• _

Escravos de jó jogavam Capoeira Legends

noreset_plantaocapoeira

gustavooliveira Então… deixa eu postar alguma coisa aqui antes que puxem o meu tapete alegando “abandono de cargo”. Estou mais sumido que nota de cem conto. Parece que desaprendi a escrever: nunca postei um texto com um título tão tabajara quanto neste aqui. As minhas habilidades estão definhando.

Mas enquanto o NoReset caminha, o mercado nacional de games salta (Com crise e os caray!). A nova “onda da galera” e o texto mais postado em todos os blogs do Brasil (Porém eu escrevo muito mais engraçado. Chupem todos vocês!) é sobre um tal de Capoeira Legends – Path to freedom, game exclusivo para PC desenvolvido 100% por brasileiros do Brasil e o que é melhor (ou pior), em um estúdio independente chamado Donsoft Entertainment.

Como o próprio nome já diz, o game fala de capoeira, ou seja, “Paranauê!”, ” Zum, Zum, Zum…”, “Tu qui ti qui tó tóóm” e todas aquelas onomatopéias e barulhos peculiares que os capoeiristas e seus instrumentos fazem durante a luta/dança.

Você controla  Gunga Za, escravo africano que vive no Rio de Janeiro do período imperial e caminha por ambientes criados a partir da floresta Amazônica, enfrentando os capitães do mato e militares que querem se apossar do Mocambo da Estrela, um dos quilombos da região.

Dentre várias informações que coletei, fiquei impressionado com os gráficos do game que, acreditem, realmente parecem ser muito bonitos e com o complexo trabalho de pesquisa geográfica, biológica, histórica e até mesmo “marcial”, por assim dizer.

Todos os movimentos do game foram supervisionados pelo professor de capoeira Mestre Vuê.

Além disso o game é realmente ambientado na lógica afro-brasileira: palavras como Zabumba, Mandinga e Axé se fazem presentes para dar mais charme ao game.

O jogo já foi prometido pela desenvolvedora como sendo uma trilogia e o primeiro capítulo, Capoeira Legends – Path to freedom já está disponível nas lojas em português e em inglês. Já imaginou se a Microsoft cresce os “zóio”?

Seria legal ver os gringos dando bicos de papagaio com alguns personagens nossos. Mandemos Eddy Gordo para a merda.

Parra mais informações sobre o game, clique aqui!

INFORMAÇÕES COM G1

— 

LEIA TAMBÈM:
EXCLUSIVO:
NoReset entrevista André Cariús, presidente e fundador da Donsoft Entertainment, empresa que criou o jogo Capoeira Legends

rodape_noresetnet3

Anúncios

15 Respostas

  1. Tinha um game de capoeira que eu jagava quando pirralha no fliperama o site.

  2. Deve ser legal esse jogo. Muita gente não gosta da cultura nacional, mas vai que esse jogo muda a cabeça de alguns ^^’

  3. Caramba, AMEI isso!
    E tomara mesmo que alguém “cresça os zôio” e desenvolva jogos com temáticas brazucas por aí. Pois a história do nosso país é sempre menos valorizada que a do resto do mundo (dramática mór). >=P

    xD

    Mas falando sério, eu sempre imaginei que seria interessante jogos com temas da história do Brasil. Ainda bem que alguém fez, palmas de pé pra Donsoft Entertainment! \o/

  4. Ae Gustavo! Até que enfim resolveu dar as caras!
    auhauahuahuahuha

    Mas bacana mesmo… E sabe que ele parece bem interessante…

    Copio a rebeca: “tomara mesmo que alguém “cresça os zôio”

  5. Caraca, ParanauêÊÊÊÊ, paranauê paraná!!!!

  6. Vixi Wesley…

    A mais legal é:

    Zum zum zum
    Capoeira mata um.

    Zum zum zum
    Cpoeira mata um.

    Onde tem marimbondo
    é zum zum zum

    Onde tem marimbondo
    é zum zum zum

  7. Ah, eu lembro dessa. Na época de ensimo medio aqui em Goiânia tinha apresentação de capoeira no colégio. Eu via essas direto.

  8. Gustavo, aqui na Donsoft ficamos muito felizes com a sincera cobertura e esperamos que o jogo sirva como um exemplo para ser, antes de tudo, pensado… O que é ser brasileiro? O que é ser escravo? O que é ser capoeira? Amplexos!

  9. Muito legal. Pelo jeito é um beat’em up né? Eu gosto de beat’ em ups, gosto de jogos com artes marciais e vai ser legal jogar um jogo ambientado no Brasil, em português e tal.

    Agora, pro jogo ficar perfeito mesmo, tem que ter uns palavrões. Pô, pra mim, a melhor parte de assistir Tropa de Elite é a linguagem dos caras! Muito engraçado!

    Seria legal ouvir um “aê, libera meus mano ae seu filho da p@#$, senão tu tá fo@#$%!”

  10. Uê, tá querendo “aê, libera meus mano ae seu filho da p@#$, senão tu tá fo@#$%” no período imperial???

    Aí do nada baixa o Capitão Nascimento no quilombo gritando “Pede pra sair! Pede pra saaaaaiiiirrrr!”???

    hauhauahuahauaahauauahuah

  11. Não é 100% nacional porque o motor do jogo é importado (básicamente representa apenas uns 80 % do trabalho total).
    Achei 6 anos em pesquisa e criacão de cenários e modelagem um pouco demais.

  12. Não é bem assim, Ricardo… Caso contrário, um site só seria 100% nacional se tivesse sido feito com uma ferramenta de programação html/xml/asp/php 100% nacional, com ajuda de um editor de imagens 100% nacional, tendo como conteúdo um assunto 100% nacional, em um computador 100% nacional, em cima de uma mesinha 100% nacional, ao lado de um monitor 100% nacional. Não confundamos motor com jogo. São coisas bem diferentes. 🙂

    Quando colocamos que o jogo é 100% nacional é porque todos os seus integrantes são brasileiros e a proposta narrativa trata de um assunto 100% nosso, da nossa história.

  13. […] 12 The Sims Online chega ao fimGame do ano, não: Brawl é o game de toda uma geraçãoEscravos de jó jogavam Capoeira LegendsFilme de Street Fighter tem a sua Chun-li e produtoraMega Man 20 anos – ESPECIALMais gostosas. […]

  14. eu falo so capoeirista n jogo e amei o jogo muito loko mesmo tem os golpes iguais da capoeira e pra quem descrimina a capoeira capoeira é brasil n é japão pra ficar dando 1 d loko

  15. falei erado eu jogo capoeira e gostei do jogo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: