante nesse aspecto, já que os atores conseguiram imprimir uma quantidade absurda de personalidade a seus respectivos personagens.

Head to the Garden of Madness!

No More Heroes não é unanimidade. Há quem ame, há quem odeie, há quem nem se importe. Está longe de ser um jogo perfeito, e muito da diversão depende do quanto você se identifica com os personagens e com o mundo louco do jogo. Os gráficos estilizados não agradam a todos, e o mundo aberto é pobre e deixa muito a desejar.

nmh4

Mas se você procura por atitude e personalidade, No More Heroes é o seu jogo. Suda51 não tenta ser realista em momento algum. Ao contrário dos jogos hardcore em alta definição, No More Heroes não tenta fazer com o que você esqueça que está jogando videogame. A arte pixelada é intencional e o clima gamer é forte durante toda a aventura de Travis Touchdown rumo ao topo. A diversão de No More Heroes não vem apenas da sólida jogabilidade, mas de toda a experiência cômica, visual e sonora proporcionada. Em termos de carisma, atitude e personalidade, vai ser difícil superar esse jogo num futuro próximo.

Isso é, pelo menos até sair No More Heroes: Desperate Struggle no ano que vem!