• _

Pastor “disserta” conselhos sobre “video-gueimes”

noreset_cachacisses

Tome cuidado com o jogo DUM! É do mal...

Tome cuidado com o jogo DUM! É do mal...

cidocoelho_profilePiada pronta do dia!

Olha, eu e o pessoal do NoReset não estamos fazendo caça a nenhum credo religioso. Porém, “forçação” de barra é demais para mim. Ontem a noite, quando eu estava fuçando a blogosfera gamer, encontrei um achado no Warpzona, sim, lá foi primeiro lugar a dar o achado do ano. Coisa que deixou qualquer gamer dando risada ou p. da vida.

Um pastor de uma igreja chamada Igreja Internacinal, começou a dar “conselhos” sobre videogames.

Como o Pablo Miyazawa comentou no Gamer.br e comigo há pouco no MSN – o cara é genial e merece ser contratado.

A NoReset Corporation vai preparar uma proposta de contratação desse cidadão para integrar o time noresetiano. Vamos ver se as propostas – são semelhantes as que a Record fez ao Gugu – serão suficientes para trazer este reforço de peso.

Voltando ao pastor, conselheiro,  ele fala que muitos jogos pregam o ódio, a violência e, pasmem, a “masturbação” com os movimentos de chacoalho com Wii Remote. Por um momento gamer de consciência ele diz bem do Zeebo – isso porque pensei que aí seria o epicentro do fanatismo religioso – ele não fala uma virgula de “coisa ruim”. E que um bom cristão deve se afastar dos games e ficar mais próximo ao Senhor, pois os jogos são do mal…

Eu coloquei abaixo o texto na íntegra, o texto de um português digno de um membro da Academia Brasileira de Letras e com comentários superiores aos dos integrantes do GamePro. Apresento o pastor Silas Adoniran.

Os males dos video-gueimes

Tenho recebido muitas reclamações e relatos à respeito de jovens que tiveram problemas com os vídeo gueimes, que são jogos eletrônicos (uma espécie de vídeo k7 ou DVD), que quando ligado na televisão, permite interagir com os bonecos lá exibidos.

dumLembro-me que no início da década de 90 um adolescente de nossa Igreja me relatou que ganhou um vídeo gueime Gênesis na rifa; Ele na época morava com a avó, que era cega; Ligou o vídeo gueime em sua televisão, mesmo contra a vontade de seu avô, que acreditava que aquilo poderia estragar o aparelho televisor CCE©. No momento em que ligara o cartucho a televisão proferiu uma zombaria contra a senhora, com um melodioso: “Ceeeeegaaaa!”.

Além do desconforto, aquilo abalou sua relação com a família. Sua avó, que sofria de catarata, ficou sentida, pensou que fosse chacota de seu neto, que nada tinha a ver com aquilo. Sua única culpa foi ter deixado aquele aparelho japonês adentrar em seu lar.
Na ocasião eu não sabia do que se tratava aquilo e o aconselhei à vender o aparelho. Depois foram surgindo diversos casos relacionados à jogatina eletrônica. Isso tudo começou na década de 80, e, infelizmente, hoje está muito mais difundido.

Outro caso interessante foi há alguns anos, um pai disse que seu filho estava a usar bastante o computador e que ele estava muito contente, pois hoje há muitos trabalhos na área de informática. Lhe parabenizei e desejei sorte ao seu rapaz. Uma semana depois o mesmo pai veio à mim novamente, desta vez com lágrimas nos olhos, pois descobriu que seu filho passava horas à fio no computador, mas não era estudando. Todo tempo era dedicado ao jogo ‘DUM’, um jogo cheio de referências satânicas, com demônios, lava, fogo, morte e destruição. Fora isso ele passou à acessar o site pornográfico youtube®. O mesmo site que contém o vídeo pornográfico da cantora Daniele Cicareli.


Lembro-me quando lançaram o vídeo da cantora Daniele Cicareli fazendo sexo no youtube. O desembargador Ênio Julião prontamente bloqueou o acesso ao site em todo território nacional. Um ato de fibra, pois foi coisa que nem o imperador Norte Coreano, Kim Jung-Il, conhecido por sua dureza,  teve coragem de fazer. Nem mesmo na China, ou no Irã de Mahmoud Ahmadinejad, onde há sérias restrições na internet. A justiça no Brasil foi pioneira, mostrou severidade contra a  imoralidade e o paganismo. Graças à Deus.

Do nosso governo não podemos reclamar, pois vários jogos violentos e não cristãos foram proibidos. Counter-Strike, jogo de guerrilha. Dum, jogo de umbanda, Carmagedon (Carro + Armagedon). Todos estes tiveram suas vendas proibidas no país.

É por isso que digo que há de se fiscalizar mais os jogos que adentram no lar brasileiro. Ao invés de classificar por idade (coisa que não adianta), temos que restringir aqueles que não são adequados aos cristãos. Quero inclusive propor uma lei para classificar os jogos quanto à cristandade, com um selo na capa: “Jogo Cristão” ou “Jogo não Cristão”.

Agora vou falar um pouco sobre cada aparelho de jogo (Sim, infelizmente existem vários):

X-Box 360

xbox

– Feito pela empresa Microsoft, a mesma do Windows, é voltado para o público adolescente. Seu forte são jogos de tiro, em que, com um realismo incrível, é mostrado sangue, ferimentos, guerra, dor e o ódio. Tem uma trava que só permite um certo tempo de uso. Depois que a trava (3RL) é acionada, é necessário adquirir outro aparelho, dando assim mais lucro à empresa.

Principais Jogos:

Halo: Jogo de vários jogadores em que se mata e é morto, após a morte há a reencarnação(respawn), uma perfeita depurtação da bíblia e da palavra de Deus.

– GTA IV: Na pele de um bandido imigrante nos Estados Unidos você tem como objetivo atropelar, estuprar, matar à tiros pedestres e desrespeitar toda as leis de trânsito vigentes naquele país.

– Gears of Wars: O planeta é invadido por uma raça mutante (locust), que vive no centro da terra. No controle de um halterofilista você atira, serra, mata, pisoteia os inimigos. Jogo extremamente violento e cheio de sangue.

Playstation 3

ps3
– Vídeo Gueime japonês, de marca Sony. Voltado para o público adolescente e adulto. Ao contrário do Xbox que oferece jogos por 10 reais, um disco do playstation pode chegar a custar até 200, desta forma limitando seu uso à classe alta.

Principais Jogos:

– Metal Gear Solid 4: Cobra, um policial aposentado, vai ao Iraque para vingar a morte de seu irmão. Lá enfrenta uma horda de robôs e seu arquiinimigo, Revólver Ocerote. Uma bobagem, história japonesa fantasiosa e cheia de clichês.

– Grand Turismo: Um jogo de corridas onde as regras criados por Deus são desrespeitadas, pois não há gravidade e o impacto dos carros não surte efeito. O objetivo é humilhar os espectadores exibindo carros que eles nunca possuirão na vida, trazendo somente a ambição e a discórdia.

– God of War: Jogo com temática grega e umbandista. Há vários ‘deuses’, incluindo o ‘deus’ da guerra. Jogo de ação, o personagem é uma entidade do espiritismo e mata-se “seres mitológicos”.

Nintendo Wii

wii
– Também japonês, é voltado ao público infanto-juvenil de 4 à 12 anos e também para mulheres e idosos. Seu controle fálico é uma afronta à moralidade e aos bons costumes, o seu formato de órgão masculino é evidente e o jogador para controlá-lo, tem que chacoalhá-lo, numa clara referência à masturbação.

Principais Jogos:

Mario: Um encanador italiano se apaixona por uma cortesã da realeza do Reino dos Cogumelos (alucinógenos), porém ele nunca consegue concretizar seu amor, pois esta cortesão é seqüestrada por um demônio que tomou forma de lagarto (Browser).

Zelda: Jogo pagão, feito por japoneses não-cristãos. Você entra no papel de um menino elfo, que invade a casa alheia e  quebra tudo: jarros, potes, garrafas e vasos. Os moradores das casinhas virtuais ficam perplexos e sem reação, enquanto o jovem faz a pilhagem.

Pokémon: Monstrinhos de Bolso. Um caçador captura animais e os aprisiona dentro de uma bola minúscula, e só os liberas para participar de rinhas, organizadas em campeonatos. Os bichos tem como único objetivo lutar em batalhas até a morte. Violência desnecessária e prega o maltrato contra os animais.

Zeebo

zibo

– Este parece ser um dos únicos vídeo-jogos que se salvam. Ao contrário dos outros, tem jogos em português, é de empresa brasileira e tem jogos construtivos que divertem e ensinam. Há alguns jogos violentos, mas não são todos. Os gráficos e sonoridade são bastante superiores aos outros vídeo gueimes listados acima, pois tem um hardware poderoso, arrojado e dinâmico.

Bom, quero encerrar o artigo desejando aos jovens muita cautela ao adquirir estes aparelhos. O ideal é passar longe deles e dedicar-se às coisas pertinentes ao Senhor. A jogatina é um vício, e como todo vício, é altamente prejudicial. O nosso tempo na terra é limitado e não devemos gastá-lo com passatempos que não nos edificam. Espero que reflitam.

A paz.

Pastor Silas Adoniran.

—-

Para não dizer que isso é engraçado, leia os comentários no site do cidadão. Há muito gamer revoltado com o conselho do nobre “cristão”.

O NoReset vai tentar falar com ele… Qualquer sinal de contato, publicarei aqui!

8 Respostas

  1. Nossa, pouca forçassão de barra…
    O jogo “DUM”…
    Pior foi “o video gueime” que quando liga fala “Cega” xD
    E o zeebo, com o melhor hardware de todos (eu até que apoio ele por ser uma iniciativa de uma empresa brasileira, mas que ele tem o melhor gráfico e som de todos?! Ele tem aceleração de triângulos por segudo…)

  2. Oi, Cido! Sou o Barry lá da WarpZona!

    Só uma coisa: o treco é fake, mesmo. Aliás, o blog inteiro é um enorme fake! Encare as postagens deles como críticas aos verdadeiros “sem-noção” e você vai rolar de rir! =D

    E, claro, agradecemos pela citação ^^

  3. Cido
    O mesmo texto rolou lá no girls of war

    Todo mundo sabe que o texto é fake e que o cara é gamer. Entre novamento no blog e leia o texto “Yoga Fire”.
    Muito engraçado.

  4. kra.. mega-bom…
    olha, q pena q eh fake…. pq eu conheço gente q ja soltou umas dessas ao vivo…
    abs

  5. detalhe…
    nos comentarios do site tem o Pr. Malafaia…
    (um pastor carioca q me atormenta as madrugadas)
    alguem me diz q num eh fake… plissss….

  6. Hahaha, é fake, e dos bons.

  7. Eu tava acreditando até aparecer o nome dos jogos. Aliás, pastor nenhum sabe a diferença entre uma torradeira e um videogame, quanto mais saber que existe mais de um. =P

  8. Um ótimo fake, sim…

    Pena que a temática é verdadeira mesmo… muitos pastores de igrejas, sobretudo evangelicas, estao deliberadamente pregando contra os “videogueimes”, por serem coisa do “demu”, do escranzinado, do carcará sanguinolento kkkkk…

    ^^

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: