• _

Rumor a vista: Xbox Natal em 2010?

O NoReset não é programa do Milton Neves para especular ou criar fatos, porém, vou especular desta vez. A ideia de refletir sobre o que pode vir é a nota do Kotaku, que publicou uma nota chamada “New Xbox to launch in 2010?” Que comenta sobre a declaração de Shane Kim, da Microsoft, contando aos jornalistas de games e tecnologia afoitos, após apresentação do Project Natal na E3, que o seu protótipo teria um lançamento equivalente a um lançamento de um console…
“Equivalente a um lançamento de um console…”: isso ecoou na minha cabeça como uma pista. A nota do Kotaku conta que segundo o site 1UP, a rumorama da vez é que mesmo o Projeto Natal for lançado aos consoles Xbox 360, a Microsoft engatará um novo Xbox no mercado.
O “novo” console não seria nada fodasticamente revolucionário, e sim seria um console com a tecnologia melhorada – acredito eu, como a Sony pegou os consoles trambollhos (PSX, PS2 e logo mais o PS3 que viraram Slim) e melhoraram a engenharia da placa, reduzindo custos.
O boato especula que o novo Xbox teria uma velocidade de frames mais rápidos e melhora de gráficos superior ao atual X360. Como a nota do Kotaku diz, mas parece uma incrível loucura, mas a Nintendo fez o mesmo com o seu Wii, que relançou o seu console em uma caixa nova e um novo estilo de controle – se não to errado essa informação vem da época que o Wii era o protótipo Nintendo Revolution.
Como a própria nota do Kotaku aponta, realmente um novo console, com melhorias poderia otimizar a produção de jogos aos produtores de games, mas ao mesmo tempo, deixando os donos dos atuais Xbox 360 meio com a pulga atrás da orelha e um console razoavelmente ultrapassado.
O Kotaku tentou entrar em contato com a Microsoft e até agora não tiveram retorno. E vou dar mais uma especulada, se o console sair embutido com o Projeto Natal, eu não me surpreenderia que “novo” console repaginado se chamaria “Xbox Natal”.
Críticas, ofensas, palavrões (não vale chingar a mãe!), aqui embaixo, por favor…
INFORMAÇÕES COM KOTAKU, 1UP E DEPARTAMENTO DE RUMORES DO NORESET

noreset_analisexboxnatal_logo
cidocoelho_profileO NoReset não é programa do Milton Neves para especular ou criar fatos, porém, eu vou especular desta vez.  A ideia de refletir sobre o que pode vir é a nota do Kotaku, que publicou uma nota chamada “New Xbox to launch in 2010?”, que comenta a declaração de Shane Kim, da Microsoft.

Ele conta aos jornalistas de games e tecnologia afoitos, após apresentação do Project Natal na E3, que o seu protótipo teria um lançamento equivalente a um lançamento de um console…

Equivalente a um lançamento de um console...”: isso ecoou na minha cabeça como uma pista. A nota do Kotaku conta que segundo o site 1UP, a rumorama da vez é que mesmo o Projeto Natal for lançado aos consoles Xbox 360, a Microsoft engatará um novo Xbox no mercado.

O “novo” console não seria nada fodasticamente revolucionário, e sim seria um console com a tecnologia melhorada – acredito eu, como a Sony pegou os consoles trambollhos (PSX, PS2 e logo mais o PS3 que viraram Slim) – reconstruindo a placa para reduzir custos.

O boato especula que o novo Xbox teria uma velocidade de frames mais rápidos e melhora de gráficos superior ao atual X360. Como a nota do Kotaku diz, mas parece uma incrível loucura, mas a Nintendo fez o mesmo com o seu Wii, que relançou o seu console em uma caixa nova e um novo estilo de controle – se não to errado essa informação vem da época que o Wii era o protótipo Nintendo Revolution – se eu estou, podem falar, estou escrevendo no impulso!

Como a própria nota do Kotaku aponta, realmente um novo console, com melhorias poderia otimizar a produção de jogos aos produtores de games, mas ao mesmo tempo, deixando os donos dos atuais Xbox 360 meio com a pulga atrás da orelha e um console razoavelmente ultrapassado. O Kotaku tentou entrar em contato com a Microsoft e até agora não tiveram retorno.

E vou dar mais uma especulada, se o console sair embutido com o Projeto Natal, eu não me surpreenderia que “novo” console repaginado se chamaria Xbox Natal.

Críticas, ofensas, palavrões (não vale chingar a mãe!), aqui embaixo, por favor… Vou dormir, fui!

INFORMAÇÕES COM KOTAKU, 1UP E DEPARTAMENTO DE RUMORES DO NORESET

O Início da Fantasia – Final Fantasy II

noreset_analise

Amano_FFII_Cast

wesleypires_profileOlá fanboys, gamers e whatever. Faz tempo que não uso esta introdução, nem tinha me dado conta. Desta vez darei continuidade à outra série de matérias, falando sobre o segundo jogo da franquia, que é Final Fantasy II.

Depois do estrondoso sucesso do primeiro jogo, A Square não quis perder tempo e já arregaçou as mangas para fazer um segundo jogo. Entretanto, como podem ver o primeiro jogo era uma história fechada, logo não dava brechas para uma possível continuação. Então decidiram criar uma história diferente, mantendo os aspectos do primeiro jogo, e acrescentando adições. Com isso, Final Fantasy II foi lançado no Japão em 17 de Dezembro de 1988, com Hironobu Sakaguchi, Yoshitaka Amano e Nobuo Uematsu repetindo a parceria vencedora.

Capa da versão de NES

Capa da versão de NES

Ao começar o jogo, vimos uma grande mudança, pois ao invés de ter a tradicional tela para nomear os personagens, começa já em uma batalha com os 4 personagens controláveis que são Firion , Maria, Gus e Leon, cada um com sua própria história, habilidades e o próprio nome, algo muito importante. No Reino de Fynn, o Imperador Palamencia começa a sua campanha de dominação de todo o mundo, e os protagonistas estão fugindo dos soldados do imperador, após terem a sua vila atacada por eles, sobrevivendo apenas os quatro. Após serem emboscados e ficarem à beira da morte, Firion, Maria e Gus são resgatados pelos homens da Princesa Hilda, que montou uma base rebelde perto da cidade de Altair. Os três decidem se juntar aos rebeldes para vingar o povo de sua vila, assim como reencontrarem o irmão de Maria, Leon. Mesmo com objetivos claros, ao  desenrolar veremos que a história é bem mais complexa, e nos encontramos com outros personagens que nos auxiliam, como o White Mage Minwu, o minerador Joseph, os príncipes de Kashuan Gordon e Scott, a pirata Leila e o Dragoon Ricard Highwind.

Foram adicionadas novas adições à jogabilidade. Mesmo sendo um RPG tradicional, o sistema de evolução é bem peculiar, já que ao invés de ganhar níveis, os atributos são medidos de acordo com o uso. Por exemplo, ao ganhar dano o seu HP e defesa aumenta , ao usar um tipo de arma especifica, a sua aptidão para  usar aquela arma aumenta, bem como aumenta o seu ataque, ao usar uma determinada magia, o nível dela aumenta. Contudo, existe uma série de bugs no jogo, sendo o mais famoso deles envolvendo sistema de evolução. Você podia acionar o comando para atacar, e ao passar o comando para outro personagem e voltar para o primeiro, o comando dado anteriormente ainda era computado, assim como os pontos de experiência. Assim em apenas uma batalha era possível evoluir os seus atributos rapidamente, e para aumentar os pontos ganhos era permitido atacar os membros da própria party.

FF_II_JAP_Battle

"Ih, acho que vamos perder!"

Assim como o seu predecessor, nas lutas eram posicionados 4 personagens, sendo que 3 eram os principais (Firion, Maria e Gus) e o quarto era outro personagem auxiliar, como Minwu, Leila e Leon. Porem você podia posicionar na linha de frente ou de trás (back row), sendo que os da linha de trás são imunes à ataques físicos porem causavam dano através de arcos e mágicas. Os inimigos também seguem o mesmo esquema, podendo ter 8 inimigos na tela, para causar dano físico à linha de trás, a linha da frente deve ser destruída. Outro conceito usado no jogo são as palavras chaves, aprendidas conversando com os NPC (Non-Player Charactere). Ao aprender as palavras chaves, você pode dizê-las a outros NPCs para progredir na história ou conseguir informações úteis.

"Receba esta rosa como parte do meu respeito!"

"Lombardi, qual é a resposta certa?!"

Somos apresentados a dois elementos que também marcarão presença nos próximos jogos. O nome Cid é mencionado no primeiro jogo (Versão Dawn of Souls) como o homem que criou as Airship, porem a partir do segundo jogo, sempre há um personagem chamado Cid, normalmente envolvido com Airships. Porem o outro elemento adicionado aqui são os Chocobos. Chocobos são criaturas parecidas com o Avestruz, de cor amarela, e são encontrados em pequenas florestas de formato circular. Usando eles, a velocidade ao trafegar no mapa-múndi aumenta, alem de não haver batalhas aleatórias.

01

"Olha o Chocobo ai, minha gente!!!"

E indo para a seção “Som Brasil” da série (mentira!), é valido fazermos um adendo à trilha sonora do jogo. Nobuo Uematsu alem de manter os temas mais clássicos como “Prelude”, criou temas novos, principalmente a “Chocobo’s Theme”, musica que toca ao montar em um Chocobo, que mesmo sendo bem simples, ela é extremamente grudenta. Dentre outras, podemos citar:

– “Rebel Army’s Theme

– “Town

– “Main Theme

– “Imperial Army’s Theme

– “Dungeon

– “Airship

– “Finale

As versões das musicas para os remakes de WonderSwan, Game Boy Advance e PSX foram remasterizadas por Tsuyoshi Sekito.

Como o primeiro jogo, o segundo jogo foi bem recebido, apesar das criticas quanto ao método de evolução. O fato dos personagens terem cada um a sua história foi um grande atrativo, bem como os conflitos envolvendo o Império e os rebeldes. Tentaram lançar o jogo para o ocidente, com o subtítulo “Dark Shadow Over Palakia”, porem foi adiado por falta de tempo. Por causa disso, Final Fantasy II foi um dos primeiros títulos da série a ter tradução feita pro fâs, até sair a versão traduzida no Final Fantasy: Origins e Dawn of Souls. Durante as adaptações para outros consoles, os nomes sofreram mudanças. Por exemplo, Firion no NES se chama Firionel, Gus era Guy, e Leon era Lionheart ou Leonheart.

Versão para PSX

Versão para PSX

Sendo bem imparcial, creio que FFII abordou um esquema de evolução de personagens bem interessante, porem foi lançado em uma época errada. Jogos como Fable e Fable 2 são um grande sucesso, e usam um esquema similar de evolução, já que as suas ações influenciam nos poderes dos personagens, e na própria aparência do mesmo. Creio que se esse jogo não fosse Final Fantasy faria um sucesso pela inovação. O esquema de evolução me atrapalhou um pouco, já que para uma magia ser útil, você deve usar ela várias vezes. Até mesmo quando a magia Ultima é adquirida você deve usá-la muito para ser uma magia realmente útil, isso me deixou um pouco frustrado. Mas a história me agradou, já que temos personagens com personalidades próprias, personagens secundários também com uma carga dramática maior que o comum em RPGs, fazendo você se importar com eles, mesmo sabendo que daqui a pouco ele pode sair de seu grupo, ou até mesmo morrer.

Caraca, essa parte me deu um certo trabalho, já que muita gente não é favorável a esse jogo, mesmo sendo um bom episódio da franquia (ou não!). Bom, acho que vocês sabem contar (Ou não. Huahuahua!), então sabem o que esperar. Provavelmente vocês viram o próximo jogo só no Nintendo DS, então antes de tudo, joguem a versão de NES do Final Fantasy III e esperem outra ótima matéria, do que eu acho o melhor jogo a fechar a geração 8 bits de Final Fantasy.

"Lol, eu sei contar!"

"Lol, eu sei contar!"

Governo da Alemanha diz: vaza, Crytek!

Governo da Alemanha diz: vaza, Crytek!
Os ministros da Alemanha aprovaramm uma lei que pretende perseguir quem desenvolve e comercializa os jogos violentos no país.
A Crytek, que é criadora de Crysis (que já tem duas versões) está na mira. O governo alemão quer banir os desenvolvedores deste tipo de jogo.
Agora os alemães querem que os desenvolvedores jogos obedeçam as normas que foram definidas por 16 ministros, em setembro do ano passado.
Quem não seguir as regras, vão ser convidados a saur da Alemanha.
Até agora a Crytek não comentou sobre a decisão do legislativo alemão.
A Alemanha é um dos países mais rigorosos na classificação de jogos. O país já baniu o Gears of War, Dead Rising, de Xbox 360. De acordo com o portal UOL, a Sega já desistiu de lançar jogos como House of the Dead: Overkill e Mad World.
Um dos motivos é que um lesado jovem alemão de 17 anos matou 15 pessoas num colégio no sul do país germânico. E a “culpa” foi de Counter Strike. Para variar, a culpa é do game e não do cara que fez o crimenoreset_plantaoOs ministros da Alemanha aprovaramm uma lei que pretende perseguir quem desenvolve e comercializa os jogos violentos no país.
noreset_plantao
800px-Flag_of_Germany.svgcidocoelho_profileOs ministros da Alemanha aprovaramm uma lei que pretende perseguir quem desenvolve e comercializa os jogos violentos no país. A Crytek, que é criadora de Crysis (que já tem duas versões) está na mira.
O governo alemão quer banir os desenvolvedores deste tipo de jogo. Agora os alemães querem que os desenvolvedores jogos obedeçam as normas que foram definidas por 16 ministros, em setembro do ano passado.
35CA6F_1
Quem não seguir as regras, vão ser convidados a saur da Alemanha. Até agora a Crytek não comentou sobre a decisão do legislativo alemão.
A Alemanha é um dos países mais rigorosos na classificação de jogos. O país já baniu o Gears of War, Dead Rising, de Xbox 360. De acordo com o portal UOL, a Sega já desistiu de lançar jogos como House of the Dead: Overkill e Mad World.crysis-scr02
Um dos motivos é que um lesado jovem alemão de 17 anos matou 15 pessoas num colégio no sul do país germânico. E a “culpa” foi de Counter Strike. Para variar, a culpa é do game e não do cara que fez o crime.
INFORMAÇÕES COM UOL JOGOS

Resumo da Semana – 07/06/2009

[Por dentro da E3] Giro Gamer – 06/06/2009

rapidasgirogamer_noresetbanerquadrado_nore3 09

Leia aqui no NoReset quais foram as principais novidades da feira nestes três dias

 

Left 4 Dead 2
Em menos de seis meses o game ganha uma continuação, para a surpresa de todos os presentes na feira. Isso, porque, a Valve costuma demorar para lançar um jogo – e esse demorar é demorar anos até chegar no formato que seja bacana para todo mundo.
A Valve deixa todos tranquilos porque em declaração afirmou que vai manter o suporte da primeira versão e assim deixar ambas versões atualizadas. A grande novidade é que você poderá matar zumbis durante o dia. 
Como você observa a imagem e a história é seguida com outros personagens não estavam presentes na primeira versão
O jogo sairá para o PC e Xbox 360 no dia 17 de novembro.
Guitar Hero 5
A grande inovação do game é o modo Party Play, em que não tem como o gamer errar nas músicas pois os jogadores podem entrar e sair da partida em qualquer momento para descansar as mãos, que sofrem muito dependendo da música.
Nesse modo de jogo da para criar várias formações como uma banda com 3 vocalistas e um baixistas ou até mesmo 4 bateristas no mesmo modo de jogo.
O jogo também será o pioneiro após a versão Metallica a ter o modo Expert Plus para a bateria. Nesse modo, o jogadore terá que jogar com os dois pedais.
Além disso, o conteúdo baixável do GH: World Tour será compatível com o novo game.
—-
Rare apagada! Motivo: Projeto Natal
A Rare passou batida pela E3, a Microsoft deixou a produtora matutando um jogo novo que use os recursos do Project Natal, que foi a principal estrela da conferência da Microsoft.
Porém, não é só a Rare que trabalha em um jogo: a Bungie (criador de Halo) e a Epic (Gears of War) também trabalham em jogos para a aposta tecnológica da Microsoft.
Alan Wake: mais um classic Silent Hill com último Alone the Dark?
A empresa Remedy volta a mostrar algumas imagens do jogo e explicam como deve ser a mecânica do game. Isso porque o jogo foi anunciado em 2005.
O personagem que dá o nome ao game é um escritor de livros de suspense que sai de férias com a esposa. A esposa desaparece por meio de uma força sobrenatural, que desafia Alan. E para conseguir a mulher de volta ele terá que entregar um manuscrito de um livro que ele não lembra de ter escrito. Essa história acontece na cidade de Brightfalls
Enfim, essa história tem um ar de Silent Hill com Alone the Dark. O jogo deve chegar em março de 2010 para Xbox 360 e PC.
Tony Hawk e o seu controle-skate
Após um ano no anonimato, a Activision volta com o game repaginado e pronto para brigar com o game Skate, da Electronic Arts.
A meta da produtora é fazer com que o jogo volte aos tempos áureos, quando o Tony Hawk vendia que nem água.
Por isso, o controle em formato de skate pode ser um grande atrativo aos gamers. Pois, a prancha funciona detectando movimento, com quatro sensores de luz infra-vermelho, que detectam os movimentos da perna ao se mexer na prancha como ao pôr o pé no chão.
—-
Modern Warfare 2 tem fase no Brasil
Activision separou o Modern Warfare da série Call of Duty e o game ganhou independência como franquia própria.
A produtora criou uma fase brasileira, nas favelas do Rio de Janeiro. Eles juram que fizeram uma pesquisa para não fazer cagadas e criar imagens erradas do nosso País.
O game teve boa evolução gráfica, muita ação e promete deixar os fanáticos por tiro malucos, da mesma forma que o Call of Duty fez.
—-
Rock Band: The Beatles
Apesar do estardalhaço, o game tem a mesma estrtura, com a diferença é que os meninos de Liverpool estarão lá de forma virtual.
O game trará momentos retrôs, com rápidas conversas enrte os membros, retiradas de várias gravações.
O jogo será lançado com quarenta e cinco músicas e tem um visual leve e agradável e da mesma forma que Guitar Hero 5, o game vai permitir que o gamer jogue com três vocalistas. Outra novidade é o modo Quick Play que trará de cara todas as músicas liberadas.
—-
New Super Mario Bros Wii não terá modo multiplayer online
Em entrevista coletiva, Shigeru Miyamoto contou que o game terá modo para até quatro jogadores offline.
Motivo: pode prejudcar o processamento do Wii se tivesse vários jogadores na rede. O game será ´raticamente  igual ao do DS.
Sony está enrascada! O que fazer com os donos do PSP que tem jogos em UMD
A Sony planeja uma forma para que os donos do PSP que tenham vontade de ter um PSP Go – que só terão jogos adquiridos por download -, sejam estimulados a trocar os jogos UMD por jogos digitais.
Até o momento a Sony pensa em criar nos Estados Unidos alguns quiosques em lojas para que o gamer faça a troca do UMD pelo jogo digitalizado no ato da compra do PSP Go.
Eles querem resolver essa bucha até o dia 1° de outubro, dia que o novo portátil será lançado.
Sonic & SEGA All-Stars Racing é cópia de Mario Kart
Pela primeira vez após o absurdo de lançar um Sonic R, para o Sega Saturn, em que o Sonic aposta corrida com personagens Sega na sola do sapato, a Sega se rende ao  acelerador, freio e volante e lança o Sonic & SEGA All-Stars Racing.
O legal são os belos gráficos e a diversão é como jogar Mario Kart, porém com o Sonic.
Wii, PS3, Xbox 360 e Nintendo DS vão ganhar uma versão do jogo que deve ser lançado em 2010.
—-
Balanço: E3 foi bem sucedida
cidocoelho_profile
Nós sabemos que durante a semana boa parte da audiência NoReset está trabalhando, na escola ou faculdade e não pôde acompanhar as principais novidades da E3 2009, que aconteceu no Los Angeles Convention Center, nos Estados Unidos.
Por isso, priorizamos as principais informações da E3 para este final de semana e para este Giro Gamer Especial E3 2009.  Leia aqui no NoReset quais foram as principais novidades, que talvez você possa ter ou jogar em breve, após a exibição ao público gringo. 

Continue lendo

25 anos de Tetris – 25 лет Tetris

noreset_especial

Tetris do Game Boy: a Nintendo foi um dos reponsáveis pelo sucesso dos russos (atenção: esse vídeo tem 32 minutos) 
A gigante da internet Google prestou uma homenagem ao famoso game russo (ou soviético) Tetris, que fez 26 anos. No buscador, ao invés de ter a marca Google tradicional

A gigante da internet Google prestou uma homenagem ao game russo (ou soviético). A logo é construida com os bloquinhos

cidocoelho_profile

gante da internet Google prestou uma homenagem ao famoso game russo (ou soviético) Tetris, que fez 26 anos. No buscador, ao invés de ter a marca Google tradicional
Desenvolvido em 06 de junho de 1984, por Alexey Pajitnov e Dmitry Pavlovsky,os engenheiros da Acadêmia Russa de Ciências, revolucionaram o mundo dos games com a sua simplicidade de jogar o quebra-cabeça os famosos bloquinhos coloridos que são encaixáveis. Até agora, game já vendeu mais de 125 milhões de cópias para 30 tipos de consoles.
O jogo já entrou no livro dos recordes, Guiness, sendo o jogo mais portado e com o maior número de variantes oficiais e não-oficiais.
Além disso, o game é um dos 10 jogos mais baixados na Apple Store, desde que Tetris foi lançado para iPod Touch e iPhone. O Nintendo Game Boy teve a versão mais bem vendida e sucedida.
“O jogo tem um tipo de espírito criativo ao invés da destruição que você encontra em jogos de tiro e na maioria dos outros títulos. Nele você cria algo”, diz Pajitnov. “Você pega o caos das peças caindo aleatoriamente e as coloca juntas em um tipo de ordem. Isso dá às pessoas um ótimo sentimento”, diz o contente Alexey Pajitnov.
O jogo ainda não tem data para ser descontinuado ou abandonado.
Desenvolvido em 06 de junho de 1984, na então União Soviética,  por Alexey Pajitnov e Dmitry Pavlovsky, os engenheiros da Acadêmia Russa de Ciências, revolucionaram o mundo dos games com a sua simplicidade de jogar o quebra-cabeça os famosos bloquinhos coloridos que são encaixáveis.
Até agora, game já vendeu mais de 125 milhões de cópias para 30 tipos de consoles.

Continue lendo

[Por dentro da E3] Assita alguns dos principais lançamentos da feira!

banerquadrado_nore3 09cidocoelho_profileA E3 2009  encerrou nesta sexta-feira, porém, ainda temos muito o que falar. Veja abaixo alguns dos principais lançamentos da feira.

São sete trailers para você, internauta do NoReset, assistir e ficar mais ansioso com as novidades que a feira de games, em Los Angeles mostrou.

Os jogos que você vai assistir agora são: Left 4 Dead 2, Assassins Creed 2, Rock Band: The Beatles, Halo 3: OSDT, Wolfenstein, God of War III e Marvel Vs. Capcom 2: New Age of Heroes. Continue lendo

Ilustradores mostram a sua devoção pela Chun-Li

Ilustradores mostram a sua devoção pela Chun-Li
Quero agradecer o leitor Anderson Camacho, que deu a dica de um grupo de ilustradores que são fanáticos pela Chun-Li.
No blog Abduzeedo encontrei várias imagens em que os fãs mostram a sua devoção pela lutadora chinesa de Street Fighter.
Por isso, veja agora as imagens muito bem desenhadas, ilustradas e em várias perspectivas da musa dos games e dos gamers.
noreset_carayChun_Li_SF_Card_by_Omar_Dogancidocoelho_profileQuero agradecer o leitor e amigo Anderson Camacho, que deu a dica de um blog onde um grupo de ilustradores mostram que são fanáticos pela Chun-Li.
No blog Abduzeedo encontrei várias imagens em que os fãs mostram a sua devoção pela lutadora chinesa de Street Fighter.
Chunli_fanart_by_greyhole
Por isso, veja agora as imagens muito bem desenhadas, ilustradas e em várias perspectivas da musa dos games e dos gamers.
Veja abaixo a galeria com mais imagens! Clique para ampliar!

[Por dentro da E3] NoReset não ficará de fora!

 

Caro internauta, guerreiro de várias lutas! O NoReset vem para anuciar que também não estará de fora da cobertura da E3, que vai rolar de 2 a 4 de junho de 2009, em Los Angeles, no Los Angeles Convention Center, nos Estados Unidos.
Traremos tudo o que rolou, as conferências, resumos do dia, e o que mais impactou na E3.
Sempre que tiver este selo quadrado ao lado de um texto é que o NoReset trouxe uma novidade para você internauta ávido por informações do mundo dos games.
De acordo com o calendário oficial do evento, a partir de segunda-feira, a Microsoft fará a primeira conferência, às 14h30, horário de Brasília, a Nintendo e a Sony na próxima terça-feira, às 13h e as 15h respectivamente (horário de Brasília).
Muitas apostas estão para aconecer, a Sony vem com tudo com o seu arrasa quarteirão God of War III e o sucessor do PSP – PSP Go – que foi mais comentado do que o último capitulo da novela. Isso porque a divisão latino americana da empresa dará suas caras para apresentar o que vai trazer para nós reles latinos.
O criador do Mario – Shigeru Miyamoto – também tem uma conferência marcada para a próxima quarta-feira.
E sim, não podemos esquecer, vai ser uma E3 musical, pois vamos ter vários lançamentos como DJ Hero, Guitar Hero 5, Rock Band e entre outros que vão fazer a alegria de muitos que adoram jogar e curtir uma boa música ao mesmo tempo.
E claro, a Microsoft, EA, Ubisoft, Capcom, Konami, Activision, enfim, várias produtoras vão dar palestras e vender os seus produtos para mostrar ao mundo qual é o seu melhor trunfo para 2009 e 2010.
Querendo recuperar o seu prestígio a ESA, que está por trás da E3, aposta suas fichas num formato que já tinha consolidado como a maior evento de games do mundo. Porém, ela cometeu um erro grave de tentar limitar as visitações apenas para empresas e imprensa.
Desta vez a E3 poderá receber 40 mil pessoas por dia. Após ter explicado como vai ser o evento, o NoReset acredita que vai trazer o melhor do que acontecerá nestes dias para você que sempre leu, visitou e comentou nesse humilde e ambicioso blog.
Esperamos você para mais essa empreitada!
Continue com a gente!
NoReset
Fuleiragens e Chinelagens é só aqui!
editorial_noresete3_2
banerquadrado_nore3 09Caro internauta, guerreiro de várias lutas! O NoReset vem para anuciar que também não estará de fora da cobertura da E3, que vai rolar de 2 a 4 de junho de 2009, em Los Angeles, no Los Angeles Convention Center, nos Estados Unidos.
 
Traremos tudo o que rolou, as conferências, resumos do dia, e o que mais impactou na E3. Sempre que tiver este selo quadrado ao lado de um texto é que o NoReset trouxe uma novidade para você internauta ávido por informações do mundo dos games – este é o NoReset – Por dentro da E3.
 
De acordo com o calendário oficial do evento, a partir de segunda-feira, a Microsoft fará a primeira conferência, às 14h30, horário de Brasília, a Nintendo e a Sony na próxima terça-feira, às 13h e as 15h respectivamente (horário de Brasília).
Muitas apostas estão para aconecer, a Sony vem com tudo com o seu arrasa quarteirão God of War III e o sucessor do PSP – PSP Go – que foi mais comentado do que o último capitulo da novela. Isso porque a divisão latino americana da empresa dará suas caras para apresentar o que vai trazer para nós reles latinos.
 
O criador do Mario – Shigeru Miyamoto – também tem uma conferência marcada para a próxima quarta-feira.
 
E sim, não podemos esquecer, vai ser uma E3 musical, pois vamos ter vários lançamentos como DJ Hero, Guitar Hero 5, Rock Band e entre outros que vão fazer a alegria de muitos que adoram jogar e curtir uma boa música ao mesmo tempo.
 
E claro, a Microsoft, EA, Ubisoft, Capcom, Konami, Activision, enfim, várias produtoras vão dar palestras e vender os seus produtos para mostrar ao mundo qual é o seu melhor trunfo para 2009 e 2010.
e3_21
Querendo recuperar o seu prestígio a ESA, que está por trás da E3, aposta suas fichas num formato que já tinha consolidado como a maior evento de games do mundo. Porém, ela cometeu um erro grave de tentar limitar as visitações apenas para empresas e imprensa.
 
Desta vez a E3 poderá receber 40 mil pessoas por dia. Após ter explicado como vai ser o evento, o NoReset acredita que vai trazer o melhor do que acontecerá nestes dias para você que sempre leu, visitou e comentou nesse humilde e ambicioso blog.
 
Esperamos você para mais essa empreitada!
O time NoReset está pronto para atendê-los!
E claro, tem muita coisa vindo aí para você, pode ter certeza! 
 
Fique com a gente!
 
NoReset
Fuleiragens e chinelagens é só aqui!
IMAGENS COM KOTAKU

Braid. Uma obra de arte jogável.

noreset_analise

screen_title

wesleypires_profileOuvindo o Round 45 do NowLoading,  e depois de tanto feedback positivo por conta de outros sites como o Continue e o Hadouken, resolvi ver do que o jogo é capaz. E quão surpreso eu fiquei após jogar e completar ele. Realmente é uma obra prima, e abaixo irei explicar o porquê de ser uma obra a ser reverenciada de pé.

Toda a idéia e conceito do jogo foi criado por Jonathan Blow, a partir de idéias que teve em uma viagem para a Tailândia. O jogo foi finalizado em Dezembro de 2005, com as mesmas fases e puzzles, porem estava com visual de programação, somente os pixels à mostra, sem uma arte definida. Mas ainda assim, o jogo ganhou premiações no Independent Games Festival, mostrando o grande potencial de sua criação. Durante 3 anos, ele modificou o jogo, para se tornar a jogabilidade mais fluida, ao mesmo tempo que gastou 200 mil dólares do seu próprio bolso para pagar os serviços de David Hellman, para cuidar do artwork do jogo. Depois, dia 6 de agosto foi lançado para a Xbox Live Arcade.

braid.prototype.490

Jogo, somente com a arte de programação

A história inicialmente é bem simples, você controla Tim, um homem trajando um terno azul que está à procura da princesa, que foi raptada por um monstro maligno. O começo é bem diferente, já que ao iniciar o jogo, você se depara com uma cidade ao fundo, juntamente com o nome do jogo, sem start nem nada, e você anda até chegar a sua casa. Cada cômodo representa um mundo, e antes de entrar nas fases propriamente ditas, há textos onde conta parte da história de Tim em sua busca, de forma bastante poética e metafórica. Nos primeiros textos, é mostrado que Tim cometeu um erro, e que precisa consertá-lo. No decorre do jogo, você percebe que seu objetivo se torna cada vez mais incerto, ao pensar na real existência da princesa, abrindo um leque de possibilidades e duvidas: Será a princesa real? A princesa seria a representação de algo? Você está certo em persistir em sua busca?

"Essa chave é mais útil comigo, Pseudo-Goomba"

"Essa chave é mais útil comigo, Pseudo-Goomba"

A jogabilidade é bastante simples, é uma perspectiva em 2D, bastante similar com clássicos como Super Mario Bros, até mesmo o modo que você derrota os inimigos, pulando em cima deles.  Em cada fase, há peças de quebra-cabeças a serem coletadas para formar um quadro em cada cômodo da casa de Tim. Uma das maneiras de se conseguir as peças é a manipulação do tempo, que torna o jogo muito interessante. Por exemplo, você não pode morrer, mas caso venha a acontecer, o botão é acionado, então ao apertá-lo o tempo volta até onde você queira. E ao passar nos mundos, são adicionados novos mecanismos envolvendo a manipulação do tempo. E não tentem jogar através de Walkthrough, pois eu digo pro experiência própria, de inicio os puzzles parecem difíceis de serem resolvidos, mas após tentativas e erros, descobrimos que é simples a maneira de resolvê-los, nos dando a sensação de orgulho e inteligência pro resolvermos o enigma. Nas fases há inúmeras menções e criticas aos jogos atuais, sendo a mais famosa è ao fim da primeira fase, quando Tim chega a um castelo aparece um ser similar a um urso (Barney?!) dizendo que a princesa está em outro castelo. Referência clássica ao encanador mais famoso dos games.

David Hellman deixou a sua marca no jogo. Desde Okami eu não via um cenário tão vivo, e tão interativo no jogo. Para deixar os cenários com a cara que Blow queria, Hellman pegou screenshots do jogo e desenhou por cima, até chegar ao patamar atual. Nota-se que em cada mundo, temos um tipo diferente de cenário, por exemplo, no primeiro mundo temos uma paisagem muito viva, com bastante verde e flores, enquanto no segundo vemos uma tênue, com um cenário mais escuro, com gotas de chuva caindo no cenário. As mudanças de cenário refletem diretamente no que Tim esteja fazendo, e isso foi muito bem mostrado. Mesmo quando voltamos o tempo, vemos uma leve distorção ao fundo do cenário. Fundo, que em muitas vezes se confunde com o cenário principal, tamanha a quantidade de detalhes, parecendo que foi realmente uma pintura. É bom ressaltar que os primeiros desenhos dos personagens foram criados por Edmund McMillen, sendo adaptados por Hellman no estilo do jogo.

main

screen_w5

screen_dk

Agora que diferenciamos as crianças dos adultos. A trilha sonora è algo que merece atenção especial. Normalmente, contratam compositores para fazer musicas próprias para o jogo, coisa que não acontece no Braid. Blow não usou musicas próprias para o jogo, para diminuir custos, alem de argumentar que as musicas criadas não criariam a imersão necessária. Ao escolher as musicas, ele deu preferências para musicas longas, e que toquem de maneira interessante ao serem executadas de trás para frente. E é impressionante como a escolha da trilha sonora afeta diretamente na jogabilidade. E como eu sou uma pessoa muito boazinha, abaixo estão os links de todas as musicas para serem ouvidas:

Downstream – Shira Kammen

Long Past Gone – Jami Sieber

Lullaby Set – Shira Kammen and Swan

Maenam – Jami Sieber

Romanesca – Cheryl Ann Fulton

Tell It By Heart – Jami Sieber

The Darkening Ground – Jami Sieber

Undercurrent – Jami Sieber

A recepção de Braid foi extremamente positiva, tendo em média 9.5 de nota. Após ser lançado na Xbox Live Arcade, também foi lançado para PC, e não é necessário ter um computador excelente para rodar ele, logo não tem desculpa por não ter jogado ele ainda.

Tim está indo jogar de novo

Tim está indo jogar de novo

Como mensagem final, podemos colocar a busca de Tim pela princesa como outros objetivos, como conseguir algo que desejamos, como um carro, uma casa, um bom emprego, ou até mesmo achar alguém para ficar do nosso lado. Eu ainda estou na busca pela princesa, e vocês?