• _

Agora ficou pop de vez: Amaury Jr. fala de videogame

Amaury Jr. será o próximo a comprar um Wii
Amaury Jr. será o próximo a comprar um Wii

Se o papa é pop, o Wii é muito mais. Digo isso porque acabou de passar hoje, uma pequena “reportagem” sobre videogames no programa do Amaury Jr. (deixando claro aqui que eu não assisto o programa do “tiozinho chique”)

No começo, quando começou a rolar a reportagem, prontamente pensei: “agora vai ser um cocô. Esse playba vai falar um montão de merda…”

Mas o sangue de Jesus tem poder meus caros leitores. E por mais incrível que possa parecer, o senhor Amaury Jr. levou em consideração nosso passatempo predileto e foi um dos poucos apresentadores de TV que, aparentemente, buscou algumas informações sobre a indústria de games no Brasil e nos Estados Unidos.

Ele lembrou que o público alvo dos games tem uma média de 30 anos, que os games movimentam US$ 9,2 bilhões lá na gringa e que é mais rentável que a indústria de cinema, que a maior parte da galera que compra games lá fora tem mais de 18 anos e mais um monte de informações que eu e você sabemos, mas que nunca pensaríamos que ele se interessaria em saber.

Na seqüência, ele convidou ao palco 3 pessoas para fazer uma demonstração de 3 games diferentes: 1 cara para falar de Wii Fit, o campeão de Guitar Hero3 da ESWC (que jogou a versão de Wii também) e uma minazinha muito delicinha pra falar de Wii Sports.


Nesse ponto ele se mostrou pouco informado: “Já está a vendo no Brasil?” perguntou o apresentador burguês a todos os demonstradores. Mas isso foi irrelevante, já que ele demonstrou interesse pelos jogos e pelos produtos e falou de maneira muito coesa sobre todo o assunto, por assim dizer.

Na verdade ele estava, em tese, “defendendo” todos os videogames como uma forma de entretenimento sadia, pra mexer com sua massa cinzenta. Mas como o Wii é o console mais pop dessa geração e, ouso dizer, das duas últimas gerações, foi o aparelho escolhido para demonstrar que videogame é (quase) tudo de bom. Ele até falou com uma professora de eduação física para confirmar a eficiência do Wii Sports.

“O jogo não substitui os exercícios, mas possui uma maneira interessante, intuitiva e atrativa de fazer a pessoa interessar-se por exercícios físicos. O profissional não tem condições de examinar, por exemplo, o equilíbrio da pessoa que está se exercitando como o jogo é capaz de fazer”, disse a personal trainer.

Em um certo ponto da matéria (que não durou mais que 10 minutos. Espero ansiosamente um dia que exista um programa só sobre esse assunto) Amaury Jr. disse: “esse mercado cresce assustadoramente no Brasil”.

Se até ele sabe, é bom sinal. E finalmente estou pressentindo que o mercado vai dar um salto (se me dão a licença da palavra) fodido nos lados de cá nos próximos 2 anos.

Quem viver verá.

Anúncios

4 Respostas

  1. É muito bom quando apresentam nosso “hobby” como algo normal e saudavel. Digo isso como gamer, RPGista (ou cultista, a mídia escolhe…) e apreciador de quadrinhos (nerd detected). E, pelo que você escreveu, o cara (que eu detesto) quase não deu mancada. Outra que já falou (bem) sobre games foi a Ana Maria Brega. Ela levou um Wii (…)para o programa e deu uma entrevista mostrando o que tem em casa (Wii e PS2) e do que mais gosta (Crash, por exemplo). E ela tinha uma pasta daquelas de Cd cheinha de originais… Será que ela joga as caixinhas fora?

  2. TÔ PASMA!!!

    Nunca na minha vida eu imaginaria ver o Amaury Jr falando de videogame! =O

    Também espero ansiosamente que volte a existir um programa sobre games na TV brasileira. Pena que acabaram com o G4 Brasil. Eu assistia também 2 programas que passavam no Multishow, o brasileiro Stargame e o britânico Cybernet. Mas isso lá pro final dos anos 90, começo dos 2000.
    Hoje em dia parece que ainda passa uma versão do Cybernet no Multishow…

    http://cybernet.globolog.com.br/

  3. @Ryunoken: esse da Ana Maria Braga contou se não me engano com a participação do Ricardo Farah, atual editor da EGM Brasil, que inclusive foi quem levou o Wii.

  4. @Pablo: eu lembro de uma matéria com um molequinho jogando Wii Sports e Brawl. O Farah era o cara que apanhou do molequinho no Brawl? Eu não lembro bem da cara do sujeito (do programa).

    E taí uma coisa que muito gamer hardcore esquece quando fala mal do Wii: o treco encurta a distância entre gamers e não-gamers, servindo como maior exemplo quando dizemos que gamer é gente normal.

    Bom, a maioria é, pelo menos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: