• _

Harry Potter e O Enígma do Príncipe

noreset_cinema

NORESET PICTURES

Resenha? Análise? Crítica? Não, não! Apenas um texto bem-humorado mesmo…

tiobruno_profile

Olá fãs!

Eu sou o Tio Bruno e sou o mais novo reforço para o banco de reservas deste Magnânimo Reino, chamado NoReset.

Espero retribuir a altura as expectativas de todo Clã Noreset e de vocês leitores também, ok?

Aqui neste espaço, falaremos de Cinema, TV e coisas do tipo, MASSSS, não se enganem, pois aqui não será espaço para “Pseudo-resenhas-analìticas-construtivistas-críticas-oligomórficas-sensitivas”, que sempre analisam os filmes em cartaz no cinema, segundo uma visão positivista que enfoca o olhar do diretor manipulativo, englobando os “prós” e “contras” da atuação dos personagens, a trilha sonora ou como a fotografia interage com o meio-ambiente do filme.

Não.

Aqui, faremos uma análise um tanto quanto diferente, já que o NoReset É um Lugar Diferenciado, não? Pois então, as análises que vocês lerão aqui, serão, na medida do possível, sérias, mas cheias de bom-humor, críticas, mas sem cair no pedantismo ou mesmice dos sites especializados e (claro!) realistas (aham, sei!), mas sem desrespeitar a vossa inteligência, Ó poderoso Leitor.

Dito tudo isto, eu só agradeço de novo e vamos estrear!

Harry Potter e O Enigma do Príncipe

Um dos melhores poster´s do filme

Um dos melhores poster´s do filme

Ato 1 – Devaneios tolos a me torturar…

Vários tease-and-trailers, muita especulação, muitas notícias falsas, pouca informação e alguns adiamentos da data de estréia, sendo o último desses adiamentos o maior de todos, já que a previsão era lançar a película em novembro do ano passado, fizeram com que ‘Harry Potter e O Enigma do Príncipe’ fosse o lançamento mais esperado deste primeiro semestre no cinema, batendo até mesmo as expectativas em torno de Terminator 4 e Transformers 2.

(Sim, primeiro semestre, pois a maior expectativa após Harry Potter, no segundo semestre é (ainda) para ‘G.I.Joe – A Origem de Cobra’)

O que o filme provocou no povo? Simples: correria às bilheterias do cinema para compra antecipada do ingresso (com até 3 semanas de antecedência), entupimento dos blogs sobre o assunto, postagem de notícias em jornais, revistas e televisão sobre o trailer e sobre o filme, escalada vertiginosa dos preços dos dvd’s dos outros filmes e do preço dos livros da série, principalmente o 6º livro no qual saiu o filme, matérias, fotos, expectativas e…

…finalmente, quando da sessão especial para a imprensa na semana passada, todos disseram: “Vamos ver o que a imprensa, fala do filme.” E aí veio a primeira decepção deste que vos escreve. A imprensa brazuca destilou o seu veneno e deu nota 7,0 na média para o filme.  Pena, pois ele merecia mais, principalmente considerando que já está arrebentando as bilheterias do mundo todo…

Ato 2 – O Dia “D” da Pré-Estréia…

Bom, vamos resumir este dia, porque no Brasil todo foi um consenso, eu sei. As sessões de pré-estréia, começaram no país todo na quarta-feira passada, dia 15, a 00:01 hs. Eu vou falar do que eu vi, aqui na minha terrinha, Goiânia: a sessão, estava programada pra começar a 00:05 hs. (Claro, que atrasou, como não poderia deixar de ser…) fiquei sabendo que algumas pessoas, chegaram no Shopping as 18:00 para garantir seu lugar na fila e posteriores bons lugares dentro do cinema! (Wesley Pires???)

Assistimos eu, o nosso querido Tio Wes (o cara que faz as melhores tirinhas do mundo aqui pra vocês He He He) e mais uma dúzia de amigos do peito que nós temos. Pois muito bem: vimos pais nas filas, com seus filhos menores de idade; Adolescentes ensandecidos querendo logo assistir ao filme; meninos e meninas com ‘Harry’ e ‘HP’ escrito na testa, nas bochechas e sabe-se lá onde mais; gente cochilando; meninas vestidas com chapéus de bruxa e roupas pretas; e, eu e o Tio Wes, esperando pra entrar no cinema… é cada um que a gente vê por aí, né? (^^)

Eu e o Tio "humilde" Wesley, esperando comecar o filme do HP...

Eu e o Tio "humilde" Wesley, esperando comecar o filme do HP...

Ato 3 – O Filme propriamente dito…(possui leves Spoillers ok?)

Sabemos que é impossível transpor um livro de mais de 600 páginas para aproximadamente 2 h e 30 min. de película cinematográfica, seguindo fielmente o enredo. Quando isso acontece, o que fazemos? Ora meu “pekeno” Padawan: simples, adaptamos!

Pois bem, titio Jedi, mas infelizmente, não deu muito certo.

Claramente, (mais ainda para quem leu o livro!) a narrativa, a coerência intertextual (vixe!), o tema principal e a riqueza de detalhes tão importante neste ponto da historia (6º capítulo de um total de 7), ficam severamente prejudicados.

Outro poster muito bom...

Outro poster muito bom...

A linha principal deste 6º fime é:

Os Comensais da Morte, (seguidores de Voldemort) ameaçam o mundo dos bruxos e dos “trouxas” (nós, que não conhecemos magia), pois estão “recrutando” seguidores e “adeptos” para a causa do “lado negro da força” (nem que seja na base do seqüestro mesmo!), e escolhendo o seu “Príncipe”, que é Draco Malfoy (Tom Felton – melhor atuação dele!), para realizar uma importante missão em Hogwarts protegido pelo seu mentor, o professor Severo Snape (Alan Rickman – excelente!).

Enquanto isso, no lado “bonzinho” da história, Dumbledore (Michael Gambon – perfeito!) procura instruir e preparar Harry (Daniel Radcliff) para a batalha final que se aproxima. Para isso, ele precisa do antigo professor Horácio Slughorn (Jim Broadband) de volta a Hogwarts, pois este professor guarda informações vitais sobre o passado de Voldemort/Tom Riddle, sobre como ele se tornou o Chefe do Caos e de como derrotá-lo.

O professor Slughorn aceita voltar para Hogwarts, para ensinar a “matéria de preparação de poções”, uma vez que Severo Snape foi promovido (finalmente) a professor de “defesa contra Arte das Trevas”.

É nesse contexto, que Harry toma conhecimento sobre o “Príncipe Mestiço” (título do filme) e o que ele fazia na sua época de estudante. (claro que vou prejudicar a coesão do meu texto, não revelando mais detalhes pra não estragar uma das únicas surpresas boas do filme no final, não é?)

Bom, dentro deste emaranhado intrincado do enredo, ainda temos, as paixões adolescentes aflorando nos estudantes de Hogwarts, as crises de ciúmes de Hermione e Harry por Ronnie e Gina, um pouco de pegação, muitos beijos ardentes, melodrama, raiva, angustia, medo e decepções adolescentes quando os hormônios entram em ação. Pena que esta parte ficou superficial demais, mesmo sendo uma sub-trama, e seria melhor se não tivessem dado tannnnta ênfase a ela no filme, pois ela prejudica muito o tema principal.

Outro ponto negativo é justamente a forma como Dumbledore começa a preparar Harry para a batalha final. Assim que começa a entender como funciona o “sistema” de defesa de Voldemort, Dumbledore, simplesmente arrasta Harry consigo para que ele o ajude a descobrir <spoiller> as Horcruxes de Voldemort – relíquias usadas pelo Rei do Caos, para tornar-se imortal </spoiller>. No livro o caminho percorrido é maior, e os detalhes sobre como Dumbledore os descobre são profundos pois a história exige isso, já no filme, parece que “as coisas já caem no colo dele prontas”, matando um pouco os segredos da historia.

Outro ponto negativo. Quem leu o livro, sabe que quando os Comensais da Morte finalmente conseguem penetrar Hogwarts, com a ajuda de Draco, eles vem lutando andar por andar, sala por sala contra a “Armada de Dumbledore”, criada em ‘A Ordem da Fênix’, até chegar ao observatório, onde Dumbledore se encontra. Nessa batalha, (a melhor dos seis livros) muitos amigos de Harry tombam e é realmente uma batalha dura, muito difícil, mas no fim, eles (os Comensais) conseguem chegar até Dumbledore. No filme, essa batalha foi simplesmente ignorada. Ela não acontece, o que tira muito da historia original e do “gran-finalle” que vem logo a seguir a esses acontecimentos.

O trio parada dura...

O trio parada dura...

Porém, no entanto, mas, todavia, contudo, o filme se salva. Daniel Radcliff convence como Harry Potter, pois ele (Harry) não é um herói em tudo. Ele é egoísta, manipulador e as vezes até meio egocêntrico e Daniel consegue passar exatamente essa visão. Emma Watson (linda demais titioooooo) deixou Hermione desabrochar e transpôs na tela, com a personagem, o que acontece nos livros: “nós nem sempre sabemos tudo e somos primeiro lugar em tudo”. Isso causa incerteza, medo, raiva e ciumes. E, finalmente Ronnie (Rupert Grint) perdeu a sua BV (boca virgem) e quase se perdeu no mel dos beijos de sua mais nova fã, Lilá Brown (Jessie Cave – lindinha demais também!!), mas o personagem amadureceu e mesmo assim ainda mantém aquela característica de ‘escudeiro’ do personagem principal: as vezes chato, mas é inquestionavelmente cômico, sem cair no exagero e agrada na simpatia, sem cair nos esteriótipos que a gente vê nos adolescentes feitos pela Disney. (O.O)

Ato 4 – Finalizando esse livro que eu chamei de “post”…

Este 6º filme é muito bom, apesar dos problemas, pois ele é mais “psicológico” do que “ação-pra-todo-lado”, afinal de contas, ele consegue contar bem, partes do passado de Voldemort, e esse é o tema principal, como já dito, que guia todo o roteiro.

A trilogia final (se é que eu posso chamar assim), iniciada em ‘A Ordem da Fênix’, mostrava a volta do mal e de como esse mal vai destruir tudo influenciando diretamente a vida de Harry; agora em ‘Príncipe Mestiço’ (não consigo chama-lo de ‘Enigma do Príncipe’ ^^), Harry precisa descobrir qual é e onde encontrar o ponto fraco desse inimigo, mesmo <spoiller> perdendo seu grande Mestre e Mentor </spoiller> para que no desfecho em ‘Relíquias da Morte’, ele possa ter alguma chance de vitória, antes que o Lorde das Trevas possa matá-lo, como fez com seus pais… (Ohhhhhhhhhhhhh!!!)

Aqueles que não são Fãs de Harry Potter ao extremo como eu, não vão se decepcionar, pois o filme funciona muito bem, pra quem gosta de diversão, romance, um pouco de humor e uma pitada de “sequências psicológicas” no meio da trama, mesmo porque, quem não é fã de HP, ou vai assistir só pra ver como será o desfecho da cine-série, ou vai pra não entender nada, pois este 6º filme não funciona sozinho, ou seja, É NECESSÁRIO um prévio – mesmo que mínimo – conhecimento sobre o que aconteceu antes na história, para se entender esse filme…

Recomendo para toda a família e para quem não é viciado em Harry e Co. leve um “cobertor de orelha” pra assistir junto, se é que vocês me entendem… ho ho ho ho

***

Medo...

Medo...

“Pekenas-Inúteis” observações…

a) dei a impressão que fiz o texto para fãs de Harry Potter que já leram o livro, e deixei um pouco de lado os espectadores que, assim como eu, são casuais da série, mas que estão assistindo só pra ver o que vai dar no final, o fato é que por tentar fazer algo diferenciado, (e por ser o primeiro texto que posto aqui) algumas coisas ficaram meio complicadas de ‘não-se-dizer’…

… por isso peço desculpas e já no próximo post, tentarei corrigir TODOS os erros que já visualizei existentes aqui neste.

Conto com a compreensão de vocês para isso, afinal eu fiz o texto para Vocês, meus amigos do NoReset.

b) Sr. Cido, todo o Cast do Noreset especialmente o amigão Wesley (que fará a revisão dos meus textos), very, very thanks!!!!

Bonus: Pequena entrevista com Daniel Radcliff, (aqui) feita pelo Ivan Finotti da Folha de São Paulo.

Necessário dizer: não gostou do texto, quer me criticar, dizer que me odeia ou dizer que me ama? Então…

Vem ‘aqui’ me orkutar…

E ‘aqui’ para me twittar…

See Ya!

8 Respostas

  1. Ahhhhh até que ficou legalzinho ne? hi hi hi hi…

    Faltou colocar a frase-mor do fime:

    “Mais uma vez, vou exigir muito de voce, Harry…”

    Enfim…

    Thanks again.

    ^^

    (Vem aí, Transformers e Terminator…..)

  2. Cara, eu vi o filme na pré-estréia da pré-estréia, foi uma das coisas mais bizonhas que já, toda aquela galera fantasiada de Harry Potter, o Harry dava a mão pra Gina e a mulherada ficava toda “ohhhhhhhhhh” encheu o saco ver o filme assim, o jogo ainda não joguei, mas dentro em breve devo adquirí-lo.

  3. Harry Potter… meh. Sou muito, mas muito mais a Hermione.

    Não curto muito a série mas como todo bom marido fui assistir junto com a esposa viciada em HP/Twilight. Confesso que não dormi nesse filme como nos outros, mas eu ainda acho que o potter vai ter q comer muito feijão prá conseguir um lugar na minha prateleira, ao lado de Senhor dos Anéis e Guia do Mochileiro das Galaxias.

  4. Vi Harry Potter hoje! Quer dizer, ontem, pq já passou da meia-noite. xD

    Gosto dos filmes, apesar de nunca ter lido os livros. Mas eu sei altas coisas da história pq pedi pras minhas amigas que são ultra-fãs (e que leram todos) contarem. E também eu dei de presente pra umas dessas amigas o último livro e, quando o fiz, peguei o final pra ler só pela curiosidade (sim, eu sei como termina! E sei tb a verdade sobre o Snape, sobre os Horcruxes e tudo mais! hahaha).

    Mas então Tio Bruno, apesar de não ter lido os livros, sabe que eu saí do filme sentindo a mesma coisa que você? Com uma sensação de que “faltou um algo a mais”. Achei legal, mas confesso que esperava mais. E a própria cena do Draco e os Comensais da Morte com o Dumbledore no observatório, que é o clímax, eu também achei fraca! Não sabia como ela era descrita no livro, mas imaginei que deveria ser muito mais impactante do que a maneira como retrataram no filme. E pelo que você escreveu, realmente é.

    Enfim, é como você disse, realmente é complicado adaptar um livro de 600 páginas num filme de 2hs, nunca vai ficar perfeito. Mas concordo que “Harry Potter e o Enigma do Príncipe” dava pra ter sido melhor. =)

  5. Tioo Bruno! Parabéns pela primeira coluna! Pupilo \o/

  6. Poxa, como eu vi o filme junto, alem de ter lido o livro, eu tenho plena consiciencia que terão que acontecer cortes para compactar o filme em 2 horas e meia, porem os cortes que houveram no filme eram de extrema importancia para o entendimento do filme. Isso foi uma das falhas do filme, que na minha opinião esperava mais. Porem alguns trexhos do filme garantiram uma diversão bacana, como os romances entre alguns integrantes ali, Harry e sua poçãozinha do mal, Rony “Taffarel” catando tudo. Alguns destes momentos já ganharam o filme, se nao fosse os cortes, volto a frisar.
    Isso é minha opinião, ok? Não me batam nem nada, certo garotos?!
    Congratulations Tio Bruno. Esotu ansioso para ver e revisar suas proximas matérias. E sim, eu sou a porra louca ali da foto.

  7. @Gui… la no cinema tinha `gente` (seriam eles deste planeta mesmo?) que pintou o nome `Harry` nos bracos e pernas tambem… Credo…

    ***

    @Juunin… cara, nao tem comparacao… The Lord of The Rings ‘e tuuudo de louco e bom… e o Guia do Mochileiro, moco, agora falou tudo…. eu ainda acrescentaria duas das maiores peliculas que eu ja vi na minha vida: The Goonies e Monty Phyton em Busca do Calice Sagrado!!!! Rulessss

    ***

    @Tia Bebs!!! Tambem li o livro (ante-ontem) so pra saber o final Muah ha ha ha…. (risada do Dr. Abobrinha kkkk), e foi isso… o que cortaram nao podia, e o que nao precisava, colocaram nesse filme… Brigadooooooooo!!!

    ***

    @Tia Deda!!!!!!!!!!!! Minha Hoshii Jedi!!!! Seu `pekeno` Padawan aqui, agradece muito!!! Tmb vou la na FOG, pra atualizar…. so arrumar minha net!!!!! Thanks!!!

    ***

    @Tio Wes, voce ‘e meu brother ne? Entao, nem tenho o que dizer… mas naquele dia no cine foi MARA, nao? hehehehehehehe…valeu!!!

    See Ya!

  8. Cara, o filme foi bom pena que cortaram e retalharam a parte mais massa do filme. Bem, parabens ai e bem vindo TIOOOOO

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: